Dia: 15 de março de 2021

Hospital Giselda Trigueiro recebe novos respiradores

Equipamentos foram desenvolvidos a partir de pesquisa da USP

O Hospital Giselda Trigueiro (HGT) recebeu nesta segunda-feira (15) sete novos respiradores que serão destinados ao reforço das unidades de terapia intensiva, atendendo os casos graves em uma das principais unidades hospitalares do Rio Grande do Norte.

Os equipamentos foram desenvolvidos pelo projeto Inspire da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP) e estão sendo entregues ao Giselda Trigueiro dentro de um acordo de colaboração técnico-científica entre a instituição de ensino e o Governo do Estado, representado pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap). Também integram a parceria entidades como a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e a Marinha do Brasil.

Os respiradores do projeto Inspire serão mantidos no HGT por pelo menos um ano, como parte da pesquisa aplicada em campo do equipamento, que já está sendo utilizado em outros locais, como Manaus-AM. O ventilador para suporte respiratório tem o uso autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) desde agosto do ano passado.

Durante esta semana, os profissionais do Giselda Trigueiro passarão por um treinamento para a utilização do novo respirador, sob a coordenação da professora Shirley Campos, da UFPE.

O acordo inclui ainda a possibilidade de doação ao Giselda Trigueiro de aparelhos que venham a ser desenvolvidos futuramente com base no ventilador Inspire e compartilhamento do conhecimento técnico apurado durante a pesquisa.

O respirador criado pelo projeto da USP é fabricado no Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo (CTMSP) e custa cerca de R$ 4 mil, valor bem abaixo da média de mercado dos aparelhos similares. O desenvolvimento do equipamento no projeto Inspire contou com a participação de aproximadamente 200 pesquisadores, que trabalharam durante quatro meses para criar o aparelho.

São Paulo do Potengi registra 10 novos casos de covid-19 nesta segunda (15); Hospital Regional com 100% dos leitos críticos ocupados

Pode ser uma imagem de texto que diz "BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO SÃO PAULO DO POTENGI COVID-19 Até às 18h da segunda-feira, 15 de março de 2021. CASOS NOTIFICADOS 2.123 I 105 AGUARDANDO EXAMES DISTRIBUIÇÃO DOS CASOS CONFIRMADOS POR UBS DE REFERENCIA 189 CENTRO SANTA LARA 105 ASSUNÇÃO JUREMAL DUMONT CABAÇO 30 CAMPO GRANDE 26 JUREMA 774 CONFIRMADOS 1.244 DESCARTADOS 704 RECUPERADOS 51 MONITORAMENTO 19 ÓBITOS DISTRIBUIÇÃO DOS CASOS CONFIRMADOS POR SEXO FAIXA ETARIA 319 MASCULINO 10 NOVOS CONFIRMADOS DESDE ÚLTIMO NO IA DE MARÇO DE 2021 anos 19 455 FEMININO 69 anos 101 79 AOPALO OPOE PREFEITURA MUNICIPAL Secretaria Municipal de Saúde anos- Acima 142 #JuntosContraoCoronavírus"

O município de São Paulo do Potengi registra na noite desta segunda-feira (15) 10 novos casos positivos de covid-19, desde o último boletim do dia 12 de março. Desde o inicio da pandemia, a cidade já registra 774 casos confirmados. Sendo 704 recuperados; 51 em monitoramento; 1.244 descartados; 19 óbitos; 105 aguardando resultado dos exames e 2.123 casos notificados.

De acordo com o LAIS, o Hospital Regional de São Paulo do Potengi está com 100% de leitos críticos ocupados para covid-19.

Governo do RN apresenta cenário da saúde pública aos prefeitos e Femurn

Federação e gestores municipais dialogaram com Estado sobre necessidade de continuação das medidas restritivas

O Governo do Estado se reuniu nesta segunda-feira (15) com a Federação dos Municípios do RN (Femurn) e prefeitos de várias regiões para apresentar os dados epidemiológicos dos últimos dias e debater a continuidade das medidas restritivas à circulação de pessoas em todo o território potiguar. Tanto o Brasil quanto o Rio Grande do Norte vivem o pior momento da pandemia de Covid-19 e, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesap), o estado está muito próximo de completar quatro mil óbitos pela doença.

