Casos de dengue, chikungunya e zika diminuem no RN em 2021

Mosquito ‘Aedes aegypti’, vetor do vírus da dengue — Foto: Pexels

Os casos de dengue, chikungunya e zika diminuíram em 2021 em relação a 2020 no Rio Grande do Norte. Os dados são do mais recente boletim epidemiológico das arboviroses do estado, referente ao período compreendido entre a Semana Epidemiológica 1 até a 50, encerrada em 18 de dezembro de 2021.

De acordo com o boletim, a queda nos casos confirmados de dengue foi de 60%; 49% nos casos confirmados de chikungunya; e 31% nos casos de zika.

Dengue
No que diz respeito à dengue, foram notificados, até a Semana Epidemiológica 50, 7.024 casos suspeitos de dengue no RN, dos quais 1.218 foram confirmados, 4.191 casos considerados prováveis, 5.682 descartados e 1 caso de óbito confirmado. A incidência apresentada foi de 119,51 casos prováveis por 100.000 habitantes.

Em 2020, no mesmo período, foram notificados 12.472 casos, sendo confirmados 3.052, descartados 5.682, 6.790 casos prováveis, com uma incidência de 193,62 casos prováveis por 100.000 habitantes.

Em relação à distribuição dos casos notificados, a incidência de dengue se concentrou nos municípios da V Região de Saúde, com destaque para São Bento do Trairi, Santa Cruz, São José do Campestre, entre outros.

Chikungunya
Com relação à Chikungunya, foram notificados no RN, até a Semana Epidemiológica 50, 4.715 casos suspeitos da doença, sendo confirmados 1.679 casos, 134.459 casos considerados prováveis, 960 descartados e nenhum óbito confirmado. A incidência foi de 134,459 casos prováveis por 100.000 habitantes.

Em 2020, no mesmo período foram notificados 5.297 casos prováveis, sendo confirmados 3.304, descartados 2.292, com uma incidência de 151,05 casos prováveis por 100.000 habitantes.

Os locais com maior incidência de Chikungunya foram a I, V e VIII Região de Saúde, especificamente os municípios de Baia Formosa, Jaçanã, São Bento do Trairi, Santa Cruz, Tangará, Angicos, Panguaçu, Serra Caiada, São José do Campestre, Assu e São Rafael.

Zika
Já no que diz respeito à Zika, entre a semana epidemiológica 1 a 50 de 2021 no RN foram notificados 859 casos suspeitos da doença, sendo confirmados 202 casos, 474 casos considerados prováveis, 1.011 descartados e nenhum óbito confirmado. A incidência foi de 13,52 casos prováveis por 100.000 habitantes.

Em 2020, no mesmo período, foram notificados 1514 casos, sendo confirmados 295, descartados 1.011 e 503 casos prováveis, com uma incidência de 14,34 casos prováveis por 100.000 habitantes.

Os casos de Zika se concentraram nos municípios da I e V Região de Saúde, especificamente em Coronel Ezequiel (V Região) e Baia Formosa (I Região de Saúde).

Com informações do G1 RN

Deixe uma resposta