Categoria: Natal

Secretaria de Saúde planeja desativar hospital Ruy Pereira até dezembro

O plano que detalha as próximas ações referentes ao Hospital Dr Ruy Pereira Santos mostra que a ideia da Secretaria de Estado da Saúde Pública do RN (Sesap-RN) é fechar a unidade até o final do ano, ao passo em que abre 65 leitos para substituir os atuais em outros dois locais, com conversas avançadas com a secretaria. O objetivo é abrir 40 espaços junto ao Hospital Coronel Pedro Germano (Hospital da PM), em meados de novembro, e outros 25, referentes a serviços de alta complexidade, no Hospital Universitário Onofre Lopes (Huol), até o final do ano.

“O fundamental é que tenhamos outros espaços que vão absorvendo de forma paulatina o paciente que está precisando do Ruy Pereira. Na verdade, a rigor, os pacientes não vão ser nem transferidos. Os novos pacientes é que devem ser encaminhados para os novos espaços e consequentemente os que estão dentro do hospital vão tendo seus procedimentos resolvidos e recebendo alta. Essa é a ideia.”, informa o secretário adjunto da Sesap, Petrônio Spinelli, ao jornal TRIBUNA DO NORTE.

No tocante ao hospital da PM, segundo Petrônio Spinelli, um termo de cooperação técnica entre a Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) e a Sesap, está pronto, aguardando a assinatura da governadora Fátima Bezerra. Já com relação ao Huol, o hospital universitário informou à reportagem que o setor de hemodinâmica está disponível para recebimento dos novos leitos, apesar de necessitar de pequenos ajustes. A posição do hospital, no entanto, é de que o quadro de funcionários deverá ser viabilizado pela Sesap. O contingente de servidores necessários não foi informado. No caso do atentimento ambulatorial, também oferecido pelo Ruy Pereira atualmente, o secretário adjunto afirma que este serviço deve ser descentralizado para atendimento municipal, na rede básica.

Para continuar lendo é só clicar aqui: http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/sesap-planeja-desativar-hospital-ruy-pereira-ata-dezembro/462659

TRIBUNA DO NORTE

Inscrições para o II Concurso Go Unicórnio de Startups estão abertas

Fórum Negócios fomenta ecossistema de startups do Nordeste e estimula desenvolvimento do empreendedorismo

Estão abertas as inscrições para a segunda edição do concurso de startups GO UNICORNIO!, que será realizado dentro do FÓRUM NEGÓCIOS 2019, o maior evento de empreendedorismo do Norte e Nordeste. A missão do projeto, idealizado pela Acarta Comunicação e Revista Negócios, é incentivar novos empreendedores, gerar oportunidades de investimentos no ecossistema potiguar, conectando investidores aos agentes da inovação. As inscrições e o regulamento estão disponíveis no site www.forumnegocios.com.br.

As startups interessadas em participar deverão enviar um documento-apresentação pelo formulário do site, em formato livre, ainda não necessariamente sendo o pitch. É importante que o participante leia o regulamento antes de submeter a inscrição. O concurso é aberto à inscrição de projetos de qualquer natureza, mas a preferência será dada àqueles que já tenham ultrapassado a fase de ideação. Ao final, serão selecionados 4 (quatro) participantes. Estes serão os finalistas a se apresentarem no palco principal do FÓRUM NEGÓCIOS, no dia 9 de novembro de 2019.

A primeira edição do GO UNICÓRNIO foi realizada em 2018. A startup vencedora recebeu aporte de R$ 250 mil em investimentos dos investidores. O concurso simula apresentações do programa de TV Shark Tank Brasil e a banca de jurados é formada por palestrantes, investidores e profissionais da Revista Negócios e do Fórum Negócios. Antes do dia do evento, as startups passarão por uma preparação para enfrentar os tubarões no palco principal.

Deputados apuram se titular da Seplan cometeu crime de responsabilidade

José Aldenir/Agora RN

A Comissão de Administração da Assembleia Legislativa pediu à Procuradoria da Casa que apure se o secretário de Planejamento e Finanças do Governo do Estado, Aldemir Freire, cometeu crime de responsabilidade ao não atender a um pedido de informações enviado desde setembro.

