Dia: 25 de março de 2021

Barcelona e Lagoa de Velhos estão em 1° lugar no Ranking que aponta a transparência no processo de vacinação no RN

Com mais de 14 milhões de acessos em dois meses de funcionamento, o RN Mais Vacina trará mais uma informação para a população. A partir de agora será divulgado diariamente o ranking dos 10 municípios com maior transparência no processo de imunização da população. Para se chegar a esses dados são levados em conta, entre outras variantes, o tempo entre aplicação da vacinação e o seu registro no sistema, observando a média móvel dos últimos 21 dias.

Os municípios com baixo desempenho de transparência serão divulgados após uma reunião dos pesquisadores do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS/UFRN) com os gestores municipais.

A metodologia de construção do ranking já foi validada pelos órgãos fiscalizadores no estado, em reunião com representantes do Ministério Público Estadual (MP/RN), Federal (MPF) e do Trabalho (MPT), Tribunal de Contas da União (TCU) e Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (SESAP).

Para o diretor executivo do LAIS, professor Ricardo Valentim, o ranking demonstra que a gestão municipal, responsável pelo processo de vacinação e prestação de contas do mesmo, está utilizando o RN Mais Vacina em sua plenitude, portanto, potencializando seus processos de trabalhos em favor da transparência e da eficiência.

“O resultado é que temos municípios que registram a aplicação das vacinas em menos de 24h. Por outro lado, temos casos em que o registro de vacinação chega a 62 dias para ser registrado. O uso da plataforma traz benefícios para a gestão pública, proporcionando maior controle e transparência de todo o processo”, afirmou Ricardo Valentim.

O processo de cadastramento das informações é simples, necessitando que o operador responsável digite apenas o CPF do cidadão que será vacinado. A partir desse registro, os dados técnicos da vacinação serão carregados automaticamente de forma inteligente pelo sistema, levando em consideração o estoque da sala de vacina, exigindo apenas a confirmação dos dados, como tipo da vacina, lote e dose por meio de escolhas de opções automáticas apresentadas pelo sistema.

“O tempo estimado para o cadastro de cada registro para os cidadãos que realizaram seu autocadastro prévio é de até 30 segundos”, explicou o gerente do RN Mais Vacina, Fernando Lucas. “Logo, utilizar o sistema só traz benefícios para todos, especialmente para a sociedade que espera ansiosamente pelo dia da vacinação”, completou ele.

Confira o Ranking de Transparência* do RN Mais Vacina:

#1 Lagoa de Velhos
#1 São José do Seridó
#1 Barcelona
#2 Francisco Dantas
#3 Água Nova
#4 Jardim do Seridó
#5 São Vicente
#6 Lagoa Salgada
#7 Rodolfo Fernandes
#8 Fernando Pedroza

Após ser vacinado Dom Jaime destaca: “Rendo graças ao Senhor pela ciência e vacina”

Imagem: Yago Carvalho

O Arcebispo metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, 73 anos, recebeu na manhã desta quinta-feira (25) a primeira dose da vacina Coronavac/Butantan contra a Covid-19. Dom Jaime foi vacinado na UBS do bairro de Brasília Teimosa, em Natal.

Em média de 15 dias, Dom Jaime deverá aguardar e receberá a segunda dose do imunizante. “Rendo graças ao Senhor pela ciência e vacina”, enfatizou.

Na ocasião, o arcebispo reforçou o desejo de que todas as pessoas possam ser vacinadas. “Que os nossos governantes se dediquem a esta causa tão importante, em prol da vida humana”, destacou.

Câmara de Natal aprova Lei que inclui escolas como atividade essencial na cidade

Nesta quarta-feira (24), em Sessão Extraordinária Virtual, a Câmara Municipal de Natal se reuniu para deliberar acerca do projeto de Lei em regime de urgência Nº. 38/2021, de autoria do vereador Klaus Araújo (SD). A matéria, aprovada em plenário, inclui nas atividades consideradas como essenciais da cidade, os serviços educacionais em escolas públicas e privadas.