A governadora Fátima Bezerra destacou que a reunião de hoje foi mais uma entre tantas que estão sendo realizadas cotidianamente ao longo da pandemia, sempre em busca do diálogo e de ouvir as demandas e sugestões dos municípios. A chefe do Executivo reforçou que o país vive um momento em que se recomenda medidas mais restritivas nos próximos dias em todo o território nacional e também deu uma boa notícia: as negociações para aquisição de 37 milhões de doses da vacina Sputnik para os estados do Nordeste estão aceleradas.

“Considerando o quadro de emergência nacional que vivemos, moverei montanhas para trazer vacina aos 167 municípios do RN. A previsão é de que essas doses cheguem em abril. Não vamos perder essa oportunidade”, disse a governadora, emendando que mais duas entregas de vacinas pelo Ministério da Saúde estão previstas para chegar ainda esta semana ao RN.

A reunião teve início com uma apresentação dos dados epidemiológicos, feita pela subsecretária de Planejamento e Gestão da Sesap, Lyane Ramalho. “Estamos com uma média móvel de 100 solicitações de leitos Covid por dia e na última semana atingimos o recorde de 148 solicitações diárias. Observamos também um aumento diário no número de óbitos nos últimos dias. Quanto menos medidas restritivas adotamos, mais esses indicadores pioram”, anunciou a subsecretária.

O secretário de Gestão de Projetos e Metas e coordenador do Pacto pela Vida, Fernando Mineiro, lembrou que o objetivo principal da reunião foi, além de apresentar os dados preocupantes, discutir a continuidade das medidas restritivas, já que o último decreto editado pela governadora Fátima Bezerra vence na próxima quarta-feira (17). “Queremos ouvir os municípios e pactuar como serão os próximos dias”, disse Mineiro.

O presidente da Femurn e prefeito de São Tomé, Anteomar Pereira, mais conhecido como Babá, demonstrou preocupação com os números, considerando como “assustadores”, e informou que a Femurn criou seu próprio comitê científico para se juntar aos comitês do Estado e da Prefeitura de Natal nas discussões. “Temos as mesmas preocupações do Governo e queremos um decreto que seja referência para todos os municípios do Estado”, disse.

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, participou da reunião e se colocou à disposição para dialogar com o Governo e somar esforços para minimizar os efeitos da pandemia na capital. Já o prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra, parabenizou a iniciativa do Governo do Estado de reunir os prefeitos e ouvir as sugestões dos municípios. “É um momento muito importante de escutar a população e nós estamos na base. É fundamental agora conter essas aglomerações e incrementar as fiscalizações nos municípios”, acrescentou Bezerra.

Lyane Ramalho também informou que o Governo do Estado planeja abrir mais 66 leitos na Região Metropolitana de Natal nos próximos dias. Mas o vice-governador Antenor Roberto aproveitou para fazer um alerta: há uma grande quantidade de jovens chegando aos leitos de UTI e sendo entubados. “Estamos vivendo um momento terrível. A vacina chegou muito lentamente no Brasil, tornando possível a replicação do vírus. Nosso país está chamando atenção do mundo inteiro. Independente de posição política, este é o quadro”, disse.

O prefeito de Ceará-Mirim, Júlio César, defendeu a tomada de medidas mais duras nos próximos dias e destacou que o município está com o comércio fechado e órgãos públicos sem funcionar há uma semana. “Ainda assim, as coisas estão se agravando”, destacou. O prefeito Reno Marinho, de São Rafael, reforçou que o momento é de unir esforços e ampliar o diálogo.

