Dia: 28 de setembro de 2021

PESQUISA PIRÂMIDE/BLOG LUCAS TAVARES: 71,71% aprovam gestão Maciel Gomes em Sen. Elói de Souza

Em parceria com o instituto Pirâmide Pesquisas o BLOG LUCAS TAVARES divulga nesta terça-feira, 28, resultado de uma pesquisa que teve o objetivo de avaliar a gestão municipal da cidade de Senador Elói de Souza. A coleta dos dados aconteceu no dia 24 de setembro com 350 pessoas entrevistadas. Todos os números foram apresentados com margem de erro de 3% para mais ou para menos com a confiabilidade de 95%.

Portando, de acordo com as pessoas entrevistadas, 71,71% aprovam a gestão municipal, Maciel Gomes. Tendo apenas 18,86% que desaprovam e 9,43% não sabem ou não quiseram responder.

Procuradores do Estado do RN não comparecem à CPI da Arena das Dunas

Os dois procuradores do Estado do RN indicados para serem ouvidos na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Arena das Dunas, o procurador aposentado Raimundo Nonato de Lima e a procuradora Marjorie Madruga Alves Pinheiro, não compareceram, embora tenham oficializado confirmação de presença. Os depoimentos estavam marcados para esta terça-feira (28), às 14h30, na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

Os deputados estaduais presentes na ocasião lamentaram a ausência sem justificativa dos depoentes. “A gente deveria ter sido avisado com antecedência dos impedimentos de comparecer, porque nós deixamos outras responsabilidades para estarmos aqui. Inclusive, agradeço aos deputados que fizeram esforço de estarem presentes”, comentou o deputado Tomba Farias (PSDB).

Da mesma forma, os parlamentares Subtenente Eliabe (SDD) e Ubaldo Fernandes (PL) reforçaram que lamentavam as ausências. “É possível acontecer alguma situação que as pessoas não possam comparecer, entretanto seria razoável a comunicação do não comparecimento. É até desrespeitoso não apenas com a Comissão, mas com a população”, disse Ubaldo Fernandes.

Ficou decidido, por fim, que os convites aos procuradores do Estado seriam reenviados para que as oitivas voltem a acontecer na próxima terça-feira (05), às 14h30.

TRE-RN inicia julgamento de mandados de segurança de vereadores na Operação Dízimo

Votação sobre afastamento dos parlamentares municipais ficou empatada na sessão desta terça-feira

A Corte Eleitoral potiguar iniciou nesta terça-feira, 28, os julgamentos de mandados de segurança impetrados pelos vereadores de Parnamirim Ítalo de Brito Siqueira e Rhalessa Cledylane Freire dos Santos, denunciados pelo Ministério Público Eleitoral na Operação Dízimo.

Os mandados de segurança pedem a anulação da decisão interlocutória proferida pelo Juízo da 1ª Zona Eleitoral de Natal que determinou a suspensão dos mandatos eletivos por 180 dias. O afastamento dos vereadores foi determinado no dia 18 de junho de 2021.

A relatora dos dois processos, Juíza Adriana Magalhães, deferiu os pedidos, suspendendo o afastamento dos vereadores, e foi acompanhada pelos Juízes Geraldo da Mota e Fernando Jales. As divergências, pela manutenção dos afastamentos, foram inauguradas pelo Desembargador Cláudio Santos e acompanhadas pelo Juiz José Carlos Dantas e pela Juíza Érika Paiva. Com os empates, o Presidente da Corte, Desembargador Gilson Barbosa, pediu vistas dos processos para dar os votos de desempate.

BENES LEOCÁDIO: “Lamento que minha pré-candidatura esteja incomodando ao ponto de estimular a circulação e publicação de falsas informações e notícias”

Nos últimos dias circulou a informação de que o deputado Benes Leocádio havia retirado sua pré-candidatura ao governo e estaria compondo uma pré-candidatura a vice-governador. Pois bem, o deputado utilizou suas redes sociais nesta terça-feira, 28, para esclarecer os fatos.

“Lamento que minha pré-candidatura esteja incomodando ao ponto de estimular a circulação e publicação de falsas informações e notícias”, comentou Benes.

