Governadora inaugura oficialmente Central do Cidadão de Macau

A governadora Fátima Bezerra inaugurou oficialmente, na tarde desta sexta-feira (20), a Central do Cidadão de Macau. Apesar de a obra ter sido entregue ainda na gestão passada, o equipamento não tinha condições de funcionamento, pois precisava de ajustes na obra e nos mobiliários. Depois dessas adequações, o prédio foi aberto ao público pela atual gestão, no ano de 2019. Devido à pandemia, a solenidade oficial ocorreu na tarde da última sexta-feira (20).

A governadora destacou a novidade do Programa de Centrais que conta agora com a presença da Polícia Civil com a delegacia da mulher, com foco no combate à violência contra a mulher.

Para a construção e aparelhagem desta central, foram investidos mais de R$ 4 milhões por meio do Projeto Governo Cidadão e Secretaria de Administração (Sead), com recursos garantidos pelo empréstimo junto ao Banco Mundial. Com o funcionamento em sede própria, estão sendo economizados R$ 5.399,00/mensais, referente ao valor gasto com aluguel antes da construção do novo prédio.

“Esse é o resultado do empenho e trabalho integrado dos auxiliares da governadora Fátima, que desde o início de sua gestão lutam para destravar obras, solucionar problemas, para poder entregar serviço público de qualidade”, declarou o secretário Gestão de Projetos e Metas e Coordenador do Governo Cidadão, Mineiro. Fernando Mineiro.

Agora, a Central funciona em um prédio próprio de 1.000 metros quadrados, seguindo o novo padrão estabelecido para as Centrais do Cidadão, oferecendo mais conforto e comodidade para usuários e servidores em um espaço moderno, organizado e acolhedor, atendendo uma população estimada de 100 mil habitantes de Macau e região, das 07h às 13h.

Atualmente estão sendo oferecidos serviços como emissão de carteiras de identidade/Registro Geral (RG) pelo Itep, orientações referentes à Carteira de Trabalho, serviços oferecidos pelo Detran e pela Caern, além de Defensoria Pública.

Também participaram do ato, os secretários estaduais Íris Oliveira (Trabalho e Ação Social), Guilherme Saldanha (Agricultura), Getúlio Marques (Educação), Júlia Arruda (Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos) e Ana Claudia Saraiva (Polícia Civil).

Deixe uma resposta