Governo do RN aguarda posicionamento do Comitê Científico para definir regras de novo decreto

O Governo do Estado aguarda um posicionamento do Comitê Científico para elaborar um novo decreto com medidas de enfrentamento à pandemia. No fim da manhã desta terça-feira (30), a governadora Fátima Bezerra se reuniu com prefeitos potiguares para tratar do assunto.

O decreto estadual que está vigente e proíbe atividades que são consideradas não essenciais tem validade até a sexta-feira (2). No encontro desta terça, a governadora afirmou que o Executivo vai analisar as reivindicações dos municípios para iniciar a flexibilização da economia, inclusive, com proposta de regionalização das medidas sob o argumento que as situações dos pequenos comércios nos municípios, principalmente os menores, são singulares.

No encontro, o presidente da Femurn, Anteomar Pereira da Silva (“Babá”), prefeito de São Tomé, disse que a pressão para o retorno das atividades não essenciais é muito grande nos municípios e frisou que não é o pequeno comércio o causador das aglomerações. “Quase 100% dos prefeitos desejam que sejam abertas as atividades que estão fechadas.” De acordo com ele, a maioria aposta na reabertura com fiscalização. O argumento foi o mesmo defendido pelo prefeito de Mossoró, Alysson Bezerra.

Para o prefeito de Natal, Álvaro Dias, a estrutura de atendimento à saúde no município e as mais de 100 mil pessoas vacinadas na capital dão a certeza de que já se pode flexibilizar na abertura do comércio mantendo fiscalização e distanciamento social.

O Comitê Científico se reúne na noite desta terça e divulgar quais novos direcionamentos devem indicar nesta quarta-feira (31).

TRIBUNA DO NORTE

Deixe uma resposta

Open chat