De acordo com o deputado estadual Kelps Lima (Solidariedade), um dos integrantes da comissão, Aldemir Freire é chamado na Assembleia desde setembro, mas até agora não compareceu. O deputado afirma que a solicitação começou como um convite, mas que, diante da recusa, foi aprovada uma convocação – que o secretário é obrigado a atender, sob pena de perder o cargo.

Os parlamentares da Comissão de Administração querem que o secretário preste contas de movimentações financeiros envolvendo verbas de órgãos da administração indireta do governo, como o Departamento de Trânsito (Detran) e o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema). Desde agosto, os caixas desses órgãos foram unificados ao caixa do Poder Executivo.

“Não é nossa intenção prejudicar a pessoa do secretário, mas precisamos apurar se houve crime de responsabilidade, sob pena de desmoralização da Assembleia e a instituição de que aqui é um anexo do Governo do Estado”, afirmou Kelps. “Desde o dia 4 de outubro, o secretário não responde às minhas mensagens no WhatsApp”, tinha dito o deputado na sessão de quarta-feira, 16.

Além do pedido à Procuradoria, os deputados reforçaram a convocação de Aldemir na sessão desta quinta-feira, 17, da Assembleia e cobraram explicações do secretário. “Esta Casa precisa e deve lutar pelo respeito que possui. É inaceitável que uma comissão que integra esta Casa seja desmoralizada desta forma”, registrou o deputado Coronel Azevedo (PSC), que também integra a comissão, assim como o deputado Gustavo Carvalho (PSDB).

O Agora RN procurou a Secretaria Estadual de Planejamento e Finanças (Seplan) e perguntou por que as solicitações dos deputados não foram atendidas. A pasta não tinha respondido ao questionamento até a publicação desta reportagem.

AgoraRN

Câmara aprova nota de repúdio contra fechamento do Hospital Ruy Pereira

Por unanimidade, os 29 vereadores da cidade do Natal, aprovaram durante a Sessão Ordinária desta quarta-feira (16), a nota de repúdio feita pela Comissão de Saúde da Casa, que critica a possibilidade de fechamento do Hospital Estadual Dr. Ruy Pereira. A estrutura hospitalar atualmente é referência no Rio Grande do Norte em cirurgias vasculares e tratamento de diabéticos. Inaugurado em outubro de 2010, o Hospital Ruy Pereira tinha como principal função desafogar os corredores lotados do Walfredo Gurgel.

Os parlamentares explanaram suas críticas ao fechamento do hospital e aprovaram a união da casa em defesa da população do estado, diante do atual quadro crítico da saúde pública. O vereador Luiz Almir (Sem partido), ressaltou a participação de todos os vereadores na luta pelas pessoas que dependem do serviço público. “Todos nós assinamos a moção. Essa dor é nossa. Que nós façamos um grupo de vereadores e possamos ir com todas essas assinaturas até a Governadora e entregar em mãos para dizer a ela que a casa toda está solidária com o povo mais carente e que sem o hospital não pode ficar”, ressaltou Luiz Almir.

A vice-presidente da CMN, a vereadora Nina Souza (PDT), pediu o empenho dos parlamentares para que seja cobrado o apoio da bancada federal. “Eu quero lembrar que cada um de nós votou em um Deputado Federal e votou em um Senador. Tá na hora de pegar o telefone, pegar o papel e pedir a esse pessoal para colocar algum recurso para o Hospital Ruy Pereira. A hora é essa, a hora é agora. Não adianta só a moção. Obviamente a moção é importante, está dizendo à governadora da nossa indignação, mas é preciso que paralelo a isso façamos sim um trabalho junto à bancada federal pedindo urgentemente recursos de emenda parlamentar para o Ruy Pereira”, pontuou Nina.

“São leitos que serão fechados, não se trata de um, dois, três, se trata de muitos. Então fica aqui a minha indignação, aqui ninguém tem que ser de bandeira, tem que ser os 29 vereadores assinando e cobrando da bancada federal. Cada deputado tem 16 milhões de reais por ano. Se cada um desse tirar 1 milhão, mais os senadores, já resolve. Vamos cobrar e exigir também a participação deles”, acrescentou o vereador Klaus Araújo (SD).

O presidente da Comissão, vereador Fernando Lucena (PT) agradeceu o apoio de todos os vereadores e ressaltou a participação da casa. “Pela primeira vez eu vi a Câmara 100% fechada em prol do povo. Isso nos orgulha porque mostra que o vereador é uma pessoa do povo, sente a dor do povo. Então a Câmara responde de uma forma que me surpreende e mostra que esses vinte e nove que estão aqui representam a população. Aqui não discutimos cores partidárias, nem partidos e sim a saúde do povo.

