Dia: 23 de março de 2021

São Paulo do Potengi registra 4 novos casos de covid-19 nesta terça (23); Hospital Regional com 33,3% dos leitos críticos ocupados

O município de São Paulo do Potengi registra na noite desta terça-feira(23) 4 novos casos positivos de covid-19, desde o último boletim do dia 22 de março. Desde o inicio da pandemia, a cidade já registra 836 casos confirmados. Sendo 716 recuperados; 97 em monitoramento; 1.315 descartados; 23 óbitos; 155 aguardando resultado dos exames e 2.306 casos notificados.

De acordo com o LAIS, o Hospital Regional de São Paulo do Potengi está com 33,3% de leitos críticos ocupados para covid-19.

Albert Dickson alerta população para características da nova cepa do coronavírus

O deputado Albert Dickson (PROS) se pronunciou, na sessão ordinária remota desta terça-feira (23), a respeito da nova cepa (variante) do coronavírus, que, segundo ele, está circulando pelo Brasil com mais agressividade. O parlamentar chamou a atenção para as características, os novos sintomas e a necessidade de tratamento precoce contra a nova variante do causador da Covid-19.

“Segundo o observatório da Fiocruz, a nova cepa está presente em 71% dos pacientes do Ceará, 84% do Rio de Janeiro e 50% de Pernambuco. No Sul a situação está pior: toda a região está afetada. Paraná com 70%, Santa Catarina e Rio Grande do Sul com 64%”, detalhou.

De acordo com o deputado, o que diferencia a nova cepa da anterior é que ela se adaptou. “Antigamente, o vírus ia primeiro para o rim; hoje, ele vai para o fígado, aumentando as transaminases. Então, a nova cepa age no fígado para tirar a nossa força maior, impedindo os medicamentos de serem absorvidos pelo corpo”, explicou.

Albert Dickson acrescentou que a variante se tornou mais inteligente e aumentou sua amplitude. Ele também alertou para a mudança nos sintomas. “E os sintomas mudaram. Antes tínhamos perda de paladar e olfato, mas hoje os principais sintomas são garganta arranhando, espirros e dores de cabeça. Infelizmente, pelo fato de os sintomas serem mais leves, as mais pessoas vão deixando passar o tempo e o fígado vai sendo comprometido. Daí, quando se tenta usar a medicação, já de forma tardia, o fígado não funciona. O resultado é que em sete dias a pessoa vai a óbito”, lamentou.

Na sequência, o parlamentar explicou o funcionamento da cepa atual. “Nós temos observado que essa nova variante é mais transmissível, atinge mais os jovens e tem alta mortalidade. Outro ponto fundamental que eu quero destacar para vocês é que a cepa anterior tinha a tríade inflamação, infecção e trombose. Esta nova acrescentou um item, que é a parte hormonal. Ela atinge os pacientes que têm o DHT (di-hidrotestosterona) alto”, disse.

Albert Dickson falou ainda sobre a importância do tratamento precoce nesta nova fase da pandemia. “Agora nós precisamos mudar a forma de atender os pacientes. O início dos sintomas é fundamental no combate a essa nova variante. Se não tratarmos logo, ela vai atingir o fígado e, quando for utilizado o medicamento, ele não terá função, já que o órgão estará comprometido”, alertou.

Por fim, o parlamentar destacou os estudos com bloqueadores androgênicos que estão sendo realizados em Manaus.

“Eles comprovaram que, em 590 pacientes, de 12 hospitais, 92% dos pacientes que usaram a proxalutamida (remédio contra o câncer de próstata) reagiram bem à doença. Portanto, essa é a nova linha de pesquisa contra o coronavírus. Eu tenho usado medicamentos similares nos meus pacientes e tenho obtido resultados fantásticos”, contou.

Governadora apoia Carta de Secretários do NE que pede volta do auxílio de R$ 600 para famílias em situação de vulnerabilidade

Defesa foi realizada, nesta terça-feira (23), durante a abertura da Jornada de Acolhida aos Novos Gestores da Assistência Social do RN

A governadora Fátima Bezerra disse que vai levar ao Fórum dos Governadores do Nordeste a proposta de subscrição à Carta dos Secretários(as) de Assistência Social do Nordeste. O documento reivindica com urgência a imediata implementação do auxílio emergencial pelo governo federal no patamar de R$ 600,00 podendo chegar a R$ 1.200,00 como era antes. A afirmação da chefe do Executivo estadual foi feita nesta terça-feira (23) durante a abertura da Jornada de Acolhida aos Novos Gestores da Assistência Social do RN, promovida pela Sethas – Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social.