CONFIRA A NOTA:

Venho esclarecer que são FALSAS as informações de minha desistência à pré-candidatura ao pleito eleitoral de 2022 ao cargo de Governador do RN.

Esclareço também que são inverídicas as informações sobre a composição de uma pré-candidatura a vice-governador. Nunca houve conversas e tratativas nesse sentido.

Lamento que minha pré-candidatura esteja incomodando ao ponto de estimular a circulação e publicação de falsas informações e notícias.

Reforço que sigo firme e forte em minha pré-candidatura ao Governo do Estado. Sendo, cada dia mais encorajado pelos incentivos e apoios que venho recebendo nos municípios, em todas as regiões do RN. Confirmo, mais uma vez, que estou pronto para assumir essa missão, com seriedade, humildade, experiência em gestão e acima de tudo, comprometimento com o Rio Grande do Norte e o povo potiguar.

Benes Leocádio
Deputado Federal

Uso da máscara pode ser abolido em dezembro no RN, aponta Fátima Bezerra

Fátima Bezerra em entrevista. Foto: Elisa Elsie

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), completou mil dias à frente da gestão estadual e deu entrevista ao Bom Dia RN, da Inter TV Cabugi, falando sobre as ações da Saúde durante a pandemia da Covid-19. Segundo ela, com o avanço da vacinação, é uma possibilidade abolir o uso da máscara de prevenção em dezembro deste ano.

Fátima Bezerra justificou a possibilidade com os números locais da Covid, já que é observado diminuição das infecções e das internações. “O Rio Grande do Norte caminha para ser um dos primeiros estados a decretar o fim da pandemia, digamos assim. Quanto mais a cobertura vacinal tem avançado, mais a pandemia tem caído. Por isso, lutamos e brigamos tanto por vacina. Recebemos as vacinas do Ministério da Saúde e imediatamente entregamos aos Municípios”, pontuou durante a entrevista.

“Já estamos chegando perto de 90% da população com uma dose, e 50% da população com duas doses. A maioria dos Municípios também já iniciou a vacinação para adolescentes. Isso tudo, prestando atenção aos cuidados sanitários, não é hora ainda de tirar a máscara. Mas já chegamos a celebrar três dias seguidos sem óbitos em decorrência da Covid e estamos trabalhando com essa perspectiva. Com senso de responsabilidade coletiva de todos nós, temos muita esperança de que em dezembro, de repente, a máscara possa ser abolida para algumas situações”, afirmou a governadora.

A governadora também elencou algumas ações da gestão na área da Saúde. “Descentralizamos nossas ações de saúde: no Hospital Tarcísio Maia, por exemplo, só havia 9 leitos de UTI, temos 30 agora. Quando assumimos, tinha cerca de 15 mil cirurgias encalhadas e quem está por trás desse número são pessoas que tem o direito de sobreviver, de serem tratadas com respeito. Todas as cirurgias foram suspensas com a pandemia, de forma que estamos retomando agora e estamos investindo R$ 18 milhões. Serão 1,5 mil cirurgias realizadas por mês, iniciamos agora esse mutirão para realização das cirurgias e isso é prioridade”, disse.

Agora RN

Assembleia Legislativa debate ações de conscientização sobre o câncer infantojuvenil

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte realizou nesta segunda-feira (27) uma audiência pública com o tema: “Setembro Dourado: as ações desenvolvidas no mês de conscientização sobre o câncer infantojuvenil”. O encontro, promovido pelo deputado estadual Hermano Morais (PSB) ocorreu de forma híbrida e reuniu especialistas no assunto, tendo como principal objetivo, reforçar as ações do Setembro Lilás e difundir na sociedade o que precisa ser feito para que o diagnóstico precoce seja entendido como a arma mais forte no combate ao problema.

“Nosso intuito maior é fortalecer o trabalho dessas instituições que trabalham no combate ao câncer infantil no Rio Grande do Norte, levando à sociedade conhecimento e informações sobre a importância do diagnóstico precoce dessa doença”, disse Hermano ao abrir os trabalhos.

