Categoria: Política

Getúlio Batista intensifica agenda de pré-campanha pelo RN

O presidente estadual do PTB, Getúlio Batista, deu continuidade a sua agenda de pré-campanha no último fim de semana e participou de três eventos em Natal.

No sábado a noite, o pré-candidato a deputado estadual visitou Lúcia, presidente da Associação dos Servidores do Detran-RN no loteamento Alto da Torre, zona Norte da cidade.

Logo depois, Getúlio seguiu para o bairro do Potengi, ainda na ZN, onde participou do 13° Arraiá da Fran. A agenda do dia foi encerrada no CEPE-Natal, onde prestigiou o 15° Arraiá de Dedé do Pirangi.

No evento da Zona Sul, Getúlio encontrou amigos que estão somando forças à ele no projeto que visa a Assembleia Legislativa, como Júlio Protásio, vereadora Ana Paula e delegado Lucena, este último pré-candidato a deputado federal pelo PTB.

Já no domingo, o presidente do PTB-RN seguiu para a cidade de Bom Jesus e visitou alguns amigos como o vereador Chagas, a ex-vereadora Cida, o ex-prefeito Moacir Amaro e ex-vice-prefeita Dona Zezé, além de Dona Tika e Nezinho, todos reforçando o apoio ao seu projeto no município.

Fábio Faria critica Rosalba por indicar filho a vice: “Está vivendo em uma bolha”

O deputado federal Fábio Faria (PSD) criticou a prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (PP), por indicar o publicitário Kadu Ciarlini, seu filho, para ser candidato a vice-governador na chapa de Carlos Eduardo Alves (PDT). De acordo com o parlamentar, a ex-governadora não ouviu o “sentimento da população” ao fazer a escolha.

“Eles estão vivendo dentro de uma bolha. Não saíram de casa para analisar isso. Não tenho nada contra Kadu Ciarlini, mas ele não tem experiência política alguma. Ela [Rosalba] mostra que não quer ganhar a eleição”, afirmou o deputado, em entrevista à BAND Natal nesta sexta-feira, 20.

Na opinião de Fábio, além disso, Rosalba manifesta uma contradição ao se aliar a DEM, MDB e PDT, partidos que, em 2014, preferiram endossar a candidatura de Henrique Alves ao Governo do Estado em vez da reeleição da então governadora.

“A ex-governadora não foi candidata à reeleição porque o senador José Agripino [presidente estadual do DEM, partido ao qual Rosalba era filiada em 2014] não deu legenda a ela e preferiu apoiar Henrique. A informação que se tinha é que ela ficaria [na próxima eleição] com qualquer pessoa, menos com Henrique e Agripino. Isso [aliança] faz com que a população tenha descrédito com nós, políticos”, destacou Fábio.

O filho do governador Robinson Faria (PSD) registrou ainda que a nova união entre as famílias Rosado [de Rosalba], Alves [de Carlos Eduardo e Henrique] e Maia [de José Agripino] indigna a população. “São 70 anos de oligarquia. E, agora, mais uma vez, ela tira o filho de dentro de casa para colocar como vice-governador”, completou.

Em relação à candidatura do pai à reeleição, Fábio Faria, um dos principais articuladores da pré-campanha de Robinson, frisou que o PSD já conta com o apoio de dez partidos: PSDB, PR, PRB, PTB, Pros, PPS, Avante, PRP, PMN e PMB.

O candidato a vice-governador, segundo o deputado, sairá de uma dessas legendas. “Não vai ser um nome saído da cozinha da casa do governador. Não iremos dar um emprego de vice. Temos que ter responsabilidade com o Rio Grande do Norte”, finalizou o deputado.

Já para o Senado, apenas um nome será apresentado, apesar de duas vagas estarem em disputa no próximo pleito: o de Geraldo Melo (PSDB). “Se analisarmos as últimas campanhas, normalmente só sai um candidato a senador forte. Sempre se elegeu um senador de um lado; e outro, de outro. As chapas, para isso, colocavam um candidato a senador laranja, para cumprir tabela. Optamos por não fazer isso, até porque a população está muito atenta”, acrescenta Fábio.

A convenção do PSD que vai confirmar a candidatura de Robinson e a aliança com os demais partidos será realizada no dia 29 de julho, próximo domingo.

Agora RN

Deputado Kelps cumprirá agenda em São Paulo do Potengi nesta sexta (20)

O Deputado Kelps Lima, pré-candidato a reeleição a Deputado Estadual, juntamente com sua comitiva cumprirão agenda política em Santa Maria, São Pedro e por último em São Paulo do Potengi nesta sexta-feira, 20. Kelps percorre o RN para conversar com suas bases e fortalecer cada vez mais os candidatos do Solidariedade para o pleito de 2018.

Com a presença do ex-prefeito de Natal, PDT confirma candidatura de Ciro Gomes à Presidência

O PDT confirmou nesta sexta-feira (20) o ex-governador do Ceará Ciro Gomes como candidato à Presidência da República pela legenda durante a convenção nacional do partido, em Brasília. O nome de Ciro foi eleito por aclamação dos filiados que participaram do evento.