Ele ainda explicou quais os próximos passos, a partir de agora. “Existem várias propostas, a de procurar a governadora, a de procurar a bancada federal, os senadores e deputados para buscar recursos para o Ruy Pereira, que tira esse discurso de que vai fechar por falta de verbas. Nós vamos resolver e o povo vai ficar com o Ruy Pereira aberto porque é uma necessidade do Rio Grande do Norte”, adiantou.

Segue Nota de Repúdio

Inaugurado em outubro de 2010, o Hospital Ruy Pereira tinha como principal função desafogar os corredores lotados do Walfredo Gurgel. Passados 9 anos de sua fundação, o Hospital Ruy Pereira é considerado referência em cirurgias vasculares e o destino certo de pacientes em tratamento de “pé diabético”. O motivo alegado pelo Secretário de Saúde para o fechamento do Hospital diz respeito às condições de estrutura do prédio. Contudo, o laudo do corpo de bombeiros não é de interdição do hospital, e sim de adequação do prédio às necessidades de um bom atendimento à população. O Governo Federal adota uma política de destruição do SUS, potencializando ainda mais a crise do sistema de saúde publica, aumentando as demandas de atendimento, tratamento e cirurgia da população. Fechar um hospital da importância do Ruy Pereira, quando salta aos olhos a necessidade de aumento de leitos no estado, é um retrocesso, um atraso sem precedentes, é um duro ataque ao direito sagrado à saúde da nossa população. Governadora, não vamos deixar a senhora cometer esse crime, contra aqueles/as que mais precisam de assistência à saúde.

Servidores da saúde convocam ato em defesa do Hospital Ruy Pereira

Nesta quarta-feira, 16 de outubro, às 9h, os servidores da saúde do Rio Grande do Norte vão realizar um ato em defesa do Hospital Estadual Dr. Ruy Pereira e contra o desmonte do Sistema Único de Saúde (SUS) aplicado por Fátima Bezerra e pelo secretário de saúde, Cipriano Maia.

O Hospital Ruy Pereira é uma unidade de referência na realização de cirurgias vasculares e no tratamento de pessoas com doenças como “pé diabético” no Rio Grande do Norte. Mesmo com a estrutura precária e insuficiente para atender a demanda dos 280 mil pacientes diabéticos que dependem da rede pública de saúde estadual, até outubro de 2019, a unidade foi responsável por realizar 1.737 cirurgias, das quais 400 consistiram em grandes amputações. O fechamento da unidade irá deixar a população ainda mais desassistida.

Para o Sindsaúde RN, o fechamento da unidade irá deixar a população ainda mais desassistida. Dando continuidade a política de saúde do Governo Fátima Bezerra (PT/PCdoB), que assim como a dos governos anteriores, tem sido de economizar dinheiro fechando hospitais, reduzindo leitos e penalizando os servidores com sobrecarga de trabalho e a população com falta de assistência médica adequada.

Inscrições para o II Concurso Go Unicórnio de Startups estão abertas

Fórum Negócios fomenta ecossistema de startups do Nordeste e estimula desenvolvimento do empreendedorismo

Estão abertas as inscrições para a segunda edição do concurso de startups GO UNICORNIO!, que será realizado dentro do FÓRUM NEGÓCIOS 2019, o maior evento de empreendedorismo do Norte e Nordeste. A missão do projeto, idealizado pela Acarta Comunicação e Revista Negócios, é incentivar novos empreendedores, gerar oportunidades de investimentos no ecossistema potiguar, conectando investidores aos agentes da inovação. As inscrições e o regulamento estão disponíveis no site www.forumnegocios.com.br.

As startups interessadas em participar deverão enviar um documento-apresentação pelo formulário do site, em formato livre, ainda não necessariamente sendo o pitch. É importante que o participante leia o regulamento antes de submeter a inscrição. O concurso é aberto à inscrição de projetos de qualquer natureza, mas a preferência será dada àqueles que já tenham ultrapassado a fase de ideação. Ao final, serão selecionados 4 (quatro) participantes. Estes serão os finalistas a se apresentarem no palco principal do FÓRUM NEGÓCIOS, no dia 9 de novembro de 2019.