O presidente da Casa de Apoio a Criança com Câncer Durval Paiva, Rilder Campos destacou a importância de se debater esse tema na Cassa do Povo. “Estamos muito felizes porque esse é um tema que toca a todos e muito interessa à sociedade, pois o câncer é muito democrático e não escolhe classe social. Daí a importância de se debater e levar esclarecimento ao maior número de pessoas”, reforçou.

Os desafios do poder público e os avanços promovidos no combate ao câncer infantojuvenil no Rio Grande do Norte foram destacados pela secretária adjunta da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), Liane Ramalho, que participou de forma remota. “Existem grandes desafios para o poder público, mas uma das coisas que a secretaria tem feito é construir um caminho mais seguro, dando uma porta de entrada a essas crianças, promovendo um atendimento o mais rápido possível, fortalecendo a rede que atendimento a essas crianças”, frisou.

A Oncohematologista Anique Bolgran, representando a Liga Norte-rio-grandense de combate ao câncer, destacou as dificuldades encontradas pelos profissionais que tratam as crianças e adolescentes no Rio Grande do Norte, de 0 a 18 anos. “Os nossos índices não são satisfatórios não é porque o sistema não funciona, não é porque os médicos não são bons, não é porque os remédios quimioterápicos não prestam, mas é porque a informação não chega onde deveria chegar”, lamentou.

Um dos depoimentos mais emocionantes foi de Ana Patrícia, mãe de Maria Luiza de 16 anos, paciente com câncer, que descobriu o nódulo e imediatamente procurou o tratamento. “É muito importante que os pais estejam atentos às reclamações dos nossos filhos e procurar o quanto antes um médico para tirar as dúvidas, pois no caso da minha filha, que mesmo sendo portadora de um câncer agressivo, foi vital”, contou.

O esforço da Prefeitura de Natal e o investimento feito pela atual administração para divulgar a importância do diagnóstico precoce foi debatido pela secretária adjunta municipal da saúde de Natal, Raiane Araújo Costa. “Esse trabalho tem sido reforçado nesse mês de setembro, porém ele é feito durante todo o ano com o fortalecimento da rede de apoio que existe nas Unidades Básicas de Saúde do município”, informou.

A coordenadora de Desenvolvimento Institucional do Grupo de Apoio a Criança com Câncer (GACC), Natividade Passos, destacou o trabalho do deputado estadual Hermano Morais na luta contra o câncer infantojuvenil. “É muito importante saber que temos o senhor segurando a nossa mão, destinando emendas, debatendo, trazendo o debate para a Assembleia Legislativa e fortalecendo esse trabalho tão duro, mas essencial no salvamento das vidas dessas crianças”, ressaltou.

A Coordenadora do Centro de Apoio às promotorias de Justiça da Saúde, Rosane Moreno, ressaltou a importância da capacitação da rede de apoio da criança e adolescente para o diagnóstico precoce e para que estes profissionais possam estar atentos aos sintomas. “A minha palavra é para destacar a importância que essas capacitações cheguem na ponta, principalmente nas cidades do interior e que os profissionais que fazem parte dessa rede possam identificar os sintomas e encaminhar, quando necessário”, disse.

Luciana Olinto, integrante da equipe da Sesap, reforçou o trabalho desenvolvido pelo Estado. “Nós não estamos parados, pelo contrário. Por ser um tema muito importante que tem recebido a atenção do Estado. É importante ressaltar que esse trabalho começa dentro das secretarias. E ao longo do ano estamos fazendo construção e aprimoramento na linha de cuidado do setor de oncologia do Estado”, comentou.

No final o deputado Hermano Morais considerou positiva a realização do evento, ressaltando a importância das instituições que oferecem o tratamento do câncer infantojuvenil no Rio Grande do Norte. “Destaque para o Hospital Infantil Varela Santiago, Liga de Combate ao Câncer, Casa de Apoio a Criança com Câncer Durval Paiva e Casa de Apoio a Criança com Câncer (GACC) que vêm fazendo a diferença na vida dessas crianças e de suas famílias na luta contra o câncer infantojuvenil”, finalizou.

