Concurso PC RN: MPRN recomenda manter cronograma

O Concurso PC RN teve as provas realizadas nos dias 11 e 18 de julho deste ano. As avaliações para agente e escrivão aconteceram no dia 11, enquanto que as provas para o cargo de delegado estão aconteceram no dia 18. Com o cronograma suspenso desde fevereiro, a seleção foi retomada.

Ao todo, foram registrados 61.098 inscritos no concurso público para ingresso no quadro de pessoal da Polícia Civil do Rio Grande do Norte – PC RN. A Fundação Getúlio Vargas é a organizadora do certame.

Até o momento, o cronograma previsto para as próximas etapas do certame está mantido. No entanto, algumas denúncias de fralde que teriam ocorrido no dia 11 de julho, nas provas para os cargos de agente e escrivão, estão sendo investigadas.

MINISTÉRIO PÚBLICO RECOMENDA MANTER CRONOGRAMA DO CERTAME

O Ministério Público juntamente com a Polícia Civil, investigam algumas suspeitas de fraldes, que teriam acontecido no dia 11 de julho, data das avaliações para os cargos de agente e escrivão. A recomendação do MPRN é de que o certame continue em andamento.

A defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte, tem um posicionamento diferente a respeito do tema. Foi publicado no Diário Oficial, no dia 24 de agosto, um pedido de anulação da prova. O órgão quer que as avaliações para os cargos de agente e escrivão sejam aplicadas novamente.

NOVO CRONOGRAMA

A PC RN, divulgou um comunicado em que é estipulado as datas para as próximas etapas previstas no certame. Confira:

26 de agosto de 2021 – Publicação do resultado definitivo da prova objetiva;

30 de setembro de 2021 – Publicação do resultado preliminar da prova discursiva;

01 a 04 de outubro de 2021 – Interposição de recurso contra o resultado preliminar da prova discursiva;

26 de outubro de 2021 – Publicação do resultado definitivo da prova discursiva e convocação para as próximas etapas.

TENTATIVA DE FRAUDE

No dia 11 de julho, foram aplicadas as avaliações para os cargos de agente e escrivão. Na ocasião, um candidato foi preso por tentar algum tipo de fraude durante o andamento das provas. A decisão tomada é de que o certame seguirá normalmente já que todas as medidas cabíveis estão sendo tomadas.

Deixe uma resposta