Categoria: Natal

Prefeitura de Natal adere à Campanha de Conscientização sobre autismo

Prefeitura de Natal adere à Campanha de Conscientização sobre autismo

Para marcar a adesão ao Dia Mundial de Conscientização sobre o Autismo, a Prefeitura Municipal de Natal, através da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) ilumina a fachada do Palácio Felipe Camarão em azul, que é a cor preponderante do Transtorno do Espectro Autista (TEA).

Localizado na Cidade Alta, entre as ruas Ulisses Caldas, Câmara Cascudo e Praça Sete de Setembro, o Palácio Felipe Camarão permanecerá em azul durante todo o mês de abril. O objetivo é garantir a conscientização a respeito do Transtorno e, desse modo, reduzir cada vez mais o preconceito existente contra esse público.

Criada pela Organização das Nações Unidas em 2007, a data é celebrada no dia 2 de abril, para alertar a sociedade sobre esse transtorno de desenvolvimento do cérebro, que afeta cerca de 70 milhões de pessoas no mundo.

De acordo com o secretário da Semsur, Irapoã Nóbrega, é necessário chamar a atenção da sociedade para temas que afetam significativamente a saúde e a vida da população. “Certamente quem passar em frente ao Palácio Felipe Camarão irá querer saber o motivo da campanha”, disse o secretário.

De maneira geral, as pessoas com TEA apresentam dificuldade de interação social e interesses restritos ou repetitivos. Vale salientar que algumas pessoas podem ter o TEA e desenvolver-se de maneira totalmente independente; outras, no entanto, podem necessitar de atenção para a realização de atividades por toda a sua vida. Apesar de não haver cura, terapias são fundamentais para o desenvolvimento do indivíduo e sua maior independência.

Comissão vota para que elevadores tenham sinais sonoros para deficientes visuais

Os vereadores da Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final da Câmara Municipal de Natal, se reuniram nesta segunda-feira (12) e aprovaram, entre os diversos projetos apreciados, um que obriga a instalação de sinalização sonora nos elevadores dos prédios, informando o andar no qual se encontra o mesmo.

O autor do Projeto de Lei 23/2019, vereador Preto Aquino (PSD), destacou que estão incluídos elevadores de prédios comercias, residenciais e mistos para assegurar independência e segurança aos deficientes visuais. “Todo projeto que trata da segurança ja é relevante, ainda mais quando se refere à pessoa com deficiência”, ressaltou.

A matéria recebeu emenda do vereador e presidente da Casa, Paulinho Freire (PDT), esclarecendo que o projeto refere-se à novos elevadores, instalados após a publicação da lei. “A emenda de Paulinho veio para dar viabilidade ao projeto porque também se estende àqueles já instalados e que tenham tecnologia compatível para a instalação”, pontuou a vereadora Nina Souza (PDT), líder da bancada governista.

A comissão apreciou, ainda, vetos do Executivo Municipal aos projetos do ex-vereador Cícero Martins, que trata sobre os cuidados no uso de caçambas estáticas coletoras de entulho; e do vereador Felipe Alves (PDT), que dispõe sobre o programa de combate a pichações e depredações. Os vetos foram mantidos. Já o que se refere ao Projeto de Lei nº 144/2020, de autoria do vereador Robson Carvalho (PDT), foi rejeitado. “É um projeto que garante acompanhamento psicológico aos profissionais de saúde. Vai ao encontro de um outro projeto de nossa autoria que busca disponibilizar o mesmo atendimento para familiares e pacientes da doença”, destacou o vereador Klaus Araújo (SDD).

Em pauta, outras propostas receberam pareceres favoráveis da comissão. Como o Projeto de Lei nº 146/19, da vereadora Júlia Arruda (PC do B), que reconhece o Beco da Lama como Patrimônio Cultural; e o de nº 02/2021, da vereadora Ana Paula (PL), para a construção e a reforma de moradias para a população de baixa renda.

“O trabalho da comissão tem sido cada vez mais produtivo. Além do que apreciamos nas reuniões, temos projetos relacionados ao enfrentamento da pandemia da covid-19, que chegam em regime de urgência e são analisados em plenário. Em todos os casos, há o olhar técnico para que não haja intervenção posterior no sentido de questionar a legalidade e constitucionalidade do que aprovamos”, ressaltou o vereador Kleber Fernandes (PSDB). A vereadora Camila Araújo (PSD) e o vereador Aldo Clemente (PDT) também participaram da reunião.