Uma reunião técnica de planejamento está agendada para a manhã desta terça-feira (16) e uma segunda às 15h, já com a minuta do novo decreto para ser discutida com os prefeitos de todo o Estado.

Também participaram da reunião de hoje o secretário estadual da Segurança Pública, coronel Francisco Araújo, a secretária adjunta do Gabinete Civil, Socorro Batista, e a secretária de Turismo Aninha Costa, além do prefeito de Patu, Rivelino Câmara.

Bolsonaro se reúne no Planalto com médico Marcelo Queiroga, cotado para ministro da Saúde

O presidente Jair Bolsonaro iniciou na tarde desta segunda-feira (15) no Palácio do Planalto uma reunião com o presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia, o médico Marcelo Queiroga, cotado para substituir Eduardo Pazuello no Ministério da Saúde.

Até a última atualização desta reportagem, a reunião não tinha terminado, segundo fontes do Planalto.

Mais cedo, a médica Ludhmila Hajjar informou ao presidente que não aceitaria convite para assumir o ministério. Ela teve uma reunião com Bolsonaro neste domingo (14) e se queixou de ter sido alvo de ataques e ameaças, supostamente de militantes bolsonaristas. “Não houve convergência técnica entre nós”, disse a médica.

G1

Governadores e seis entidades nacionais assinam Pacto Pela Vida

Documento que declara apoio a gestores estaduais e municipais no combate à Covid-19 foi entregue hoje ao coordenador do Fórum dos Governadores

A governadora, professora Fátima Bezerra, participou nesta segunda-feira (15), da solenidade de entrega do documento Pacto Pela Vida e pelo Brasil – O Povo Não Pode Pagar com a Própria Vida – ao coordenador do Fórum dos Governadores, José Wellington Barroso de Araújo Dias [governador de Piauí]. A solenidade virtual foi acompanhada por governadores e pelas seis entidades que assinam o documento, entre elas: a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e a Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns (Comissão Arns).

O documento declara apoio aos esforços de governadores e prefeitos para garantir o cumprimento das medidas sanitárias de proteção, paralelamente à imunização rápida e consistente da população, neste momento de profunda crise e recrudescimento da pandemia. Após pouco mais de um ano do surgimento dos primeiros casos da doença, no Brasil, a média diária de mortes supera as 2 mil pessoas. Por todo o país, mais de 270 mil vidas já foram perdidas.

“O maior simbolismo do ato de hoje é renovar nossa esperança. Pois, não vamos, de maneira nenhuma, desistir de lutar por dias melhores para o povo brasileiro”, afirmou Fátima Bezerra, durante a solenidade.

“Estamos em colapso nacional”, afirmou o coordenador do Fórum dos Governadores, Wellington Dias. E reforçou — “não tem meias palavras. Estamos em um colapso na rede pública e privada de saúde. Precisamos de mais vacinas. Muitos países se fecharam.”

O governador do estado do Piauí também fez críticas às medidas tomadas pelo governo federal, e que contribuem para agravar a situação da pandemia no país, como a redução de R$ 43 milhões no orçamento deste ano para a Saúde. E acrescentou: “Precisamos de um cronograma de vacinas e do auxílio emergencial para garantir empregos.”

A governadora Fátima Bezerra lembrou que o Executivo federal, desde o início da propagação do coronavírus no país, desacreditou e fez pouco caso das recomendações de profissionais ligados à Ciência. “A tragédia que vivenciamos já estava anunciada. Porque ela decorre da postura inaceitável da maior autoridade do país, quando desprezou completamente a Ciência. Enquanto o mundo todo controla a pandemia com isolamento e vacinas, o Brasil enfrenta – neste momento – a pior fase da pandemia”, afirmou.

Fátima Bezerra também destacou a atual situação que atravessa o Rio Grande do Norte no enfrentamento à pandemia, e que as medidas decretadas, apesar de duras, são necessárias à preservação da vida. “São 3.892 famílias enlutadas aqui no Rio Grande do Norte. Quando adotamos as medidas restritivas, fazemos por absoluta necessidade de conter a pandemia. Até porque não dá para negociar com a vida das pessoas.”