Fátima Bezerra reiterou que a volta do auxílio emergencial nunca deveria ter sido finalizado, porque a pandemia ainda não acabou. “Estamos reivindicando a volta daquilo que nunca deveria ter ido embora. Uma crueldade, uma falta de sensibilidade o governo federal suspender o auxílio quando a pandemia ainda continua.”

Aos novos gestores, entre prefeitos(as), secretários(as) de assistência social e técnicos(as) do SUAS (Sistema Único de Assistência Social) do RN, que participaram da abertura da Jornada de Acolhida, a governadora lembrou do investimento de R$ 114 milhões que o Governo está destinando em defesa da vida e da economia no Rio Grande do Norte, apesar de ter recebido o Estado quebrado em suas finanças e orçamento. Desse total, R$ 20 milhões são para compra da vacina russa Sputinik junto com o Consórcio Nordeste que vai adquirir 39 milhões de doses para vacinar a população da região.

Na proteção social, está sendo investido R$ 36 milhões para famílias em situação de vulnerabilidade. Também serão distribuídas 30 mil cestas básicas às famílias de baixa renda, isenção da tarifa social da Companhia de Águas e Esgotos (Caern) para 20 mil famílias além da suspensão por noventa dias do corte da água por inadimplência dos consumidores enquadrados na tarifa social e popular da Caern, e crédito de até R$ 12 mil sem juros para trabalhadores informais e microempreendedores individuais.

Na medida de proteção à vida, às pessoas e à economia, o Governo do RN está renunciando R$ 56 milhões em impostos, além de prorrogação do Super Refis, destinando R$ 10 milhões em linhas de crédito para bares e restaurantes com isenção da tarifa de água por noventa dias a 4.200 estabelecimentos, crédito de até R$ 50 mil via AGN, como também prorrogação do ICMS e do Simples Nacional também por noventa dias.

Ao saudar novos gestores e participantes, o senador Jean-Paul Prates disse que, no Congresso, está envolvido por uma política social constitucional no Estado brasileiro de bem estar. “É necessário em um país como o Brasil ter um sistema unificado de assistência social”, disse, complementando que todos devem ajudar e apoiar na forma que lhe cabe.

INVESTIMENTOS

Com investimento de R$ 8,8 milhões em ações emergenciais no ano de 2020, a Sethas desenvolveu ações para o enfrentamento da pandemia que afetou, sobretudo, a população mais vulnerável. A secretaria atuou para uma melhor assistência aos idosos; às mulheres em situação de violência, com abertura de uma casa de acolhimento em Mossoró para atender todo o RN; na distribuição de 60 mil cestas básicas a igual número de famílias; aos povos tradicionais e no fornecimento de alimentos prontos e kits de higiene para a população em situação de rua, migrantes, refugiados e apátridas, conforme enumerou a secretária da Sethas, Iris Oliveira.

De acordo com ela, falta de comprometimento do governo federal com o SUAS agrava a situação do Rio Grande do Norte e Nordeste em geral. “A assistência social tem que dar respostas e atender a população em situação de vulnerabilidade social, destacou.

Secretário Extraordinário para Gestão de Projeto e Metas do Governo e Relações Institucionais (SEGRI) e também coordenador do Pacto pela Vida, Fernando Mineiro destacou que o Estado não tem recursos para um auxílio emergencial diante da crise financeira. Por outro lado, depois de um ano, o decreto de medidas mais restritivas é um sinal de união em favor da vida. “Não existe economia sem vida”, pontuou.

Segundo o presidente do Colegiado Nacional de Gestores de Assistência Social (Congemas) e secretário municipal de Foz de Iguaçu, Elias Oliveira, a assistência social opera no campo da defesa dos direito e, por isso, é necessário entender o SUAS, a proteção social do estado brasileiro, como uma política de assistência social de direito e conquista histórica do povo brasileiro.

A conferencista Andréia Lauande, ex-presidente do Congemas, disse que neste momento é necessário que parlamentares, prefeitos e vereadores possam participar de eventos como a Jornada. “Vamos acionar nossos prefeitos para ocupar as frentes nacionais para que o Plano Nacional de Vacinação (PNI) seja alterado (e incluir trabalhadores/as do SUAS).”

Também participaram do evento: deputados estaduais – Isolda Dantas e Francisco Medeiros; vereadora de Natal, Divaneide Basílio; secretário estadual da Saúde, Cipriano Maia; secretária-adjunta do Gabinete Civil, Socorro Batista. O evento teve 120 inscrições com participação de prefeitos, prefeitas, secretários(as) de assistência social e técnicos(as) do SUAS.

Bolsonaro dá posse a Marcelo Queiroga como ministro da Saúde

Foto: JN

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deu posse numa discreta cerimônia no Palácio do Planalto, nesta terça-feira (23), ao médico Marcelo Queiroga como novo ministro da Saúde.