Governadora afirma que aulas presenciais retornam quando condições epidemiológicas permitirem

Jornada Pedagógica 2021 discute reforço ao ensino remoto que já atua com 120 mil salas virtuais

A governadora do Rio Grande do Norte, professora Fátima Bezerra, acompanhada do vice-governador Antenor Roberto, abriu na manhã desta segunda-feira, 12, por meio virtual, a Jornada Pedagógica 2021 da rede estadual de ensino promovida pela secretaria de Estado da Educação e Cultura (Seec). O evento acontece até o próximo dia 14 com o tema “2021: Freire-Ano da Educação Potiguar”.

Durante três dias serão realizadas telas de diálogos, círculos de cultura e apresentações de experiências da rede estadual de educação diante do ensino não presencial. A governadora afirmou que “a semana pedagógica brota com o desejo de voltarmos às salas de aula, já que a educação é a escola e não temos como imaginar nação civilizada sem educação. A educação é um passaporte para a cidadania como Paulo Freire nos ensinou. Mas o Comitê Científico diz neste momento que não é recomendado o retorno às aulas presenciais e, por isso, estamos discutindo nesta jornada o ensino remoto para que possamos chegar ao maior número de alunos”.

A governadora citou as iniciativas do governo estadual para permitir o ensino remoto. “É certo que precisamos avançar com as ferramentas tecnológicas, o Governo fez contrato com a TV Bandeirante em canal aberto para disponibilizar aulas aos alunos que não têm acesso a computador e celular. Em Caicó, temos experiência exitosa com o rádio levando conteúdo aos alunos. E também entregamos material impresso na casa dos alunos que não têm acesso à internet. Além disso, asseguramos o direito do estudante à merenda escolar. Muitos estudantes são oriundos de famílias pobres e precisam do reforço alimentar. E este ano vamos continuar fornecendo a merenda”, registrou.

Fátima lembrou sua história de vida como educadora, parlamentar e agora governadora. “Estamos lutando incansavelmente para incluir os profissionais de educação como prioritário no Plano Nacional de Imunização (PNI) desde o ano passado. Não descansarei enquanto não anteciparmos a votação dos profissionais da educação, e isto se justifica pela importância da educação. Junto aos demais governadores enviamos carta ao ministro da Saúde e da Educação solicitando a vacinação dos profissionais da educação. Para isso o Governo Federal precisa adquirir mais vacinas.”

Ela lembrou que enquanto parlamentar foi relatora da Lei do Fundeb e participou da luta pelo piso salarial da educação e que, ao lado do professor Getúlio Marques, secretário de educação, lutou pela ampliação dos Institutos Federais de Educação Tecnológica. “Nasci para ser educadora”, afirmou aos mais de quatro mil participantes da Jornada. Acrescentou ao seu discurso a série de investimentos que a atual gestão fez no setor que ultrapassam o que a constituição determina. “Contratamos 1.300 novos educadores e suporte pedagógico, 117 professores de libras, investimos 34 milhões no transporte escolar, convertemos mais 15 escolas em tempo integral. Entregamos 25 das 40 escolas que estão sendo reconstruídas e equipadas em todo o estado. E vamos investir R$ 260 milhões da diferença do Fundeb, que ganhamos judicialmente, em centros de educação profissionalizante. Tudo isso para avançarmos na cidadania e dignidade do nosso povo. Na educação superior estamos investindo para fortalecer e dar autonomia financeira à UERN”, destacou.

Ao finalizar, a chefe do Executivo estadual foi taxativa: “as atividades presenciais na educação vão retornar quando as condições epidemiológicas avalizadas pelo Comitê Científico permitirem. Deixo duas frases de Paulo Freire que sempre nos inspiram – Ensinar não é só transferir conhecimento, mas criar condições para sua construção; e educar é, antes de tudo, um ato de amor. E mais do que nunca precisamos de amor, de compreensão e cooperação para superarmos as dificuldades”, concluiu.

