Prefeitura de Tibau do Sul intensifica “Operação Semana Santa” em Pipa e todo município

A “Operação Semana Santa” da Prefeitura de Tibau do Sul, lançada há pouco mais de um mês, se intensificou esta semana. A campanha, que envolve agentes municipais e estaduais, tem como objetivo o cumprimento das medidas restritivas para prevenção da Pandemia da Covid-19. A iniciativa visa expor as ações preventivas dos riscos de contaminação de moradores e turistas e conta com o apoio das associações que representam o setor privado do município.

O reforço do policiamento foi pedido antecipadamente para o Governo do Estado no dia 26 de fevereiro, através de ofício, já que o feriado da Semana Santa é tradicionalmente uma data de grande aumento de visitantes no destino.
Para facilitar a compreensão e o cumprimento das medidas que proíbem a aglomeração, o consumo de bebidas alcoólicas e uso de caixa de som em áreas públicas, entre outras determinações, a “Operação Semana Santa” conta com agentes nas ruas e praias, além do contingente das forças de segurança policial. O objetivo é evitar excessos e preservar a saúde de todos.

A Prefeitura também está agindo de forma sistemática com fiscalização e autuações em focos de possível aglomeração. Pontos de barreira foram instalados nos acessos de Pipa, visando fiscalizar a entrada de ônibus, vans e veículos de passeio, além de orientar a população quanto às medidas a serem cumpridas.

“Dados do município têm demonstrado uma leve queda no número de positivados, além de um número de óbitos por 1.000 habitantes menor do que as médias estadual e nacional. É o resultado de uma ação conjunta do poder público e a população. Recentemente foi feita a ampliação do Centro de Covid, a criação de leitos de Enfermaria Covid e o Alô Saúde. Mas não podemos relaxar, a batalha continua e é de todos.”, esclarece o coordenador da Operação Semana Santa, Eliandro Bortoluzzi.

A população também pode colaborar, enviando denúncias de aglomerações e situações que descumpram as medidas restritivas pelo whatsapp Alô Denúncia (84) 99944.2355.

Deixe uma resposta

Open chat