A primeira edição do GO UNICÓRNIO foi realizada em 2018. A startup vencedora recebeu aporte de R$ 250 mil em investimentos dos investidores. O concurso simula apresentações do programa de TV Shark Tank Brasil e a banca de jurados é formada por palestrantes, investidores e profissionais da Revista Negócios e do Fórum Negócios. Antes do dia do evento, as startups passarão por uma preparação para enfrentar os tubarões no palco principal.

Vereadores e servidores recebem imagem da padroeira de Natal na Câmara

A Câmara Municipal de Natal recebeu nesta quarta-feira (9) a imagem peregrina de Nossa Senhora da Apresentação, em preparação para a Festa da padroeira da cidade do Natal. Na ocasião, vereadores, servidores e visitantes participaram de uma missa celebrada pelo arcebispo metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira e pelo padre Flávio Bezerra, vigário paroquial da Catedral Metropolitana de Natal.

“A igreja Católica, assim como outras agremiações religiosas, desempenham papel forte em nosso país, que necessita de mais amor e caridade. Saímos com alegria e esperança por dias melhores com a gente fazendo a nossa parte enquanto legisladores”, destacou a vereadora Nina Souza (PDT). Já a vereadora Divaneide Basílio (PT), enfatizou a importância do pluralismo religioso. “O próprio bispo chamou a atenção para isso que é um gesto profundo que traz reflexão de amor, paciência, tolerância e respeito como expressão de fé”, disse a vereadora. O vereador Robson Carvalho (PMB) também participou da missa.

Na passagem da imagem pela Câmara, Dom Jaime Vieira falou também sobre a canonização da Irmã Dulce, que ocorrerá no próximo domingo (13), em Roma; e sobre o Sínodo da Amazônia, encontro de bispos e cardeais que acontece até o próximo dia 27 para discutir, em Roma, a situação da igreja na Amazônia e temas ligados ao meio ambiente e povos indígenas. “Ter a receptividade da imagem da nossa padroeira nesse momento importante para a igreja é muito significativo e proporciona a oração e a palavra, que é levada à toda a população, especialmente nesta Casa que tem a vocação de ser do povo”, disse o arcebispo.

A imagem da santa, que se tornou padroeira da capital potiguar, foi encontrada por pescadores em 21 de novembro de 1753 na margem do Rio Potengi, que banha a cidade. É o mesmo dia em que a Igreja celebra a Apresentação da Mãe de Jesus no Templo, por isso foi dado à imagem o nome de Nossa Senhora da Apresentação, que está percorrendo instituições e entidades filantrópicas, e encerrará o percurso na Prefeitura da cidade. Na programação, as celebrações religiosas se dividem entre a Matriz de Nossa Senhora da Apresentação (antiga Catedral) e a Catedral Metropolitana, ambas na Cidade Alta. A “Missa da Pedra do Rosário”, celebrada às 5h no local onde a imagem apareceu, é um dos pontos altos da festa.

Câmara debate revisão do Plano Diretor de Natal em Zonas de Proteção Ambiental

A Câmara Municipal de Natal promoveu na manhã desta quarta-feira (02) uma Audiência Pública para debater a revisão do Plano Diretor de Natal na busca de oferecer melhores soluções para o crescimento da cidade. O encontro foi proposto pelo vereador Sueldo Medeiros (PHS) e tratou sobre as Zonas de Proteção Ambiental das zonas Sul, Leste e Oeste.

Também foi pontuado pelos participantes sobre a necessidade de explicar à população que é possível ocupar algumas dessas áreas de forma sustentável e responsável. O encontro contou com a presença de técnicos e estudiosos que relataram sobre os benefícios e riscos ambientais de se autorizar tais construções.

De acordo com o propositor, “especialistas renomados do setor foram convidados e deram suas contribuições para mostrar que nós não podemos, simplesmente, criticar sem entender como funcionam todos os estudos. É preciso entender que existe um trabalho voltado para a ocupação de forma ordenada e sustentável nas ZPA’s. Com isso nós esperamos que a sociedade participe cada vez mais e entenda a mensagem da revisão do Plano”, disse Sueldo Medeiros.

Representando a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo – SEMURB, o coordenador do Plano Diretor de Natal, Thiago Mesquita, enfatizou que a Prefeitura está debatendo sobre a ocupação de ZPA’s. “Estão sendo discutidas tanto as ZPA’s que já estão regulamentadas como as que estão em processo de regulamentação, para que possamos ter instrumentos que deem maior controle no processo de fiscalização e evitem a degradação ambiental”, acrescentou.