Secretário de Estado da Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Seec), Getúlio Marques reforçou as iniciativas do Estado para ampliar o ensino remoto. “Desde 2020 vimos fortalecendo a educação com a contratação de professores, saímos de 300 para 120 mil salas virtuais, o que mostra que estamos cuidando dos nossos alunos. Professores, alunos e gestores, todos contribuem para aperfeiçoar o sistema remoto e a jornada é um dos eventos mais importantes para implementarmos a educação de qualidade que todos queremos. A cultura, o esporte e o lazer fazem parte da educação e por isso devem estar integradas, inclusive na reinvenção das práticas pedagógicas”, disse.

Sobre o reinício das aulas presenciais, Getúlio argumentou: “a pandemia nos levou ao ensino não presencial. Os ensinamentos do mestre Paulo Freire se fazem muito importantes neste momento para garantir o direito dos estudantes. A vida não se recupera, mas a aprendizagem sim. Defendemos voltar logo que tenhamos toda segurança referendada pelo conhecimento científico e segurança sanitária para que não fique em risco a vida de alunos, familiares e professores. Vamos fazer juntos a educação no RN seguindo os ensinamentos de Paulo Freire”.

A abertura do evento contou também com a participação da deputada estadual Isolda Dantas, presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, e do deputado estadual Francisco Medeiros, professor da rede estadual de ensino. Isolda considerou que a educação tem o poder de transformar e citou Paulo Freire como o grande defensor da educação libertadora. “Com esta jornada o Governo do Estado resgata os ensinamentos e a importância do educador”, pontuou.

O deputado Francisco Medeiros disse que a jornada é uma homenagem justa ao patrono da educação brasileira. “Principalmente, diante da atual conjuntura de dificuldades que exigem educação democrática e com justiça social. Neste ano do centenário de Paulo Freire, quero ressaltar o compromisso dele com a educação inclusiva, de qualidade e transformadora de vida.”

O ato de abertura contou ainda com a participação da secretária adjunta da Educação, Márcia Gurgel; adjunta do Gabinete Civil, Socorro Batista; subsecretário estadual de esportes, Canindé França; presidente da Fundação José Augusto, Crispiniano Neto e dirigentes de sindicatos, instituições representativas dos conselhos estadual e municipais de educação, representações da UERN, da UFRN e dos estudantes.

Inscrições para o concurso público do Itep/RN estão abertas

Valores das inscrições variam de R$ 90 a R$ 130. Processo é todo feito pelo site do Instituto AOCP

As inscrições para o concurso público do Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (Itep/RN) já estão abertas. A inscrição deve ser feita exclusivamente no site do Instituto AOCP (www.institutoaocp.org.br), que é a empresa contratada para o certame. Para os cargos de nível médio, a taxa é de R$ 90; assistente técnico forense, R$ 110; e os demais cargos de nível superior, R$ 130.

O concurso contará com 276 vagas – incluindo 16 destinadas às PcD (Pessoas Com Deficiências) – distribuídas para as cidades de Natal, Mossoró, Caicó e Pau dos Ferros, englobando os cargos de perito criminal (área geral e específica), perito médico legista, perito médico legista na área de psiquiatria, perito odontolegista, assistente técnico forense, agente técnico forense e agente de necropsia, sendo os dois últimos destinados aos profissionais de nível médio e das demais para nível superior.

As remunerações partem dos R$ 2.807,36 e podem chegar até R$ 7.440. No decorrer da carreira, o salário de um servidor do Itep-RN pode chegar a R$ 22.382,94 (dependendo da função). Essa possibilidade se deu após a governadora Fátima Bezerra promover, em 2020, o Plano de Cargos, Carreiras e Salário da categoria.

As provas objetivas e discursivas estão previstas para o dia 27 de junho do corrente ano, e serão aplicadas em Natal, mas poderão ser aplicadas, também, em cidades vizinhas, caso o número de inscritos exceda a capacidade de alocação do município.

Natal inicia campanha contra Influenza nesta segunda

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

A Prefeitura do Natal inicia nesta segunda-feira (12) a aplicação da vacina contra Influenza, também conhecida como vacina contra gripe. Para receber a dose da vacina, a capital estará disponibilizando 20 Unidades Básicas de Saúde (UBS) e o drive-thru do portão 03 no Ginásio Nélio Dias, atingindo todas as zonas da cidade. Na terça-feira (13) o drive do Palácio dos Esportes passa a funcionar exclusivamente com a oferta da vacina contra Influenza.

