Dia: 5 de fevereiro de 2021

Rádio Potengi agora faz parte do Sistema Metropolitano de Comunicação

A Rádio Potengi 1210 AM, de São Paulo do Potengi, agora passa a integrar o Sistema Metropolitano de Comunicação. O Grupo já conta com a emissora TV Metropolitano e outras duas rádios: a FM Central de Pedro Velho, e a Rádio Farol de Touros.

Na manhã desta quinta-feira, 04, o Prefeito de São Paulo do Potengi, Pacelli Souto, recebeu a visita do proprietário do grupo, Roberto Costa Lima, que estava junto com o diretor de programação das rádios do grupo, Pedro Alves, e o diretor comercial do grupo, Marcos Martins.

Os dirigentes expuseram ao prefeito o novo projeto para a Rádio Potengi. O grupo pretende modernizar a emissora e criar uma nova e completa programação.

O grupo já estava presente em São Paulo do Potengi com a parceria firmada com a TV União Potengi, através de Edmilson Lima.

SPP NEWS

Deputado compara mensagem de Fátima a obra de Ariano Suassuna: “peça de ficção”

Durante o seu pronunciamento na sessão plenária híbrida desta quinta-feira (4), o deputado Gustavo Carvalho (PSDB) criticou a mensagem da governadora Fátima Bezerra durante a abertura do ano legislativo, na última terça-feira (2). O parlamentar afirmou que a mensagem do Executivo não retrata a realidade do RN.

“Se o historiador Ariano Suassuna estivesse entre nós montaria outro ´auto´, porque essa mensagem foi ficção. Na saúde ela citou ações do seu governo, mas esqueceu de dizer ao povo do RN qual tinha sido a medida que adotou contra o rombo que o Consórcio Nordeste passou no Estado”, criticou o deputado.

Gustavo Carvalho também criticou o fato da gestora não justificar o porquê da contratação de uma Oscip (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) e de explicar porque o contrato relativo às ambulâncias do SAMU tem a bandeira da Paraíba.

Gustavo Carvalho também cobrou a citação da origem dos R$ 521 milhões que o RN recebeu do Governo Federal. “Ela esqueceu de citar a paternidade. Mas na segurança pública tenho que concordar que está mais eficaz do que em outros governos, mas ela também não citou os investimentos cruciais e importantes do Governo Federal para que pudéssemos mudar a rota da segurança”, disse.

Em relação à escolha do deputado Francisco do PT como o novo líder do Governo na Casa, o parlamentar o parabenizou: “Tenho um respeito muito grande e sei da tarefa árdua que vai desenvolver a partir desse novo período Legislativo, mas sei que essa tarefa será realizada com muita serenidade e equilíbrio como sempre tem se portado nos bons embates e será nesse nível o nosso contraponto”, afirmou.

GRANDE PONTO

RN é o primeiro estado brasileiro totalmente integrado ao Vacinômetro do Governo Federal

O RN Mais Vacina está totalmente integrado às plataformas do DATASUS e do Ministério da Saúde, deixando o Rio Grande do Norte como o primeiro estado brasileiro totalmente integrado ao sistema do Governo Federal. Essa interligação garante o repasse, automático, das informações de todo o processo de vacinação que está em andamento no Rio Grande do Norte para o governo federal, de forma ágil e transparente. Esse processo teve início desde a construção da plataforma potiguar, com reuniões e repasse de informações entre a equipe do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde – LAIS/UFRN – Secretaria de Saúde Público do Estado – SESAP – e do próprio DATASUS e agora resulta na interligação dos dados.

Com a conclusão de compartilhamento de dados com o DATASUS e o Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI), as informações sobre imunização em todo o território potiguar passam a integrar a à Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS) – plataforma nacional de interoperabilidade de dados em saúde.

“O sistema potiguar está todo interligado às plataformas do Governo Federal, garantindo uma interface importante. De acordo com o coordenador do LAIS, Ricardo Valentim, o RN Mais Vacina vem se consolidando, com seu nível complexidade e é resultado de uma parceria entre o LAIS/UFRN, IFRN, a SESAP, o MPRN, as prefeituras municipais, mas também, com a participação fundamental da sociedade e da imprensa. “Em todos os municípios do RN temos cidadãos cadastrados, isso mostra a participação popular neste processo de vacinação, algo muito singular do nosso estado”, explicou Valentim.

Todos os 167 municípios do Rio Grande do Norte já estão integrados ao sistema no módulo gestor, o que possibilita que cada uma das gestões municipais faça o controle de todo o processo de imunização da população local.

Para a coordenadora do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Proteção à Saúde Pública – Caop Saúde – a promotora Kalina Filgueira, o RN Mais Vacina é uma importante ferramenta para o controle e monitoramento de todo o processo de vacinação no Estado do RN, contribuindo com o trabalho desenvolvido pelo Ministério Público, como órgão de fiscalização e controle de políticas públicas de saúde. “O sistema foi um incremento para a transparência e controle de todo o processo de vacinação, desde a distribuição das doses até a sua aplicação, contando com 100% de adesão dos municípios do Estado, e se mostra como uma iniciativa e instrumento importante não só para transparência e controle, mas também para a garantia da equidade, no sentido de que a ordem de vacinação dos grupos prioritários seja respeitada.”

Open chat