“A voz destas entidades é muito importante para nós, neste momento, pelo respeito e pelas suas histórias. Por isso, o Manifesto foi muito assertivo quando disse que o povo não pode pagar com a vida. Em defesa da Saúde e da Ciência, nos somamos a este Pacto Pela Vida e pelo Brasil”, finalizou a governadora.

Acompanharam a solenidade os governadores Flávio Dino (MA), Camilo Santana (CE); Renato Casagrande (ES); a vice-governadora, Regina Sousa (PI); o arcebispo de Belo Horizonte e presidente da CNBB, Dom Walmor Oliveira de Azevedo; o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz; o presidente da Comissão Arns, José Carlos Dias; o presidente da Academia Brasileira de Ciências (ABC), Luiz Davidovich; o presidente da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), Paulo Jeronimo de Sousa e o presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Ildeu de Castro Moreira.

Para ler o documento na íntegra, basta clicar no link: https://url.gratis/W20lc

Começa hoje o 1º mutirão virtual de renegociação do Procon Câmara de Parnamirim

O atendimento será totalmente virtual

Dia 15 de março é considerado, desde 1983, o dia mundial do consumidor e o Procon Câmara de Parnamirim promove a primeira edição totalmente virtual do Mutirão de Renegociação de Dívidas. O evento acontecerá no período de 15 a 19 de março das 08h às 11h30 e das 13h às 17h, através de canal direto via WhatsApp do Procon Câmara.

Para participar, o consumidor deverá enviar uma mensagem para o WhatsApp do Procon Câmara de Parnamirim: (84) 3645-6215 e um atendente solicitará as informações necessárias e intermediará as tratativas para renegociação. Nesta edição participam: Cosern, Caern, Vivo, Oi, Cabo Telecom e Tribanco.

E no período de 15 à 31 de março, será realizado o Mutirão Virtual de Renegociação de Dívidas Bancárias, organizado pela Associação Brasileira de Procons (PROCONSBRASIL) e a Federação Brasileira dos Bancos (FEBRABAN). O evento acontecerá através da plataforma www.consumidor.gov.br e em caso de dúvidas, o Procon Câmara de Parnamirim está à disposição para auxiliar o consumidor a renegociar as suas dívidas.

A motivação para essas iniciativas se deu em decorrência da pandemia do novo coronavírus e seus efeitos na economia, que agravaram a situação de alguns consumidores endividados.

Sobre o Procon Câmara

O Procon Câmara de Parnamirim foi criado em 2015. Desde então, o órgão já realizou mais de cinco mil atendimentos, conforme números registrados pelo Sindec. Além disso, em parceria com o Procon Estadual, o Procon Câmara realizou quatro edições do Mutirão do Consumidor, contabilizando mais de três mil atendimentos – números que não se juntam aos procedimentos realizados durante expediente normal do órgão.

Serviço

1º mutirão virtual de renegociação – Procon Câmara

Quando: 15/03 a 19/03

Horário: 08h às 11h30 e das 13h às 17h

Canal de atendimento: Fone/WhatsApp: (84) 3645-6215

Empresas parceiras confirmadas: Cosern, Caern, Vivo, Oi, Cabo Telecom e Tribanco.

RN contabiliza 18 óbitos por covid nas últimas 24h, sendo 10 dentro do dia; novos casos são 52

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta segunda-feira(15). Foram mais 52 casos confirmados, totalizando 180.362. Até domingo (14) eram 180.310 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 3.937 no total, sendo 10 mortes registradas nas últimas 24h, em Natal (03), Felipe Guerra(02), Parnamirim(01), São Paulo do Potengi(01), Jundiá(01), Caicó(01) e Mossoró(01).

A Sesap ainda registrou 08 óbitos ocorridos em dias ou semana anteriores, após a confirmação de exames laboratoriais. Até domingo (14), eram contabilizados 3.919 mortos. Óbitos em investigação são 856.