Em 2021 a campanha acontece simultaneamente com a vacinação contra a Covid-19, devendo haver intervalo de 14 dias entre as aplicações quando coincidir o público-alvo das etapas, priorizando o esquema vacinal das doses de Coronavac ou Oxford.

A Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS/Natal) planeja atingir 90% do público de 323.842 pessoas conforme meta do Ministério da Saúde. Inicialmente o público-alvo da capital são crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes e puérperas ( Mães com até 45 dias de pós-parto), que deverão buscar um dos pontos vacinais da cidade a partir desta segunda (12). A SMS/Natal vai anunciar durante a semana novas estratégias e planeja enviar as doses dos trabalhadores da saúde para imunização no próprio local de trabalho.

“Vamos começar uma grande campanha de vacinação dentro de outra muito importante. Por isso, estamos definindo etapas escalonadas direcionadas aos públicos da primeira fase e postos estratégicos para que a gente possa atingir de forma eficiente a maior quantidade de pessoas possível em locais diferentes da outra vacina”, comenta George Antunes, Secretário Municipal de Saúde.

O Ministério da Saúde preconiza que a campanha de Influenza aconteça de 12 de abril à 09 de julho em três fases:

Fase 1 (12/04 à 10/05) – Crianças de seis meses a menores de seis anos de idade, gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde;

Fase 2 (11/05 à 8/06) – idosos com 60 anos e mais, professores do ensino básico e superior de escolas públicas e privadas;

Fase 3 (09/06 à 09/07) – doentes crônicos e outras condições clínicas especiais, pessoas com deficiência, forças de segurança e salvamento, forças armadas, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Confira a lista dos locais de vacinação:

Drive Nélio Dias – Av. Guararapes, s/n. Lagoa Azul (Portão 03).

Drive Palácio dos Esportes – Rua Trairi, 516. Petrópolis (a partir de terça-feira, 13 de abril – EXCLUSIVO PARA INFLUENZA).

Distrito Sanitário Norte I

USF Vista Verde – Rua Linda Batista, 18 – Pajuçara

USF África – Av. Dr João Medeiros Filho, 02 – Redinha

USF Cidade Praia – Rua São Caetano, 520 -Lagoa Azul

USF José Sarney – Rua dos Lírios, 231 – Lagoa Azul

Distrito Sanitário Norte II

USF Potengi – Av. Itapetinga, 02. Conjunto Santarém

USF Igapó – Rua São Tiago, 01. Igapó

USF Parque dos Coqueiros – Rua das Pedrinhas, s/n. Parque dos Coqueiros

USF Pedra do Sino – Rua Pedra do Sino, s/n. Conjunto Soledade I

Distrito Sanitário Leste

USF Aparecida – Rua Guanabara, 1050 -Mãe Luiza

Distrito Sanitário Oeste

USF Guarapes – Rua Lagoa Seca, 74.

USF Bom Pastor – Rua Augusto Calheiros, 01

UM Felipe Camarão – Rua da Tamarineira, 25

USF Quintas – Travessa Luiz Sampaio, 712

UBS Esperança – Av. Pernambuco, 214

USF Novo Horizonte – Rua dos Paiatis, 128

USF Felipe Camarão III – Rua Itamar Maciel, 360

Distrito Sanitário Sul

UBS Ponta Negra – Rua José Medeiros, 01

UBS Pirangi – Av. São Miguel dos Caribes, 650

USF Planalto – Rua Comunidade Shalom, 15

UBS Jiqui – Rua União dos Palmares, 11

Solicitação do vereador Robson Carvalho é atendida e Prefeitura de Natal disponibiliza aplicativo que permite acompanhar em tempo real os locais de vacinação

O natalense já passa a contar com uma ferramenta digital que informará qual o melhor local para receber a vacina contra a COVID-19. O vereador Robson Carvalho comemorou hoje, em suas redes sociais, o lançamento da plataforma digital “Natal Vacina”. A ferramenta informa quais pontos de vacinação registram pouca ou grande demanda. A iniciativa foi apresentada pelo parlamentar durante sessão ordinária da Câmara Municipal de Natal.