Segundo fontes, o novo ministro esteve com o presidente numa cerimônia discreta, como pedira Queiroga em virtude da gravidade da pandemia.

Para oficializar o ato ainda é necessária a publicação no Diário Oficial da União, no entanto, a exoneração do atual ministro Eduardo Pazuello ainda não foi expedida pelo presidente da República.

A troca de comando no Ministério da Saúde foi anunciada na semana passada. O médico cardiologista aceitou o convite do presidente da República na segunda-feira (15), desde então ele tem participado de uma série de reuniões com o atual chefe da pasta, lideranças sanitárias e políticos para firmar a transição de gestão.

Em uma de suas primeiras declarações como ministro nomeado, Queiroga disse que a política de combate à pandemia é responsabilidade do presidente, cabendo ao ministro apenas a tarefa de executá-la.

O médico tem feito elogios ao trabalho do general Eduardo Pazuello, porém, em entrevista à CNN na sexta-feira (19), o novo ministro disse que a sua gestão terá como principal diferença em relação a do militar o “compromisso com as medidas de bloqueio do vírus”.

Apesar de se comprometer em aplicar medidas de neutralização da circulação do vírus, o médico declarou diversas vezes ser contra a adoção do lockdown, sobretudo como política de governo no enfrentamento à crise sanitária instalada no país.

De acordo com o novo ministro, é preciso que o governo conscientize as pessoas da importância do distanciamento social responsável, do uso de máscaras e da higienização das mãos como forma de prevenção ao coronavírus.

Para efetivar as suas ideias e manter o alinhamento com o presidente, Queiroga pretende fazer mudanças na equipe do Ministério da Saúde já nos primeiros dias de sua gestão, como contou à CNN.

CNN Brasil

Prefeitura de Extremoz inaugura Centro de Fisioterapia em Pitangui

A Prefeitura Municipal de Extremoz inaugurou ontem (22) o Centro de Fisioterapia de Pitangui, espaço voltado ao atendimento especializado de fisioterapia, terapia ocupacional e fonoaudiologia.

O novo Centro vai oferecer atendimento para o público em geral, tanto adulto como infantil, sempre de segunda à sexta-feira, das 7 às 13 horas. Para marcar avaliações e consultas, basta levar o encaminhamento para o local.

A prefeita de Extremoz, Jussara Sales, comemorou a abertura do novo espaço, que para ela é uma grande conquista da população. “Este Centro é importante por vários motivos, mas o maior deles é que a gente vai conseguir ampliar o acesso dos moradores de Pitangui e dos arredores à saúde especializada e de qualidade. Trouxemos o atendimento para perto da população, o que aumenta muito a agilidade e o conforto dos pacientes, tudo isso porque as pessoas não precisarão mais se deslocar longas distâncias para ter acesso a esse tipo de atendimento”, afirmou a prefeita.

Na inauguração, que ocorreu com poucas pessoas para evitar aglomeração, estiveram presentes além da prefeita Jussara, a presidente da Câmara Municipal, Damares De Sales.

RN contabiliza 41 óbitos por covid nas últimas 24h, sendo 12 dentro do dia; novos casos são 1.633

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta terça-feira (23). Foram mais 1.633 casos confirmados, totalizando 186.841. Até segunda-feira (22) eram 185.208 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 4.209 no total, sendo 12 mortes registradas nas últimas 24h, sendo em (05) em Natal,

A Sesap ainda registrou outros 29 óbitos ocorridos após a confirmação de exames laboratoriais de dias, semanas ou meses anteriores. Até segunda-feira (22), eram contabilizados 4.168 mortos. Óbitos em investigação são 901.

Casos suspeitos somam 65.157 e descartados 397.629. Recuperados são 138.506.

Blog do BG

Vereadores se reúnem com Sesap para alinhar informações sobre a Covid em Natal

Vereadores da Câmara Municipal de Natal, que formam a bancada de oposição, estiveram reunidos na manhã desta terça-feira (23) com o titular da Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Norte (Sesap/RN), Cipriano Maia, para compartilhar detalhes do que está sendo desenvolvido no âmbito estadual para o combate à Covid-19 na capital potiguar.

“Esse alinhamento é fundamental para que a gente monte uma brigada contra essa onda de Fake News e abordagens maliciosas que estão sendo produzidas e estão circulando na nossa cidade. Estamos vivendo uma enorme crise sanitária e esse tsunami de desinformação, na medida que atrapalha as ações de mitigação desse caos, também mata”, esclareceu a vereadora Divaneide Basílio, que articulou o momento.

