Dia: 8 de março de 2021

Sema realiza homenagem às mulheres da rede de assistência social

No dia em que é celebrado o Dia Internacional da Mulher, a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) realizou uma atividade de afirmação desta data como um marco importante para todas as mulheres.

Na oportunidade, a secretária Alda Leda Taveira homenageou as mulheres da rede de assistência social do município, além de receber em seu gabinete, colaboradoras do setor para um entrega simbólica de lembranças alusivas a data. Todos os protocolos de segurança contra a Covid-19 foram seguidos.

“Hoje é um dia especial de celebração da força da mulher, força esta mostrada no dia a dia, na garra dos desafios enfrentados por nós na sociedade. Quero deixar registrada a minha homenagem a todas as mulheres e que elas se sintam representadas neste dia de importante significado”, declarou Alda Leda.

Prefeitura do Natal inicia segunda dose de Coronavac para idosos 90 anos e mais

Prefeitura do Natal inicia segunda dose de Coronavac para idosos 90 anos e mais

A Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS/Natal) iniciou nesta segunda-feira (08) a aplicação da segunda dose de Coronavac, para idosos de 90 anos e mais, que se vacinaram a partir do dia 22 de fevereiro no município. Essa etapa segue nas próximas semanas conforme bula do imunobiológico, que recomenda esquema vacinal de reforço entre 14 e 28 dias após a primeira aplicação. A Prefeitura do Natal continua a primeira dose para pessoas com 80 anos e mais e também realiza o reforço, simultaneamente, de acamados e público idoso da etapa anterior.

O imunobiológico está disponível nos drives-thrus e salas para pedestres do Palácio dos Esportes, Via Direta e Nélio Dias de segunda a quinta das 08h às 16h e sexta das 08h às 12h. Além disso, 21 unidades básicas de saúde em todos os distritos sanitários da cidade também oferecem a vacina de segunda a sexta-feira, de 8h às 12h30 e 13h30 às 16h:

Norte I – UBS Pajuçara, UBS Nova Natal, UBS Redinha (novo) e UBS Nordelândia (novo);

Norte II – UBS Vale Dourado, UBS Panatis, UBS Nova Aliança (novo) e UBS Soledade II (novo);

Leste – UBS São João, UBS Brasília Teimosa, UBS Rocas, UBS Alecrim (novo) e Unidade Mista de Mãe Luiza (novo);

Oeste – UBS Nazaré, UBS Felipe Camarão II, UBS Cidade Nova (novo) e UBS Bairro Nordeste (novo);

Sul – UBS Candelária, UBS Rosângela Lima, UBS Nova Descoberta (novo) e UBS Ponta Negra (novo).

“É sempre bom lembrar que as pessoas se atentem ao cartão de vacinação, pois lá existem várias informações importantes como o tipo da vacina, data em que receberam a dose e previsão do reforço. A medida que a gente for recebendo novos lotes, vamos ampliando essa oferta para novos públicos prioritários”, enfatiza George Antunes, Secretário Municipal de Saúde de Natal.

Natal adere ao consórcio de municípios para compra de vacinas contra a Covid-19

Natal entrou no consórcio de municípios interessados em comprar vacinas contra covid-19. A adesão foi encaminhada pelo prefeito Álvaro Dias na última quinta-feira (4) para a Frente Nacional de Prefeitos (FNP).

O consórcio será instalado no dia 22 de março com as prefeituras integrantes do grupo. “Buscamos todas as soluções possíveis para ampliar a vacinação da população de Natal, e o consórcio público das prefeituras é uma alternativa muito viável nessa direção”, disse o prefeito.

Até o início desta semana, mais de 1,7 mil municípios haviam manifestado o interesse de aderir ao consórcio público, segundo a FNP. O presidente da Frente, Jonas Donizete, ressalta que a finalidade do Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras, batizado de Conectar, é atuar de maneira integrada e complementar com o Programa Nacional de Imunização (PNI), coordenado pelo Ministério da Saúde.

“A palavra é colaboração, e não enfrentamento. Ouvimos, inclusive, que o governo federal poderia requisitar as vacinas adquiridas por meio do consórcio. Isso não é problema nenhum, é esse o espírito”, disse o presidente da FNP. “A quantidade que vamos comprar é a que estiver disponível. Se acontecer de o governo requisitar as doses, para nós está de bom tamanho, porque elas vão chegar à população e é isso o que queremos”.