A ideia é que as pessoas, antes de saírem de casa, acessem o portal para saber como estão os pontos de vacinação, evitando, portanto, longas esperas. “Mais uma excelente notícia que compartilho com vocês! Semana passada apresentamos uma proposta para a Prefeitura de Natal, por meio da Secretaria de Planejamento, para usar a tecnologia a nosso favor, criando um aplicativo que pudesse orientar sobre a vacinação, com o objetivo de reduzir as filas e evitar aglomerações. Hoje, nossa solicitação foi atendida com o lançamento do portal Natal Vacina”, frisou Robson. O parlamentar finaliza a postagem reforçando a importância do trabalho e da união neste momento crítico que vivemos: “Isso é mais uma prova de trabalho, inovação e força de vontade. Unidos, podemos fazer muito mais”

Por meio do link https://vacina.natal.rn.gov.br/ é possível visualizar em tempo real quais pontos em operação registram pouca ou grande demanda.

Seturn alega situação “caótica” e cobra licitação dos transportes em Natal

Josenilson Rodrigues / Busão de Natal

O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal (Seturn) divulgou uma nota nesta sexta-feira cobrando da Prefeitura do Natal a realização de uma licitação para resolver os “percalços no transporte”. Segundo o Seturn, o sistema “opera sem regras estabelecidas pelo órgão gestor, sobretudo, por parte da Prefeitura do Natal”.

Para o sindicato, a crise no setor de transporte em Natal já vem se arrastando ao longo dos anos e com a pandemia, se tornou caótica.

“O fato é que as empresas de ônibus precisam receber suas obrigações por parte da prefeitura como também, o órgão municipal, precisa assumir suas responsabilidades na gestão do transporte; cada um tendo seus direitos e deveres como rege qualquer tipo de contrato”, defende. (Leia a nota na íntegra abaixo).

SETURN: Licitação para o setor de transporte já!

Há 11 anos que o sistema de transporte público de Natal, opera sem regras estabelecidas pelo órgão gestor, sobretudo, por parte da Prefeitura do Natal. Vários gestores que estiveram como chefe do poder executivo municipal nos anos anteriores, prometeram a realização de uma licitação para resolver esses percalços no transporte, mas nos últimos anos, nada foi concretizado, inclusive, com duas tentativas fracassadas. 

A crise no setor de transporte em Natal já vem se arrastando ao longo dos anos e com a pandemia, se tornou caótica. O fato é que as empresas de ônibus precisam receber suas obrigações por parte da prefeitura como também, o órgão municipal, precisa assumir suas responsabilidades na gestão do transporte; cada um tendo seus direitos e deveres como rege qualquer tipo de contrato.

O que não é mais aceitável é o poder executivo municipal continuar sem se posicionar, sendo omisso aos problemas no transporte público de Natal, e permanecer sem apresentar uma atualização da Planilha Tarifária às empresas permissionárias, o que as impedem de investirem na renovação da frota e na manutenção dos seus veículos, pelo fato da atual tarifa ser insuficiente para isso. Sem atualizar a planilha com os gastos e nem os reajustes sofridos com os combustíveis ao longo dos anos, nunca chegaremos a um equilíbrio financeiro desejado, e muito menos, ofereceremos um serviço de qualidade aos nossos clientes. 

Nos últimos 10 anos a frota envelheceu, e 30% dos passageiros pagantes migraram para outros meios de transporte por insatisfação; o que só agrava a cada dia a situação financeira vivida pelas empresas de ônibus. Como conseguir manter um serviço de qualidade, atendendo satisfatoriamente aos nossos clientes, sem o poder público municipal cumprir com suas obrigações legais? Se continuarem omissos à crise, querendo que as empresas apenas sobrevivam, não avançaremos em nada e o problema continuará longe de ser resolvido. 

A crise é nacional, mas pelo menos em algumas cidades do país, as autoridades já destinaram receitas públicas para socorrerem as empresas de suas cidades, evitando assim, o colapso dos seus serviços. Em Natal não pode ser diferente, é preciso medidas urgentes que garantam que o setor não pare e se mantenha. Conclamamos, por fim, as autoridades competentes que olhem para o transporte público e enxerguem o quanto esse serviço é essencial e indispensável para dezenas de milhares de natalenses diariamente. 