Sobre a ocupação habitacional de Natal, foi discutido na audiência que Natal está perdendo moradores para cidades vizinhas ou zonas periféricas. Thiago Mesquita também esclareceu que a gestão busca alternativas para atender ao déficit de moradia social em Natal com base na sustentabilidade.

“Se confunde muito na sociedade dizendo que Zonas de Proteção são áreas de preservação, e isso não é verdade. A ZPA é uma área que você define o uso e ocupação do solo através de estudo de fragilidade ambiental, então boa parte das ZPA’s pode ter uso restrito, ou seja, pode ser ocupada, e se conseguirmos ampliar esse uso com a finalidade de atender esse déficit será perfeito”, concluiu.

Um dos tópicos mais debatidos na audiência tratou sobre a regulamentação das ZPA’s de Natal. Atualmente, a capital potiguar conta com 10 ZPA’s, que surgiram há aproximadamente 25 anos, sendo apenas 5 delas regulamentadas.

O advogado e especialista em direito imobiliário e urbanístico, Diógenes Neto, acrescentou que enquanto essas áreas não forem regulamentadas não poderão ter uso algum, seja ambiental ou urbanístico.

“Sugerimos que as ZPA’s sejam regulamentadas com uso compatível, dependendo da capacidade de suporte ambiental de cada região. Atualmente, o art. 19 do Plano Diretor explica que uma área regulamentada é divida em 3 subpartes, naturalmente entre elas a de preservação, mas também existem áreas de uso restrito e as de conversação. E essas sim podem ser ocupadas pelo homem”, relatou.

Pagamento em Serviços Ambientais

Outro ponto tratado no debate foi sobre o Pagamento em Serviços Ambientais (PSA), que é um alternativa a qual remunera para quem preserva as florestas e outros recursos naturais em territórios particulares ou em áreas de protegidas pelo poder público, como as ZPA’s em discussão. Para explicar os benefícios da PSA, a audiência pública recebeu a arquiteta e urbanista Mirella Egito.

“Se as pessoas ou empresas vão construir com responsabilidade, trazendo soluções tecnológicas sustentáveis, é preciso ter um benefício ou uma contrapartida, pois eles estão prestando um serviço ambiental”, explicou a arquiteta.

Mirella sugeriu diversas ações que podem ser tomadas pelo setor da construção civil para que sejam usadas nas ZPA’s, viabilizando assim as ocupações dessa área, gerando impactos positivos ao meio ambiente e tendo desconto em diversos tipos de impostos. Entre as sugestões estiveram a implantação de coleta seletiva, reuso de água, estímulo à vegetação nativa e afiação subterrânea.

Sessão Extraordinária na Câmara de Natal discute mudanças no Plano Diretor

Em sessão extraordinária, a Câmara Municipal de Natal debateu nesta quinta-feira (19), o projeto de lei do novo Plano Diretor que está sendo elaborado pela Prefeitura para os próximos dez anos. De acordo com os representantes do Executivo, a iniciativa propõe coordenar o desenvolvimento da capital potiguar e deve chegar ao Legislativo para apreciação e votação até o final de novembro. Representantes da sociedade civil contra e a favor da matéria marcaram presença nas galerias da Casa.

Segundo o presidente da Câmara, vereador Paulinho Freire (PSDB), a sessão foi planejada para esclarecer a população sobre o andamento da revisão do Plano Diretor. “As pessoas perguntam porquê o Legislativo ainda não votou o texto, sendo que ele ainda não chegou, por isso não votamos”, frisou ele. “Os técnicos da Prefeitura esclareceram que a proposta está na segunda das cinco fases de formatação”, pontuou.

“Acredito que o encontro foi proveitoso e ajudou a tirar as dúvidas da sociedade. Agora é esperar o dispositivo chegar e discutir cada detalhe. Vamos criar um fórum de debates amplo e democrático sobre o tema. Em tempo: não vamos votar às pressas, haja vista a importância do instrumento, que precisa contemplar a população”, completou o presidente.

Na sequência, o prefeito Álvaro Dias (MDB) afirmou que o Plano Diretor chega para promover desenvolvimento econômico, inclusão social, preservação do meio ambiente e qualidade de vida. “Queremos uma cidade mais eficiente, que favoreça a produção de riqueza, mas com sustentabilidade, menos consumo de energia, que use menos solo para habitação humana”.