São Paulo do Potengi registra 8 novos casos de covid-19

Pode ser uma imagem de texto que diz "BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO SÃO PAULO DO POTENGI COVID-19 Até às 18h da segunda-feira, 08 de março de 2021. CASOS NOTIFICADOS 1.996 DISTRIBUIÇÃO DOS CASOS CONFIRMADOS POR UBS DE REFERÊNCIA 77 AGUARDANDO EXAMES 180 CENTRO SANTAC ARA 103 ASSUNCÃO DUMONT NOVO JUREMAL CABAÇO 30 CAMPO GRANDE 21 JUREMA 729 CONFIRMADOS 1.190 DESCARTADOS 665 46 RECUPERADOS MONITORAMENTO 18 ÓBITOS DISTRIBUIÇÃO DOS CASOS CONFIRMADOS POR SEXO FAIXA ETARIA 302 MASCULINO 01 NOVOS CONFIRMADOS DESDE ÚLTIMO BOLETIM NO IA 03 DE FEVEREIRO DE 2021 anos 19 427 FEMININO anos 100 79 ÃOPALO PON PREFEITURA MUNICIPAL Secretari a Municipal de Saúde Acima 129 #JuntosContraoCoronavírus"

Após 5 dias sem atualizar o Boletim da covid-19 no município, a Secretaria de Saúde trás os resultados na noite desta segunda-feira, 08. De acordo com o boletim, São Paulo do Potengi registrou 8 novos casos positivos desde a última atualização no dia 03 de março.

São Paulo do Potengi já contabiliza 729 casos confirmados; 1.996 notificações; 46 em monitoramento; 1.190 descartados; 665 recuperados e 18 óbitos.

Em consulta realizada na noite de hoje, 08, no site do LAIS, o Hospital Regional Monsenhor Expedito em nossa cidade, permanece com os 100% dos leitos críticos ocupados.

Câmara de Natal renova suspensão das atividades legislativas até 14 de março

A Câmara Municipal de Natal prorrogou até o dia 14 de março de 2021 a suspensão das atividades presenciais legislativas e administrativas, ainda em razão da pandemia do novo coronavírus. A decisão, que mantém todas as medidas previstas no Ato 04 de 01 de março de 2021, será publicada no Diário Oficial do Município dessa terça-feira (09) e entra em vigor no mesmo dia.

O Legislativo municipal já vem adotando um rigoroso protocolo para evitar a disseminação da Covid-19, que inclui a obrigatoriedade do uso da máscara, higienização das mãos com álcool em gel, medições de temperatura, distanciamento social, desinfecção de ambientes, entre outros cuidados. Na última sexta-feira (5), também foi realizada uma nova desinfecção na Casa por militares da Marinha, Exército e Aeronáutica.

Com o novo Ato, o acesso às dependências da CMN continuará totalmente restrito, inclusive aos gabinetes parlamentares. Já as atividades dos setores administrativo e financeiro, que sejam indispensáveis ao mínimo funcionamento da Câmara de Natal, serão mantidas através de regime de escala e teletrabalho.

Durante a suspensão, o Plenário poderá se reunir excepcionalmente, por convocação do Presidente, de forma virtual, através do Sistema de Deliberação Remota (SDR), assim como seus servidores, que também poderão ser convocados em caráter extraordinário. Caso haja necessidade, na volta dos trabalhos serão realizadas sessões extraordinárias no turno matutino para compensar os dias de suspensão das atividades legislativas.

População adere ao novo toque de recolher e Governo do RN registra baixos números de desobediência

No primeiro final de semana com a regulamentação do novo decreto estadual que institui, entre outras medidas, um novo período de toque de recolher no Rio Grande do Norte, as forças de segurança do Governo do Estado apontam índices baixos de ocorrências de descumprimento. Foram 28 pessoas conduzidas a delegacias por desobediência e 9 estabelecimentos comerciais fechados.

Motivada pelas altas taxas de transmissibilidade e o elevado número de leitos de UTI ocupados no território estadual, a governadora Fátima Bezerra decretou a ampliação das medidas de combate ao COVID-19. De acordo com o documento publicado no Diário Oficial do Estado, a responsabilidade de fiscalização e monitoramento das atividades será da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros, instituições que trabalham de forma integrada com apoio de órgãos municipais.

No sábado (6), primeiro dia de validação do novo decreto, foram registradas ocorrências que resultaram na assinatura de Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) nas cidades de Nísia Floresta, Messias Targino, Patu, Várzea e Baía Formosa. Em Natal, cinco estabelecimentos foram fechados em Ponta Negra por descumprimento do decreto.