Natal (RN), 9/4/2021

Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal
SETURN

Grande Ponto

Comissão de Educação retoma trabalhos na Câmara Municipal de Natal

A Comissão de Educação, Cultura, Ciência, Tecnologia e Inovação da Câmara Municipal de Natal realizou sua primeira reunião do ano, na manhã desta sexta-feira (09), com nova composição. Na pauta, a definição do calendário de atividades da comissão permanente, que se reunirá uma vez por semana no formato virtual e o encaminhamento de projetos de lei para relatoria. De acordo com a vereadora Júlia Arruda (PCdoB), presidente do colegiado, as atividades serão implementadas de forma coletiva e participativa.

“Faz-se necessário mostrar para a população que estamos acompanhando as ações do Poder Público. Tudo coletivamente, contando com o apoio de todos que estão dispostos a ajudar. Afinal, a conjuntura é complicada, haja vista que poucas áreas estão sendo tão impactadas pela pandemia do novo coronavírus como a educação. Em Natal, a perspectiva é de termos aumento significativo da evasão escolar”, afirmou Júlia Arruda.

“Os setores cultural e de economia criativa também estão entre os mais prejudicados pela pandemia. Com a necessidade de isolamento social, atividades em museus, casas de espetáculos, teatros, cinemas, startups e outros segmentos foram suspensas, o que inviabilizou projetos em andamento e a manutenção de postos de trabalho. Portanto, vamos trabalhar para atenuar essas situações”, completou.

De acordo com o vereador Hermes Câmara (PTB), 16 matérias foram designadas para relatoria. “São projetos importantes que chegam para incentivar a educação, cultura, ciência e esporte. Iniciamos hoje os trabalhos com os devidos cuidados sanitários e a responsabilidade que o momento exige. Esperamos manter um ritmo dinâmico das atividades e trazer debates que contribuam com o desenvolvimento da nossa cidade”.

A vereadora Brisa Bracchi (PT) e os vereadores Bispo Francisco de Assis (Republicanos) e Robério Paulino (PSOL) também participaram da reunião.

Mais de 9 mil não receberam segunda dose da vacina no Rio Grande do Norte

Aproximadamente 9,090 mil pessoas no Rio Grande do Norte, elegíveis para a imunização contra a Covid-19 na primeira e segunda fases da campanha, não retornaram aos Postos de Saúde ou drive-thrus para a aplicação da segunda dose do imunizante até hoje. A informação é do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LAIS/UFRN). Em todo o Estado, Natal é a cidade que registra o maior quantitativo de segundas doses não aplicadas: 3.511.

Por grupos prioritários, a população de 80 anos ou mais foi a que mais faltou ao local de vacinação para tomar a segunda dose do imunizante: 3.067 idosos. Em pessoas de 75 a 79 anos, o quantitativo é de 1.438. Em trabalhadores da saúde, o total é de 1.196. Para o diretor executivo do LAIS/UFRN, Ricardo Valentim, o problema pode ser explicado por dois fatores: a estruturação do processo de imunização e a falta de automatização no registro dos vacinados.

“Muitas coisas que os municípios estão repetindo são muito parecidas com o que se fazia no período da Influenza e de outros processos de imunização que foram bem sucedidos no Brasil, mas que não tinha escassez de vacina nem a necessidade de um processo de organização mais criterioso. Neste caso, vem uma vacina escassa, com uma demanda muito grande e que exige do município um nível de transparência maior porque é um insumo extremamente vital”, frisa Ricardo Valentim.

A organização do processo vacinal contra a Covid-19 está também diretamente ligada à informatização dos cadastros. No Estado, a plataforma que acompanha a campanha de imunização, o RN+Vacina, tem 910.599 pessoas cadastradas para uma população que ultrapassa os 3 milhões de habitantes.

Além disso, atualmente, poucos municípios realizam instantaneamente o cadastro da população no momento exato da aplicação da dose. Portanto, parte dos atrasos na segunda dose pode ser resultante da falta de integração no RN+ Vacina, do que a real ausência da população. “Não adianta chamar a população, acumular um monte de papel e depois ter que colocar alguém para digitar”, frisa Ricardo Valentim.

