Dia: 6 de março de 2021

Referência no atendimento Covid-19, Hospital dos Pescadores recebe R$ 200 mil pra estruturação

Emenda do deputado Ubaldo Fernandes chega em momento importante do enfrentamento à pandemia.

O Hospital dos Pescadores, no bairro das Rocas, que recentemente passou a ser exclusivo para pacientes acometidos da Covid-19, acaba de receber recursos estaduais para otimizar seus serviços. A verba, no valor de R$ 200 mil, é de emenda parlamentar do deputado estadual Ubaldo Fernandes (PL) e foi liberada pelo Governo nessa sexta-feira (05).

“Diante dessa situação tão difícil que vivemos, esse recurso chega em oportuna hora, uma vez que essa unidade é referência no atendimento Covid-19 e está, inclusive, ampliando leitos destinados aos pacientes com coronavírus. Feliz com essa liberação que demonstra nossa atuação efetiva no enfrentamento dessa pandemia tão cruel”, enfatiza Ubaldo.

SAIBA
Devido à situação da pandemia da Sars-Cov 2, o município de Natal teve que reestruturar toda sua rede hospitalar e destinou todos os 30 leitos de internação clínica do Hospital dos Pescadores exclusivamente para o tratamento do novo coronavírus e, com isso, começou a funcionar com porta regulada, o que significa que os pacientes atendidos são encaminhados através das UPAs (Unidades de Pronto-atendimento  de Natal). O perfil para internações clínicas é de pacientes com tratamento de casos leves da Covid-19.

Novo decreto vai ‘terminar de acabar turismo do RN’, diz presidente da ABIH

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte (ABIH-RN) Abdon Gosson criticou o decreto do Governo do Estado que determina o toque de recolher às 20h em todo o território potiguar e um “lockdown aos domingos”. Para Abdon, as ações do governo irão jogar uma pá de cal no já enfraquecido turismo local, uma vez que provocarão o fechamento de bares, restaurantes e hotéis.

“Vai terminar de acabar e destruir com o turismo aqui do nosso estado, 100%, os hotéis vão fechar todos. O número e cancelamentos já começou pelos hotéis”, criticou Abdon Gosson em entrevista ao Repórter 98, da 98 FM de Natal.

Ele afirma que, com o novo decreto, as pessoas deixarão de frequentar bares e restaurantes, pois sabem que terão que estar em casa às 20h. Os proprietários, segundo Abdon, também não irão abrir os estabelecimentos.

Ainda segundo Gosson, atualmente mais de 120 mil pessoas dependem diretamente do turismo no RN. “São pais e mães de família. Então nós não somos a favor de aglomerações nem de fechar, somos a favor de uma fiscalização extremamente rigorosa e de punições muito fortes para fechar aqueles que descumprirem”, declarou.

GRANDE PONTO