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte realizou nesta segunda-feira (27) uma audiência pública com o tema: “Setembro Dourado: as ações desenvolvidas no mês de conscientização sobre o câncer infantojuvenil”. O encontro, promovido pelo deputado estadual Hermano Morais (PSB) ocorreu de forma híbrida e reuniu especialistas no assunto, tendo como principal objetivo, reforçar as ações do Setembro Lilás e difundir na sociedade o que precisa ser feito para que o diagnóstico precoce seja entendido como a arma mais forte no combate ao problema.

“Nosso intuito maior é fortalecer o trabalho dessas instituições que trabalham no combate ao câncer infantil no Rio Grande do Norte, levando à sociedade conhecimento e informações sobre a importância do diagnóstico precoce dessa doença”, disse Hermano ao abrir os trabalhos.

O presidente da Casa de Apoio a Criança com Câncer Durval Paiva, Rilder Campos destacou a importância de se debater esse tema na Cassa do Povo. “Estamos muito felizes porque esse é um tema que toca a todos e muito interessa à sociedade, pois o câncer é muito democrático e não escolhe classe social. Daí a importância de se debater e levar esclarecimento ao maior número de pessoas”, reforçou.

Os desafios do poder público e os avanços promovidos no combate ao câncer infantojuvenil no Rio Grande do Norte foram destacados pela secretária adjunta da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), Liane Ramalho, que participou de forma remota. “Existem grandes desafios para o poder público, mas uma das coisas que a secretaria tem feito é construir um caminho mais seguro, dando uma porta de entrada a essas crianças, promovendo um atendimento o mais rápido possível, fortalecendo a rede que atendimento a essas crianças”, frisou.

A Oncohematologista Anique Bolgran, representando a Liga Norte-rio-grandense de combate ao câncer, destacou as dificuldades encontradas pelos profissionais que tratam as crianças e adolescentes no Rio Grande do Norte, de 0 a 18 anos. “Os nossos índices não são satisfatórios não é porque o sistema não funciona, não é porque os médicos não são bons, não é porque os remédios quimioterápicos não prestam, mas é porque a informação não chega onde deveria chegar”, lamentou.

Um dos depoimentos mais emocionantes foi de Ana Patrícia, mãe de Maria Luiza de 16 anos, paciente com câncer, que descobriu o nódulo e imediatamente procurou o tratamento. “É muito importante que os pais estejam atentos às reclamações dos nossos filhos e procurar o quanto antes um médico para tirar as dúvidas, pois no caso da minha filha, que mesmo sendo portadora de um câncer agressivo, foi vital”, contou.

O esforço da Prefeitura de Natal e o investimento feito pela atual administração para divulgar a importância do diagnóstico precoce foi debatido pela secretária adjunta municipal da saúde de Natal, Raiane Araújo Costa. “Esse trabalho tem sido reforçado nesse mês de setembro, porém ele é feito durante todo o ano com o fortalecimento da rede de apoio que existe nas Unidades Básicas de Saúde do município”, informou.

A coordenadora de Desenvolvimento Institucional do Grupo de Apoio a Criança com Câncer (GACC), Natividade Passos, destacou o trabalho do deputado estadual Hermano Morais na luta contra o câncer infantojuvenil. “É muito importante saber que temos o senhor segurando a nossa mão, destinando emendas, debatendo, trazendo o debate para a Assembleia Legislativa e fortalecendo esse trabalho tão duro, mas essencial no salvamento das vidas dessas crianças”, ressaltou.

A Coordenadora do Centro de Apoio às promotorias de Justiça da Saúde, Rosane Moreno, ressaltou a importância da capacitação da rede de apoio da criança e adolescente para o diagnóstico precoce e para que estes profissionais possam estar atentos aos sintomas. “A minha palavra é para destacar a importância que essas capacitações cheguem na ponta, principalmente nas cidades do interior e que os profissionais que fazem parte dessa rede possam identificar os sintomas e encaminhar, quando necessário”, disse.