Com a informatização do processo, ao invés das fichas preenchidas no momento da vacinação pelos profissionais, basta colocar o CPF da pessoa que já está pré-cadastrada na Plataforma do LAIS. O procedimento dura de 30 segundos a 1 minuto. Como alguns pontos de vacinação funcionam em locais com acesso à internet, a mudança não seria problema e seria automática, sem precisar dispor de alguém posteriormente para realizar o cadastro virtual. A inserção na Plataforma pode ser conferida instantaneamente pelo Governo do Estado e também pela União.

O lançamento de doses no sistema virtual demora, em média, de quatro a cinco dias. Porém, algumas localidades já chegaram a atrasar por mais de trinta dias. Esse retardo pode influenciar, por exemplo, na busca ativa pela população que já está vacinada ou próxima da segunda dose, e que poderia ser observada por cada região, já que no cadastro na Plataforma o telefone e e-mail são disponibilizados.

O processo pode servir também para o caso da população acamada que não pode comparecer aos pontos de vacinação. “No RN+Vacina, o município tem como olhar os pacientes que já tomaram a vacina, estão perto da segunda dose e disparar e-mail para eles ou demandar alguém para fazer ligações. Em municípios maiores, como Natal, dá mais trabalho mas uma alternativa é usar a grande imprensa”, sugere Ricardo Valentim.

Orientação
Para o caso da população que realmente perdeu a segunda dose da vacina contra a covid-19, a pessoa deve procurar imediatamente um ponto de vacinação e solicitá-la. Para a CoronaVac, o intervalo das doses pode ser de de 2 a 4 semanas (14 a 28 dias). Já na vacina de Oxford, o intervalo é de 4 a 12 semanas.

Nota
“A Secretaria Municipal de Saúde de Natal, em cumprimento a decisão proferida no processo judicial nº 0801414-44.2021.8.20.5300, que determina adequações para continuidade da vacinação dos profissionais/trabalhadores de saúde, solicita que os estabelecimentos de saúde remetam à SMS/Natal lista com as informações sobre profissionais/trabalhadores de saúde, contendo o nome do profissional, função e local de trabalho, devendo especificar o grau de exposição de acordo com o PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais), de modo a demonstrar o risco, ainda que intermitente, de contaminação pelo coronavírus.

A documentação (lista de profissionais/trabalhadores de saúde e cópia do PPRA) deve ser protocolada exclusivamente no Apoio ao Gabinete, localizado no 2º andar da SMS Natal, com endereço à Rua Fabrício Pedroza, 915, Areia Preta no horário das 8h às 16h, de segunda a quinta feira e na sexta feira, no horário das 8h às 12h.”

TRIBUNA DO NORTE

Explosão atinge imóveis e deixa pessoas feridas no bairro das Rocas, em Natal

Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Uma explosão que aconteceu no início da manhã desta sexta-feira (9), atingiu imóveis e deixou pelo menos sete feridos no bairro das Rocas, na Zona Leste de Natal. Segundo relato de vizinhos, o caso aconteceu por volta das 6h na Rua São João de Deus. De acordo com o Corpo de Bombeiros, pelo menos quatro imóveis foram atingidos, mas a Defesa Civil também deverá vistoriar outros prédios e definir se correm algum risco de desabamento. Em uma das casas, cinco pessoas ficaram feridas. Duas foram resgatadas pelas equipes do Corpo de Bombeiros e Samu. Uma delas, estava em um primeiro andar e foi tirada do local por meio de uma escada, usada como maca. Outras três, entre elas uma criança, foram levadas ao hospital pela própria população.

Segundo os bombeiros, além das cinco pessoas da mesma família, um homem que estava na casa vizinha e seria proprietário dos imóveis, também ficou ferido. Uma criança que mora em outra casa ao lado também foi atingida.

O Hospital Walfredo Gurgel confirmou a entrada de cinco vítimas na unidade: três adultos estão com queimaduras extensas e em avaliação com o cirurgião, no setor de queimados do hospital. Um adulto sofreu fratura na perna e está bem e a criança sofreu fraturas na face e crânio e está passando por avaliação.

Militares no local disseram que uma das possíveis causas da explosão seria vazamento de gás de cozinha, porém, ressaltaram que somente a perícia poderia confirmar.

A Defesa Civil e o Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) eram aguardados no local até a publicação desta matéria.

Com G1-RN

Open chat