No domingo (7), dia em que o toque de recolher está decretado em horário integral, dois Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) foram confeccionados, um em São Paulo do Potengi e outro em São Fernando. Por descumprir o decreto, quatro estabelecimentos foram fechados em Natal, e mais duas pessoas autuadas.

“Este baixo número de pessoas autuadas mostra que a grande maioria da população entendeu as medidas adotadas pela professora Fátima Bezerra, e isso é muito positivo para a segurança e saúde pública de todo o Estado”, destacou o coronel Araújo, titular da SESED.

Índice de isolamento social

Em monitoramento realizado pelo Mapa Brasileiro da COVID, o Rio Grande do Norte registrou, neste domingo (7), o maior índice de isolamento social do Brasil. Segundo o levantamento, o Estado liderou o ranking com 55,40% de isolamento, seguido pelos estados do Ceará (54,75%) e de Roraima (53,75%).

Fim de semana com poucas infrações ao novo decreto municipal em Natal

Fim de semana com poucas infrações ao novo decreto municipal

No primeiro fim de semana após a publicação do novo decreto da Prefeitura do Natal com as novas regras para a prevenção ao contágio pela Covid-19, a movimentação foi considerada tranquila pela fiscalização municipal nas quatro zonas da cidade. Do sábado (6) para o domingo (7) foram lavrados seis autos de infração e emitidas duas notificações para bares e restaurantes, que funcionavam após o novo horário permitido, até às 21h. Além disso, três paredões de som foram apreendidos.

O novo decreto foi publicado no sábado (6) e determina que bares e restaurantes podem funcionar todos os dias da semana até 21h. Enquanto que as lojas de conveniência podem abrir das 6h às 21h. Já os shoppings centers e suas praças de alimentação, das 9h às 20h. E por fim o comércio com portas para rua como as galerias comerciais e centros comerciais, de segunda a sábado, das 8h às 18h. A orla continua fechada nos fins de semana.

“De um modo geral os estabelecimentos comerciais vêm cumprindo as regras que os decretos municipais têm trazido. Porém, a respeito da normalização alguns foram flagrados incorrendo em práticas irregulares”, diz o supervisor de fiscalização de plantão da secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), Felipe Oliveira. A operação também contou com agentes das secretarias de Mobilidade Urbana (STTU), Serviços Urbanos (Semsur) e da Guarda Municipal.

Pelo decreto, caso algum estabelecimento seja interditado por descumprir as normas será encaminhado relatório do auto de interdição ao Ministério Público Estadual para apurar a ocorrência de crime contra a saúde pública, nos termos do artigo 268 do Código Penal, com pena de detenção de até um ano.

E o retorno das atividades condiciona-se à avaliação favorável de inspeção quanto ao atendimento das medidas sanitárias, devendo o responsável pelo estabelecimento comprometer-se mediante termo escrito a não mais incorrer na infração cometida. “Contamos com a colaboração de todos os comerciantes e população para o cumprimento das normas num momento tão difícil para todos nós”, ressalta Oliveira.

Em caso de reincidência, será cassado o alvará de funcionamento do estabelecimento, sem prejuízo da aplicação de nova multa. Ao interessado é permitida a apresentação de defesa contra o auto de infração diretamente no órgão ao qual pertence o agente de fiscalização.

Além das normas de funcionamento o novo decreto proíbe “terminantemente a circulação de pessoas, nos espaços e vias públicas do Município do Natal, que não estejam fazendo uso de máscaras de proteção facial”. A excepcionalidade é para as pessoas com transtorno do espectro autista, com deficiência intelectual, ou com quaisquer outras deficiências que as impeçam de fazer o uso adequado de máscara conforme declaração médica. E também crianças com menos de três anos de idade e pessoas que utilizando máscara de proteção facial, estiverem sentados à mesa de estabelecimento, para consumação no local.

PAREDÃO DE SOM
No caso dos paredões de som, além de Lei Federal que prevê crime ambiental, o artigo 3º da Lei municipal nº 6.246, sancionada em 20 de maio de 2011 em Natal, versa sobre a proibição do funcionamento dos paredões de som nas vias, praças, praias e demais logradouros públicos do município de Natal e define “paredão de som” como “todo e qualquer equipamento de som automotivo rebocado, instalado ou acoplado nos porta-malas ou sobre a carroceria dos veículos”.