Luciana Olinto, integrante da equipe da Sesap, reforçou o trabalho desenvolvido pelo Estado. “Nós não estamos parados, pelo contrário. Por ser um tema muito importante que tem recebido a atenção do Estado. É importante ressaltar que esse trabalho começa dentro das secretarias. E ao longo do ano estamos fazendo construção e aprimoramento na linha de cuidado do setor de oncologia do Estado”, comentou.

No final o deputado Hermano Morais considerou positiva a realização do evento, ressaltando a importância das instituições que oferecem o tratamento do câncer infantojuvenil no Rio Grande do Norte. “Destaque para o Hospital Infantil Varela Santiago, Liga de Combate ao Câncer, Casa de Apoio a Criança com Câncer Durval Paiva e Casa de Apoio a Criança com Câncer (GACC) que vêm fazendo a diferença na vida dessas crianças e de suas famílias na luta contra o câncer infantojuvenil”, finalizou.

Bolsonaro indicará outro evangélico ao STF, caso o Senado rejeite André Mendonça: “Eu acho que o André vai dar certo”

Foto: ADRIANO MACHADO / REUTERS

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta noite, em entrevista ao canal da Jovem Pan no YouTube, que indicará um novo evangélico para o Supremo Tribunal Federal (STF), caso o Senado rejeito o nome de André Mendonça para a Corte. Ex-advogado-geral da União, Mendonça foi escolhido em julho pelo presidente para ocupar uma vaga no Supremo. No entanto, o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), ainda não pautou a sabatina pelo qual o indicado deverá ser submetido.

“Se sair o André, no meu compromisso que fiz junto aos evangélicos, será outro evangélico. Eu acho que o André vai dar certo”, afirmou Bolsonaro.

A afirmação deixa de fora do possível “plano B” de Bolsonaro para o STF o procurador-geral da República, Augusto Aras, que é católico.

Durante a entrevista, Bolsonaro evitou comentar sobre a resistência de Alcolumbre em agendar a sabatina de Mendonça.

“Não quero entrar em boatos. Todo mundo quer poder”, afirmou o presidente.

Existe a expectativa de o presidente da Comissão e Constituição e Justiça, Davi Alcolumbre, marcar a sabatina para a primeira quinzena de outubro. Recentemente, os senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Jorge Kajuru (Podemos-GO) acionaram o Supremo Tribunal Federal (STF) para que Alcolumbre paute a sabatina.

Com a aposentadoria do ministro Marco Aurélio Mello no dia 12 de julho, o STF passou a funcionar com apenas dez ministros. Para os senadores, o desfalque na composição da Corte acarreta em grave dano ao interesse público porque atrapalha os trabalhos do Supremo. Como o processo não foi distribuído, ainda não houve a designação de um relator.

O Globo

MPF vai investigar obra paga com orçamento secreto que beneficia Rogério Marinho

O Ministério Público Federal abriu um procedimento de apuração preliminar contra dois ministros do governo Jair Bolsonaro, Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) e Gilson Machado (Turismo), por causa do direcionamento de verbas do orçamento secreto.

A Procuradoria da República no Distrito Federal vai investigar se eles cometeram irregularidades administrativas no envio de R$ 1,4 milhão para construção de um mirante turístico ao lado de um empreendimento privado que pertence a Marinho, em Monte das Gameleiras (RN). O dinheiro foi alocado a pedido do ministro do Desenvolvimento Regional, como revelou o Estadão.

O procurador da República Paulo Roberto Galvão de Carvalho decidiu instaurar o procedimento preparatório para apurar possíveis atos de improbidade administrativa que podem ter sido cometidos pelos ministros após representação da deputada Natália Bonavides (PT-RN). Ela também formalizou pedidos de investigação no Tribunal de Contas da União (TCU) e no Supremo Tribunal Federal (STF).

Rogério Marinho pode ter sido beneficiado com a valorização de seu empreendimento particular ao solicitar e obter recursos públicos intermediados junto a Gilson Machado para a construção do mirante. O local da futura obra fica a cerca de 300 metros de um terreno de propriedade do ministro do Desenvolvimento Regional, no agreste potiguar. Ao acatar a representação da parlamentar, o procurador cita possível “omissão” do ministro do Turismo.