Durante a discussão, foram apresentadas duas emendas, que foram aprovadas, uma de autoria conjunta das vereadoras Ana Paula (PL) e Júlia Arruda (PCdoB), propõe que a lei entre em vigor após o dia 2 de abril; a segunda emenda, de autoria da vereadora Nina Souza (PDT), cita que escolas que atuam no Ensino Infantil e Ensino Fundamental I ficam autorizadas a trabalhar de maneira presencial. Além disso, reforça a preservação das medidas e determina que cabe às redes de ensino estadual e municipal e não a esta lei, determinar quais critérios suas respectivas redes de ensino deverão seguir para poder ofertar suas atividades. “Queremos deixar claro que a rede pública municipal ou estadual para que elas possam retornar, só quem pode determinar são suas respectivas redes”, explicou a vereadora Nina Souza.

“Muito importante o projeto. É óbvio que a educação, a escola, fazem parte do nosso cotidiano e precisam estar abertas. Infelizmente algumas pessoas estão vendo ao contrário. Sabemos que as escolas municipais e estaduais não se prepararam e eu espero e quero que a escola pública permaneça fechada, enquanto os professores não forem vacinados e enquanto os protocolos não forem atendidos, mas as escolas particulares precisam reabrir e não podem pagar pela irresponsabilidade dos governos”, ressaltou o autor do projeto, vereador Klaus Araújo.

Contrária ao projeto, a vereadora Divaneide Basílio (PT) explicou o motivo do voto. “Ninguém quer colocar saúde versus emprego, as coisas precisam caminhar juntas. É importante respeitar o comitê, que foi quem nos avisou de que poderíamos chegar a esse número de mortes por desrespeitar o isolamento social e o atraso da vacina. Estamos discutindo alternativas para as escolas”, explicou.

O 1º secretário da Casa, vereador Felipe Alves (PDT), fez um balanço das discussões durante a Sessão. “Nós tivemos uma discussão de alto nível, na qual todos os vereadores colocaram seu ponto de vista em um tema delicado e polêmico. A maioria decidiu considerar a educação como um serviço essencial. A Câmara tem essa prerrogativa de legislar e foi o que fizemos hoje através do projeto de Lei. A maioria venceu e decidiu que a educação é essencial no município de Natal”, finalizou Felipe Alves (PDT).

São Paulo do Potengi registra 8,2 mm de chuvas nesta quinta (25)

Reprodução

De acordo com o pluviômetro da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Pesca – SEMAPE, localizado no Estádio Municipal Augusto Gomes da Rocha, Bairro Novo Juremal, desde as últimas horas desta quinta-feira (25) o município de São Paulo do Potengi choveu 8,2 milímetros.

De acordo com o Inmet 50 municípios do RN tem alerta de chuvas intensas; 6 são da região Potengi

Em comunicado emitido na manhã desta quinta (25) o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta para um perigo potencial por causa das chuvas sobre 50 municípios do Rio Grande do Norte, além de cidades de Pernambuco e da Paraíba.

De acordo com o comunicado, há previsão de chuvas com intensidade de 20 a 30 milímetros por hora ou até 50 milímetros por dia, com baixo risco de alagamentos e pequenos deslizamentos, em cidades com tais áreas de risco.

Dentre as 50 cidades do RN, 6 são da região Potengi.

Veja as cidades do RN sob alerta:

  • Arês
  • Baía Formosa
  • Bento Fernandes
  • Bom Jesus
  • Brejinho
  • Canguaretama
  • Ceará-Mirim
  • Espírito Santo
  • Extremoz
  • Goianinha
  • Ielmo Marinho
  • Januário Cicco
  • João Câmara
  • Jundiá
  • Lagoa D’Anta
  • Lagoa De Pedras
  • Lagoa Salgada
  • Macaíba
  • Maxaranguape
  • Montanhas
  • Monte Alegre
  • Natal
  • Nova Cruz
  • Nísia Floresta
  • Parnamirim
  • Passa E Fica
  • Passagem
  • Pedro Velho
  • Poço Branco
  • Pureza
  • Riachuelo
  • Rio Do Fogo
  • Santa Maria
  • Santo Antônio
  • Senador Elói De Souza
  • Senador Georgino Avelino
  • Serra Caiada
  • Serrinha
  • São Gonçalo Do Amarante
  • São José De Mipibu
  • São José Do Campestre
  • São Miguel Do Gostoso
  • São Paulo Do Potengi
  • São Pedro
  • Taipu
  • Tibau Do Sul
  • Touros
  • Vera Cruz
  • Vila Flor
  • Várzea

*Com acréscimo de informações do G1 RN