Em seu primeiro discurso como candidato, Ciro Gomes disse que o Brasil é um país “grande e com recursos” para “oferecer uma vida feliz ao povo”.

“O que está faltando é coesão, debate franco sobre o Brasil que queremos”, declarou.

Ciro Gomes citou os altos índices de desempregados e de brasileiros que trabalham na informalidade e disse que, se eleito, investirá na geração de empregos e renda.

“[Precisamos] acabar com a vergonha da extrema pobreza, avançar na educação e em uma saúde que atenda a mínima dignidade do povo, apostar na diversidade, e investir na ciência e na tecnologia”, disse o pedetista, enumerando as prioridades caso se torne presidente do país.

O candidato afirmou que é necessário acabar com “a cultura de ódio” no país. “Acabar com essa ideia de brasileiro contra brasileiro se ferindo pela internet”, disse.

O político declarou que precisará de todos os segmentos da sociedade, “porque ninguém é dono da verdade”. “Apesar de alguns quererem tratar [isso] com frases de efeito”, afirmou.

Durante o discurso, Ciro afirmou ainda, sem citar exemplos, que vai “perseguir” e “encerrar” cada privilégio.

“Vou olhar com uma lupa cada conta, cada privilégio. Comigo privilégio vai ser perseguido e encerrado, seja de quem for. Poderosos, como se acham que são, cada privilégio será trazido à denúncia pública”, disse o candidato.

Carreira política

A eleição presidencial de 2018 será a terceira tentativa do político de chegar ao Palácio do Planalto. Ciro concorreu nas eleições de 1998 e de 2002, mas jamais chegou ao segundo turno.

Atual vice-presidente do PDT, Ciro Gomes foi ministro da Fazenda entre setembro de 1994 e janeiro de 1995, período final do governo Itamar Franco e início do governo Fernando Henrique Cardoso.

Advogado, Ciro também foi ministro da Integração Nacional, entre janeiro de 2003 e março de 2006, no primeiro mandato de Luiz Inácio Lula da Silva.

Ex-governador do Ceará e ex-prefeito de Fortaleza, Ciro Gomes já foi deputado federal e está no sétimo partido desde que entrou para a política (também foi filiado a PDS, PMDB, PSDB, PPS, PSB e PROS).

Ciro Gomes, candidato do PDT à Presidência da República, discursa durante convenção do partido em Brasília. (Foto: Alessandra Modzeleski/G1)

Compareceram ao evento, o presidente da legenda, Carlos Lupi, o irmão de Ciro Gomes, Cid Gomes, o ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves e também os deputados que representam o partido na Câmara dos Deputados.

No discurso de abertura do evento, o presidente do PDT comentou críticas ao tom das declarações de Ciro Gomes.

“Como dá pra ser mole com o Brasil com tanta desgraça, com tanta corrupção, com tanto golpista no Palácio do Planalto?”, questionou.

E acrescentou: “Aqueles que te atiram pedras são os mesmos que vão ver você construir o futuro da nação brasileira”.

G1

Cacilda Pereira homologa sua pré-candidatura a Federal na manhã desta sexta (20)

Na manhã desta sexta-feira, 20, em ato formal na sede do Solidariedade o Deputado Kelps Lima, Presidente do Partido no RN, homologou as candidaturas dos pré-candidatos que irão concorrer ao pleito de 2018. Dentre os candidatos que vão disputar as eleições, está de Cacilda Pereira, Diretora do Lar São Camilo de Lélis de São Tomé/RN.

Na região Potengi, mas precisamente no município de São Tomé/RN, temos a pré-candidatura de Miguel Salustiano, a Deputado Estadual pelo PT e de Jojó Vaqueiro, a Estadual também pelo solidariedade.

Ao nosso blog, Cacilda mostrou-se muito feliz: “Foi uma decisão que tive pela fé e hoje tenho muito orgulho de ter conhecido o Solidariedade. Estou muito orgulhosa de fazer parte, já me considero uma pessoa vitoriosa, vitoriosa em um bom sentido, por ter coragem de apresentar o meu Potengi, onde fui criada, onde fui gerada, estudei e casei”.

Kelps Lima concedeu entrevista ao “Sala de Debate” da Web Rádio São Paulo

Em entrevista por telefone no programa SALA DE DEBATE da Web Rádio São Paulo ao apresentador Lucas Tavares, o deputado e pré-candidato a reeleição, Kelps Lima, falou sobre a convenção partidária que o partido fez na manhã desta sexta-feira, 20, na sede do Solidariedade em Natal.

“Hoje estamos homologando a candidatura ao governo do Estado do engenheiro Brenno Queiroga, ao senado Federal, Magnólia, as candidaturas de deputado estadual e federal, junto com outros partidos que vão concretizar suas convenções na próxima segunda-feira e apresentar um projeto novo e alternativa para a população do RN”, disse Kelps.

