Em Natal, Arthur Virgílio diz ser candidato diferente de Doria e Leite

Arthur Virgílio Neto em Natal – Foto: Jaqueilton Gomes/NOVO Notícias

Novo Notícias – O terceiro nome da disputa interna do PSDB para concorrer à presidência da República a visitar Natal, o ex-senador e ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio se reuniu com filiados e militância tucana potiguar na noite deste sábado (6), e se mostrou focado em não ser apenas um mero candidato, mas sim um “cruzado”, segundo ele, em defesa de direitos, da democracia e da Amazônia.

“Eu tenho uma diferença quando se trata de outras candidaturas. Há quem seja candidato apenas. Eu sou um cruzado e estou numa cruzada. É uma cruzada pela democracia e pela Amazônia. A democracia no sentido amplo, pegando tudo que ela pode beneficiar, negros, mulheres, índios, pessoas… Esses direitos são o que dirão se o Brasil é uma democracia de verdade ou não é. Hoje ele não é“, disse o ex-senador Arthur Virgílio Neto.

Questionado sobre os seus adversários nas prévias do PSDB, Eduardo Leite e João Doria, governadores do Rio Grande do Sul e de São Paulo, o ex-senador amazonense foi enfático ao dizer que os respeita muito, mas que ainda precisa observar os dois com clareza, na hipóteses de ter que escolher entre um deles, e voltou a ressaltar que há uma grande diferença entre ele e os candidatos governadores.

“Eles são candidatos, eu sou um cruzado. Candidato faz concessão, é bonzinho, vive de sorrisos fáceis. Eu sorrio, mas se tiver motivo para isso. Quando vejo o povo com fome, quando vejo um quadro de ‘pré-revolta’ no país, quando vejo que 106 milhões de brasileiros não têm plena, não tem 100% de garantia de segurança alimentar… como posso achar isso normal?” diz Arthur Virgílio que continua: “como posso simplesmente levar a eleição acima de qualquer coisa e fazer mil concessões? Tem pessoas que eu simplesmente não trago. Eu não quero essas pessoas perto de mim“, finaliza o ex-senador sem citar quem ele não quer por perto.

Filiado ao PSDB desde os primórdios do partido, Arthur Virgílio comentou a recente atuação da bancada tucana na Câmara dos Deputados, ao deliberar sobre o que ele chamou de “Calote dos Precatórios”. O amazonense poupou críticas, mas demonstrou todo seu descontentamento com o apoio dos deputados do seu partido ao projeto que permite ao presidente da República a quebra do teto de gastos por meio da PEC dos Precatórios.

“O que mais me revoltou quando o PSDB votou a favor dessa loucura que é o “calote dos precatórios”, é que aquilo foi uma traição ao Plano Real. Esse governo está tentando desmontar o Plano Real que veio com responsabilidade fiscal, que veio com controle de inflação, que veio com câmbio flutuante para controlarmos melhor o fluxo do câmbio. Enfim, eu fiquei triste quando eu vi tucanos votando“, declarou Arthur Virgílio, que foi ainda mais duro ao finalizar: “Eu acho que é necessário uma depuração dentro do PSDB. Eu preferia ter dez pessoas comigo, desde que fossem dez pessoas que prestassem realmente. Dez. Não preciso mais do que isso. Para que que eu vou estar mal acompanhado?“.

O voo do tucano no RN

O pré-candidato tucano à presidência da República comentou ainda um pouco sobre a política local e citou o principal quadro de seu partido aqui no RN, o deputado estadual Ezequiel Ferreira, presidente da sigla no Estado. Para Virgílio Neto, 2022 pode ser o ano em que o presidente da Assembleia Legislativa do RN consiga voos mais altos na vida pública.

“Uma pessoa do valor do Ezequiel, ele tem para mim uma importância sendo eu alguma coisa ou não sendo. Eu sendo senador, presidente ou seja lá o que for, eu reconheço o valor dele, e ele tem tudo para dar um salto para a Câmara Federal“, diz Arthur Virgílio Neto.

Ausência de lideranças

Apesar das palavras cordiais de Arthur Virgílio direcionadas ao presidente do PSDB no RN, o deputado Ezequiel Ferreira faltou ao encontro com o pré-candidato tucano, assim como o fez no último dia 29 de outubro, quando o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, também esteve em Natal e foi recepcionado apenas pelo prefeito da capital potiguar, Álvaro Dias. O presidente do parlamento estadual só esteve presente em um evento de campanha das prévias tucanas, que foi o do dia 27 de agosto, quando o governador de São Paulo, João Doria, visitou a cidade de Natal.

No evento deste sábado, o político potiguar de maior relevância a estar presente foi o prefeito de Caicó, Dr. Tadeu, que acompanhou lado a lado o ex-senador amazonense durante o encontro.

Deixe uma resposta