“O Plano Diretor atual vem sendo usado, unicamente, para restringir a ocupação e provocou um forte deslocamento de moradores para fora da cidade e perda de arrecadação com impostos municipais. Neste cenário, a verticalização surge como uma das soluções para trazermos famílias de volta para Natal. Por exemplo, a cidade de Curitiba, famosa por sua modernidade urbana, é verticalizada, enquanto Natal é uma cidade horizontalizada, o que considero um erro”, acrescentou o prefeito.

Thiago Mesquita, secretário-adjunto de Meio Ambiente e Urbanismo de Natal (Semurb), informou que o processo de revisão do Plano começou em 1º de junho de 2017. “Trata-se de um instrumento legal que possui uma aplicação direta na gestão do espaço urbano. Quando iniciamos essa revisão avaliamos se o atual contempla o que chamamos de sustentabilidade, que tem a ver com eficiência econômica, justiça social e manutenção de recursos naturais. Portanto, estamos estudando ponto a ponto todos os elementos envolvidos na questão para produzir uma peça que atenda essas demandas a contento”.

Para o vereador Kleber Fernandes (PDT), líder da bancada governista, a matéria vai resgatar o desenvolvimento do município. “Isso vai acontecer de forma responsável e democrática, envolvendo diversos segmentos sociais nas fases de elaboração da proposta”. Por sua vez, a vereadora Divaneide Basílio (PT) falou que a verticalização não representa uma saída para atrair turista. “As pessoas não chegam aqui pra ver prédio, chegam pra ver belezas naturais e sentir a hospitalidade do nosso povo. Uma cidade que precisa ser inclusiva e acessível”.

O vereador Klaus Araújo (SD), presidente da Comissão de Planejamento Urbano, defendeu o novo Plano Diretor. “Acho que o dispositivo vai destravar o crescimento da cidade. Defendo a verticalização, que em outras cidades potencializou os investimentos e gerou empregos”. Já a vereadora Júlia Arruda (PDT) pregou cautela na apreciação da peça. “Temos que conceber um texto que agregue desenvolvimento econômico e social. Será que precisamos mesmo verticalizar a cidade? Por exemplo, a cidade de Balneário Camboriú foi totalmente verticalizada e acabou com prejuízos para seu turismo, pois os arranha-céus roubam o sol de quem está na praia”.

Arcebispo de Natal é nomeado presidente de comissão especial para causa dos santos

Papa Francisco e Dom Jaime

Nomeação foi publicada pela CNBB nesta quinta-feira, 19 de setembro

O Arcebispo metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, foi nomeado nesta quinta-feira (19), presidente da Comissão Especial para a Causa dos Santos. A nomeação foi feita pelo presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Walmor Oliveira de Azevedo. Também vão compor a comissão, Dom Diamantino Prata de Carvalho, OFM, bispo emérito da Diocese de Campanha (MG) e Dom Giovanni Crippa, IMC, bispo da Diocese de Estância (SE). Como assessor, foi eleito o padre Leonardo José de Souza Pinheiro, da Arquidiocese de Juiz de Fora (MG).

Dom Jaime recebeu a nomeação com alegria. “Agradeço a Deus por essa nova missão que me foi confiada e vejo isso também como um reconhecimento, fruto da canonização dos nossos 30 santos mártires, em 2017. Espero poder contribuir da melhor forma, juntamente com os demais membros da comissão. Que Deus nos favoreça e ilumine essa comissão”, frisou. Durante o processo de beatificação dos santos Mártires de Cunhaú e Uruaçu, Dom Jaime integrou a comissão arquidiocesana. Na CNBB, o arcebispo também foi presidente da Comissão Especial para a Amazônia e atualmente é bispo referencial para a Comissão de Comunicação, no Regional NE2.

Sobre a comissão

A Comissão Especial para a Causa dos Santos tem como finalidade o acompanhamento dos processos de canonização e beatificação que já estão em andamento na Cúria Romana, na Congregação para a Causa dos Santos e, ao mesmo tempo, oferecer subsídios para as Dioceses que desejam introduzir novas causas. Outra atribuição da Comissão é a formação de pessoal que possa acompanhar este serviço nas Igrejas particulares.

Open chat