Na ocasião, o SD registrou o plano de governo do Engenheiro Brenno Queiroga, pré-candidato ao governo do RN. O Solidariedade será o primeiro a apresentar o documento que apresenta as metas e estratégias do pré-candidato ao Rio Grande do Norte. E Sérgio Leocádio foi indicado pelo PSC para compor como vice na chapa do engenheiro, Brenno.

Sobre a decisão do Capitão Styvenson, Kelps se mostra muito confiante se o Capitão optar pelo Solidariedade: “Estou torcendo para que isso ocorra, independente dele vim para o Solidariedade ou não. Eu tenho conversado com Styvenson quase que diariamente, ontem a noite tivemos uma conversa, ele me passou que ainda estar terminando de consultar a família e de analisar questões da vida pessoal dele. Se Magnólia e Styvenson tiver de fazer dobradinha, serão os únicos candidatos que não são de oligarquias”.

Kelps, ao ser perguntado sobre a aliança dos Alves com o Rosado na majoritária do pleito de 2018, o mesmo fez duras criticas: “É esse tipo de atitude que o ex-prefeito Carlos Eduardo e ex-governadora Rosalba que faz com que as pessoas tenham nojo da política. Por causa dessas atitudes políticas e desses grupos oligarquos do RN é que as pessoas estão indignadas, com a política, e por esse motivo que o Solidariedade apresenta um projeto alternativo para o RN”.

Daniel Américo: Grande Natal precisa investir em suas vocações econômicas

Liberal e membro do Partido Novo no RN, o professor e empresário da educação Daniel Américo defende que a classe política foque no que realmente importa em termos de investimento principalmente no que diz respeito às vocações naturais do RN, em particular da Grande Natal.

“Teremos tempos difíceis pela frente com incertezas políticas e escassez de recursos e os gestores continuam gastando muito e gastando mal.” – Afirma Daniel, citando ainda que em tempos assim, duas coisas são necessárias: reduzir gastos e aumentar as receitas.

Ainda segundo ele, o aumento de receitas vem com novas oportunidades e os gestores públicos precisam trocar os gastos por investimentos em infra-estrutura de áreas como turismo, logística, transportes, qualificação profissional, tecnologia e entretenimento, com foco nas pequenas e médias empresas, que segundo ele, são as áreas com grande potencial para geração de oportunidades, empregos e renda principalmente na Grande Natal, citando, ainda que o estado precisa ser um facilitador do empreendedorismo com menos impostos, menos burocracia e menos intervenção.

Perguntado se será candidato em 2018, Daniel, diz que não e que seu projeto político para 2018 segue sendo o de ajudar o crescimento do NOVO no RN. Com o pé no chão vamos levar para o RN a mensagem do nosso pré-candidato a presidente João Amoedo e dos nossos pré-candidatos a deputado federal”

Solidariedade registra seu plano de governo nesta sexta-feira

Pré-candidato ao Governo do Estado pelo Solidariedade, o engenheiro civil Brenno Queiroga irá registrar seu plano de governo, nesta sexta-feira (20), a partir das 10h, durante convenção do Partido. O Solidariedade será o primeiro a apresentar o documento que apresenta as metas e estratégias do pré-candidato ao Rio Grande do Norte. As convenções partidárias têm início nesta sexta-feira e podem prosseguir até o próximo dia 05 de agosto, ocasião em que os partidos definem as coligações e escolhem os seus candidatos para as Eleições de 2018. Na ocasião, estarão presentes, além de Brenno Queiroga, o deputado estadual e pré-candidato à reeleição, Kelps Lima, a pré-candidata à senadora, Magnólia Figueiredo, além de demais pré-candidatos e filiados ao Solidariedade.

“Nós temos um projeto consistente, que tem como objetivo principal organizar o nosso Estado, sem precisar de acordos com oligarquias, nem de campanhas caras, que resultam em corrupção, loteamento de governo, ineficiência e incompetência. O nosso Plano de Governo é sério e focado na modernização da máquina pública, no desenvolvimento econômico e na transparência e participação social”, pontuou Brenno Queiroga.

A convenção do Solidariedade será um ato formal, entre às 10h e 12h, no escritório do Partido, localizado à Rua Dr. João Abdon da Silva, 1489, Lagoa Nova, em frente à Praça Kalina Maia.

Por Rodrigo Loureiro

PP, DEM, PRB e SD fecham apoio para Geraldo Alckmin; anúncio será feito na próxima sexta (20)

O Centrão, bloco formado por PP, DEM, PRB e SD, acaba de fechar apoio à candidatura de Geraldo Alckmin.

O anúncio oficial será feito entre sexta (20) e a próxima semana.

A decisão foi tomada durante reunião de líderes com Alckmin em Brasília. Pesaram na decisão o DEM e o PRB, que não queriam apoiar Ciro Gomes (PDT).

Também foi dado como justificativa o medo que Ciro provoca empresariado, o que deve prejudicar, e muito, o financiamento da campanha.

Veja