Mesmo com uma Lei Municipal que proíbe a utilização de paredão de som em Natal, a Guarda registra diariamente transgressões a lei, sendo os responsáveis notificados e apreendidos os equipamentos. “Muitos dos que são notificados são reincidentes, o que não justifica a possibilidade de não ter conhecimento da lei que proíbe o uso de paredões de som em Natal. O que vemos é que apesar das diversas ações da Guarda Municipal combatendo esse tipo de crime, algumas pessoas ainda insistem em acionar os equipamentos de som na rua”, comentou o subcomandante de Segurança da GMN, Carlos Cruz.

O cidadão pode denunciar o uso irregular de paredões de som ligando para o telefone 190 do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) que as viaturas da GMN serão acionadas para averiguar a denúncia.

Hospital de São Paulo do Potengi começa a semana com 100% dos leitos ocupados

FONTE: LAIS

De acordo com o LAIS, Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde, o Hospital Regional de São Paulo do Potengi começa está segunda-feira, 08, com 100% de ocupação de leitos críticos para covi-19 lotado.

O último boletim epidemiológico da cidade, divulgado dia 03 de março, contabiliza 722 casos já confirmados. Sendo 41 em monitoramento e 1.950 casos notificados.

Com eleições, festas de fim de ano e carnaval, número de pacientes com menos de 60 anos supera o de idosos em UTIs para Covid-19 no RN

Foto: Lais/UFRN

O número de pessoas com menos de 60 anos de idade internadas por Covid-19 em leitos de UTI superou a quantidade de idosos no sistema pela primeira vez, no Rio Grande do Norte, desde maio de 2020. Nesse domingo (7), a rede pública contava 291 pessoas internadas com coronavírus no estado. Desse total, 149 (51,20%) tinham menos de 60 anos de idade e outros 142 (48,8%) eram idosos. A notícia é destaque no portal G1-RN.

O levantamento mostra que o número representa uma mudança no perfil das pessoas que estão precisando de UTI no estado. A última vez em que o número de mais jovens internados foi maior ocorreu ainda no início da pandemia, em maio de 2020, de acordo com dados do Regula RN. Na ocasião, o estado tinha pouco mais de 100 pessoas internadas Desde então, a maior parte das UTIs eram ocupadas por idosos. Para se ter uma ideia, em 29 de julho, 75% das pessoas internadas tinham mais de 60 anos. Apesar de haver diferenças menores entre os dois públicos, ao longo do tempo, os idosos seguiam sendo maioria entre os internados até agora.

Para o diretor do Hospital Giselda Trigueiro e membro do comitê científico do estado, André Prudente, a principal explicação para a mudança é que os jovens foi o grupo que mais se expôs nas aglomerações dos últimos meses, passando por eleições, festas de fim de ano e, principalmente, carnaval.

Com acréscimo do G1-RN

Relatório mostra que Grande Natal é epicentro da covid-19 no RN

A Região Metropolitana de Natal é o epicentro da covid-19 no Rio Grande do Norte, segundo o relatório do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS/UFRN) publicado neste domingo (7). De acordo com os dados, desde o início de 2021, 324 mortes causadas pelo vírus foram registradas na região, sendo 90 apenas depois do carnaval.

Para os estudiosos, houve um aumento da taxa de transmissibilidade, o que pode ser associado a eventos que aconteceram no fim do ano, como festa de réveillon, e os que aconteceram no litoral durante o veraneio. O documento aponta que o início de fevereiro foi marcado pelo aumento da transmissibilidade do vírus, que perdurou oito dias, e, após um período de oscilação negativa, voltou a crescer de forma mais acentuada durante o Carnaval, permanecendo elevada por 10 dias.

“A ocupação de leitos de UTI covid-19 observada atualmente é a consequência, de certa forma esperada, da falta de respeito às medidas de distanciamento social surante esse período – dadas as diversas aglomerações registradas e divulgadas na imprensa local e nacional”, diz o texto do relatório. De acordo com os cientistas, o número registrado de novos casos diários foi maior na semana do Carnaval.

“Em aproximadamente 15 dias foram notificados 5.246 novos casos, de um total de 18.136 casos desde 01/01/2021, representando cerca de 29% de todos os casos registrados em 2021 no estado”, diz o texto, que ainda lembra que o percentual pode aumentar após a revisão de casos pendentes de confirmação.

Já em relação aos óbitos, o relatório destaca que, no período de 18 de fevereiro a 4 de março, 92 pessoas morreram vítimas da doença na Região Metropolitana, cerca de 1/3 dos óbitos de todo o ano. “Com base nesse dado é seguro afirmar que o Rio Grande do Norte tende a ultrapassar, ainda neste mês de março, os 4 mil óbitos por covi-19”, afirma o relatório.

Leia matéria completa na Tribuna do Norte.