Tecnicamente, essa apuração instaurada na Procuradoria da República do Distrito Federal é uma etapa anterior à abertura de um inquérito civil e serve para verificar suspeitas e indícios de autoria. Galvão já pode solicitar aos ministros que prestem esclarecimentos sobre o caso e depois determinar a abertura de uma ação judicial ou transformar o procedimento em inquérito.

Além deles, também será investigada a eventual participação de Francisco Soares de Lima Júnior, sócio de Rogério Marinho nesse empreendimento e homem de confiança dele no Ministério do Desenvolvimento Regional.

O sócio e assessor de Marinho é, ao mesmo tempo, diretor do Departamento de Desenvolvimento Regional e Urbano e conselheiro da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). Ele recebe um total de R$ 17,2 mil mensais do governo federal, sendo R$ 13,6 mil pela função comissionada e outros R$ 3,5 mil em jetons.

O investimento bancado com dinheiro público tende a valorizar o mais novo negócio particular de Marinho, um condomínio de 100 casas num terreno de seis hectares em sociedade com Francisco Soares de Lima Júnior. O empreendimento imobiliário foi batizado de Condomínio Clube do Vinho.

Numa audiência na Comissão de Trabalho, Administração e Serviços Públicos da Câmara, dia 8 de junho, Marinho negou a autoria dos pedidos e o repasse de verbas. O Estadão, entretanto, obteve por meio da Lei de Acesso à Informação duas planilhas de execução orçamentária do Ministério do Turismo, pasta chefiada por Gilson Machado, que confirmam que ele é o “autor” e o “agente político” da indicação dos recursos.

O repasse foi concretizado em dez dias, com a liberação do dinheiro à prefeitura de Monte das Gameleiras ainda na madrugada de 31 de dezembro de 2020. O dinheiro só não pode ser aplicado ainda, apesar de reservado para custear a obra, por causa de impedimentos legais da prefeitura.

A fonte do R$ 1,4 milhão é a emenda de relator-geral do Orçamento, modalidade chamada RP-9, base do orçamento secreto. O esquema revelado pelo Estadão foi montado pelo governo Bolsonaro para permitir a um grupo de políticos manejar bilhões do Orçamento sem que ninguém saiba de quem partiu a ordem.

Agência Estado

Rogério e Fábio têm acordo para definição do candidatos até março de 2022

Antes de passarem o fim de semana cumprindo agenda politica e administrativa no Rio Grande do Norte nesse fim de semana, os ministros potiguares do governo do presidente Jair Bolsonaro – Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) e Fábio Faria (Comunicações), conversaram em Brasília sobre a postulação de pré-candidaturas ao Senado da República e a forma como cada um deve consolidar esse projeto político sem criar arestas que possam prejudicar politicamente o bolsonarismo local na campanha eleitoral de 2022.

Para Marinho, a data limite é a que “a própria legislação eleitoral preceitua e a forma como a gente tem de se conduzir é com a civilidade natural das pessoas que se respeitam e estão dentro do mesmo ambiente, tenho toda admiração pelo ministro Fábio e não tenho duvida que as coisas vão se dar das melhor forma possível e quem tiver melhor condição será o candidato”.

Para Marinho, o processo de construção de uma pré-candidatura a senador tem até o final de março – diante do prazo de seis meses antes das eleições para desincompatibilização de cargos públicos para quem pretende ser candidato a cargo eletivo, “para tomarmos uma decisão mais definitiva”.

Leia a notícia completa aqui na Tribuna do Norte.

MARTELO BATIDO: Iulle Cavalcante é nova diretora do Hospital Regional de São Paulo do Potengi

Como o Blog trouxe a informação em primeira mão na última quinta-feira, 23, a nutricionista e Potengiense, Iulle Cavalcante, é a mais nova diretora do Hospital Regional de São Paulo do Potengi. Iulle assume o cargo no lugar da enfermeira Olga Fabrício. Sua nomeação se deu nesta segunda-feira, 27, através de publicação no Diário Oficial do Estado desta terça (28).

DO BLOG: Acreditamos na capacidade e profissionalismo que Iulle tem, portanto, desejamos discernimento para a mais nova diretora do Hospital. Sucesso!