O secretário ressaltou a importância dos parlamentares se inteirarem de cada ponto da estratégia desenvolvida pela Rede SUS no RN e colocou toda a estrutura de informação da pasta para esclarecimento de dúvidas e checagem de informações. “O governo do estado está usando todas as energias para conseguir mais vacina, abrir mais leitos de UTI e tomar medidas que garantam a vida da população potiguar. Mas, em Natal, o Executivo Municipal precisa avançar na construção de um alinhamento para que esse esforço se reflita na saúde dos natalenses”, comentou o secretário. Também estiveram presentes na reunião, as vereadoras Brisa Bracchi (PT) e Júlia Arruda (PCdoB), e o vereador Robério Paulino (PSOL).

Mais vacinas pro RN: Ubaldo faz cobrança pública a ministros potiguares e bancada federal

Um dos oradores desta terça-feira na sessão plenária virtual da Assembleia Legislativa, o deputado Ubaldo Fernandes fez um pronunciamento de cobrança aos ministros potiguares e bancada federal para cobrar do governo federal maior disponibilização de vacinas contra a Covid-19 para o Rio Grande do Norte.

O apelo acontece diante do cenário em que potiguares estão em atraso com relação a outros estados do Nordeste. “O Rio Grande do Norte ocupa o quinto do ranking na região em termos de vacinação e precisamos avançar. A Paraíba, que é próximo de nós, já vacinou 6,2% da população, enquanto foram imunizados 4,7% dos norte-rio-grandenses. Eu não sei qual o critério que o governo federal está usando para o envio das vacinas. Então, é importante que a bancada federal pressione o Ministério da Saúde para vir um maior número de imunizantes para nosso estado, porque talvez esteja chegando em quantidade inferior a outros estados. O Rio Grande do Norte precisa de atenção maior porque nosso sistema de saúde colapsou”, disse.

O parlamentar disse, ainda, que o Governo do Estado envia as vacinas pros municípios em conformidade com que o governo federal tem mandado para o RN. “Então, estamos precisando que nossos oito deputados federais e nossos três senadores formulem pleitos mais contundentes ao governo federal, assim como nossos dois ministros potiguares (Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional, e Fábio Faria, das Comunicações) conclamem a União para que venha mais vacinas para, pelo menos, termos um equilíbrio com relação aos demais estados. Faço essa cobrança publicamente”, destacou.

Deputado revela possíveis candidatos bolsonaristas ao Governo do RN; confira

Reprodução

O grupo político ligado ao sistema bolsonarista deve ter um nome para disputar o Governo do RN contra a atual mandatária Fátima Bezerra (PT), numa eleição que poderá repetir a polarização nacional, caso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) esteja habilitado para concorrer ao pleito até o ano que vem. A informação foi confirmada pelo deputado federal General Girão, um dos nomes cotados para enfrentar a petista no Rio Grande do Norte.

Segundo o general, o grupo político deverá apresentar alguns nomes para serem apreciados pela população e, posteriormente, após uma avaliação interna, será discutido quem é o “mais forte” para chegar ao pleito de 2022 com condições de vencer a disputa eleitoral.

Ele pregou uma união da direita no Rio Grande do Norte e citou alguns nomes que poderão fazer parte desse grupo de pretensos candidatos ao governo estadual, sem excluir o nome dele próprio. “Rogério Marinho, Fábio Faria, eu também sou um, os deputados federais”, disse em entrevista à 98 FM, acrescentando ainda o prefeito de Natal, Álvaro Dias.

Assista à entrevista completa abaixo:

Grande Ponto

Emenda de Coronel Azevedo a projeto do Governo que garante continuidade de etapas de concursos públicos é sancionada

Os prazos para concursos públicos nas áreas de Educação, Saúde e Segurança Pública e os que tramitam autorizados por determinação judicial não serão suspensos. A Assembleia Legislativa aprovou à unanimidade emenda do deputado estadual Coronel Azevedo (PSC) ao projeto original e o Governo do Estado sancionou a Lei nº 10.857, que foi publicada no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (23).

A iniciativa do parlamentar aprovada garante a continuidade das etapas de concursos públicos e que os concursados com fases a realizar não sejam prejudicados pela Lei nº 10.727, que suspende os prazos para os concursos públicos no Rio Grande do Norte em decorrência da Covid-19.

Coronel Azevedo já tinha se pronunciado na Assembleia Legislativa por algumas vezes alertando a importância dessa alteração na lei estadual e argumentou que concursos já iniciados como o da Polícia Civil poderiam ser prejudicados.

Para ele, mesmo em um momento tão difícil como o que vivemos durante a pandemia, uma notícia dessa é importante para aqueles que estão dedicados aos estudos e estavam preocupados com a possibilidade de suspensão dos certames.