Casos suspeitos somam 57.469 e descartados 381.198. Recuperados são 127.103.

Blog do BG

Terceiro fim de semana de toque de recolher no RN tem 31 pessoas e 2 estabelecimentos comerciais autuados por desobediência

Trinta e uma pessoas foram autuadas neste fim de semana em razão de desobediência ao toque de recolher ou por descumprimento dos decretos de combate ao coronavírus no Rio Grande do Norte. De acordo com a Polícia Civil, dois estabelecimentos, ambos na Zona Sul de Natal, também foram autuados pelo Procon Estadual por estarem funcionando sem autorização.

Da sexta (12) para o sábado (13), por desobediência ao toque de recolher, foram lavrados 2 Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) em Mossoró, 1 em Upanema e 1 em Currais Novos. Também foi registrado 1 TCO em São José do Sabugi, onde um homem que estava em um estabelecimento comercial se recursou a usar máscara. A PM foi chamada e o homem levado à delegacia.

Já do domingo (14) para a madrugada desta segunda-feira (15), foram mais 5 TCOs, também todos no interior: 3 em Guamaré, 1 em Mossoró e um TCO para um grupo com 22 pessoas em São Paulo de Potengi.

Este foi o terceiro fim de semana de vigência do toque de recolher. No primeiro, foram registrados 2 TCOs por desobediência. No segundo, foram 28 TCOs e 9 estabelecimentos fechados.

Grande Natal

No dia 13 não houve ocorrências, e no dia 14 houve duas autuações do Procon Estadual em estabelecimentos na Zona Sul de Natal.

Câmara de Natal retoma sessões ordinárias virtuais mantendo restrições contra a covid-19

As sessões ordinárias da Câmara Municipal de Natal serão retomadas nesta semana, exclusivamente em formato virtual através do Sistema de Deliberação Remota – SDR, sendo realizadas nas terças, quartas e quintas-feiras com início as 14 h. No entanto, continuam suspensas as demais atividades legislativas e administrativas, bem como permanece restrito o acesso às dependências da Casa e aos gabinetes parlamentares. Continua não sendo permitida a entrada do público externo.

Considerando o agravamento da pandemia do novo coronavírus em Natal, mas também a necessidade de manter a prestação dos serviços públicos, durante as sessões virtuais só será permitida a entrada do presidente e mais dois membros de Mesa Diretora, um procurador legislativo e servidores de apoio do Setor Legislativo, TV Câmara e Assessoria de Comunicação e Redes Sociais da Câmara.

A mesma regra é válida em caso de convocação de sessões extraordinárias. Ainda estão suspensas as reuniões de comissões permanentes e de frentes parlamentares, mesmo que de forma remota. As medidas restritivas descritas nos atos n° 04/2021 e 05/2021 continuam em vigor, por isso, as atividades dos setores administrativo e financeiro, que sejam indispensáveis ao mínimo funcionamento da Câmara de Natal, serão mantidas através de regime de escala e teletrabalho.

Além de suspender suas atividades presenciais e o acesso às dependências, o Legislativo municipal tem adotado um rigoroso protocolo para evitar a disseminação da Covid-19, que inclui a obrigatoriedade do uso da máscara, higienização das mãos com álcool em gel, medições de temperatura, distanciamento social e desinfecção de ambientes realizada por militares da Marinha, Exército e Aeronáutica.

São Paulo do Potengi começa a semana com 100% de leitos críticos ocupados

O Hospital Regional de São Paulo do Potengi começa a semana com 100% de leitos críticos ocupados para covid-19, de acordo com o Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS). O RN começa a semana também com 101 pacientes no aguardo de leitos críticos.

São Paulo do Potengi registrou neste domingo (14) o 19º óbito por Covid-19. De acordo com o último boletim epidemiológico do município, já temos deste o inicio da pandemia, 764 casos confirmados.