Categoria: RN

EMPARN registra fortes chuvas no Estado, durante o fim de semana

No acumulado de chuvas registradas durante o fim de semana, o destaque foi para a região Central Potiguar. No município de Timbaúba do Batistas, o acumulado de sexta (13) até hoje (16), chegou a 206 milímetros e em Caicó 191.7mm. Ao todo, dos 177 postos monitorados diariamente foram registradas boas chuvas em 111, especialmente, nas mesorregiões Central, Agreste e Oeste. Em todas as regiões do RN as precipitações contribuíram para elevar o nível dos açudes e barragens.

Na região Oeste choveu forte em Martins, 100mm; Serrinha dos Pintos, 86mm; Jucurutu, 73,2mm e ainda em Patu, Messias Targino, Upanema, João Dias e Frutuoso Gomes.

Na mesorregião Central choveu em Caicó, com três registros, sendo um de 191,1mm, no Açude Itans.; 126mm, no Açude Mundo Novo, na Estação Experimental da EMPARN e o terceiro de 185,3mm, na Emater. Choveu ainda em São João do Sabugi, 180mm; Cerro Corá, 135,4mm e, também nos municípios de Serra Negra do Norte, Equador, Cruzeta, entre outros.

No Agreste e Leste do Estado o acumulado mais significativo foi em São Tomé, com 139,4mm e Santa Maria, 69mm. Choveu ainda em Senador Georgino Avelino, 75,6mm; Extremoz, 55,1mm e Parnamirim, 54,7mm.

A previsão é de mais chuva nos próximos dias devido a atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), que continua sobre a região Nordeste.

Avisamos que nossa rede de internet está com problemas desde a última quinta (12), por isso os dados não estão disponíveis em nossa página. Técnicos estão trabalhando para resolver os problemas na rede o mais breve possível.

FEMURN apoia Inclusão do RN no Programa de Cisternas

A Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN declara incondicional e irrestrito apoio à solicitação dos Bispos Potiguares à bancada federal do RN, solicitando que o Estado seja incluído na lista de beneficiados com os recursos da ordem de 10 milhões de reais, para a execução do Programa de Cisternas (Água na Escola).

Uma carta foi assinada pelos Bispos Potiguares Dom Jaime Vieira Rocha, Dom Antônio Carlos, Dom Mariano Manzana, e os eméritos Dom Heitor Sales, Dom Matias Patrício, cobrando dos Senadores e Deputados Federais do RN, esforços junto ao Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) para que sejam garantidos e liberados os recursos também para o RN.

Segundo a nota, durante a apresentação do Plano de Trabalho pela Associação Programa Um Milhão de Cisternas, entidade selecionada para executar o programa, o Estado Potiguar foi excluído por orientação do MDS, sem nenhuma explicação plausível que justifique tão gravosa decisão.

A FEMURN acompanha a problemática da seca no Estado, e entende que todos os esforços do Poder Público são válidos para levar água às Regiões que enfrentam estiagem que já dura seis anos, e afeta 153 municípios em situação de emergência devido a seca.

Mesmo reconhecendo os esforços realizados, por parte dos governos municipais, estadual e federal, sabemos que os programas existentes não suprem a necessidade do bem vital. Sendo assim, trágico o fato de o Rio Grande do Norte ficar de fora de mais um Programa de Combate à crise hídrica.

Outrossim, os desdobramentos da seca nos municípios representam verdadeira catástrofe, afetando não só o consumo humano, mas também o setor agropecuário e de pesca, com perda de receitas da ordem de mais de R$ 4 bilhões, por causa da estiagem, com reflexo imediato na economia das cidades.

Não é plausível que o Rio Grande do Norte fique de fora de mais uma oportunidade de executar ações de convivência com a seca, agravando ainda mais a falta d’água.

A FEMURN reconhece a eficácia do Programa de Cisternas, e, assim, faz sua parte na soma de esforços com todos os Agentes Políticos do nosso Estado, em especial à bancada Federal, para reivindicar do MDS/SESAN, com muita legitimidade, os recursos financeiros necessários para a execução das cisternas, como proposto pelos Reverendíssimos Bispos.

Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN