Dia: 9 de agosto de 2020

Nelson Teich: “Eu não tinha autonomia”

No dia em que o Brasil ultrapassou a marca de 100 mil mortes por Covid-19, Nelson Teich, ex-ministro da Saúde, lamentou os óbitos e disse à GloboNews que Jair Bolsonaro erra ao tentar mostrar que a doença não é grave.

“Quando ele passa por isso [pela doença], passando uma tranquilidade, ele reforça essa ideia. E, ao mostrar a cloroquina, reforça a ideia de que a cloroquina funciona.”

Teich também comentou sua saída da pasta.

“Quando aceitei o convite ao ministério, tinha muito claro o que queria fazer. Eu aceitaria novamente. Agora, lá dentro você avalia a capacidade do que pode fazer. E, na prática, eu vi que não tinha autonomia. A cloroquina era o problema do momento, mas o que eu via era uma falta de como implementar uma autonomia.”

O ANTAGONISTA

Jornal Nacional faz duro editorial, cita Constituição e questiona se Bolsonaro cumpriu dever

O Jornal Nacional desse sábado (8) fez um duro editorial em razão dos 100 mil mortos por coronavírus. O telejornal da TV Globo citou a Constituição e cobrou que o presidente Jair Bolsonaro seja responsabilizado.

O texto começa afirmando que os governos têm “obrigação de proporcionar aos cidadãos” o direto à Saúde. “As ações dos governantes precisam ter como objetivo diminuir o risco de a população ficar doente. E não somos nós que estamos dizendo isso. É a Constituição brasileira, que todas as autoridades juraram respeitar”, disse o apresentador William Bonner.

“Está registrado no artigo 196: a Saúde é direito de todos e dever do Estado garantido mediante políticas sociais e econômicas, que visem a redução do risco de doença e de outros agravos, e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para a sua promoção, proteção e recuperação”, completou.

“Mas o Brasil está há 12 semanas sem um ministro da Saúde titular. São 85 dias, desde o dia 15 de maio. Dois médicos de formação deixaram o cargo de ministro da Saúde porque pretendia seguir as orientações da ciência e o presidente Bolsonaro não concordou com essa postura deles”, afirmou Renata Vasconcellos.

Os apresentadores destacaram que o presidente minimizou a pandemia e atuou contra medidas e orientações de autoridades de saúde que poderiam ter ajuda a salvar vidas e reduzir o número de vítimas.

“Fica a pergunta: O presidente cumpriu esse dever? Quais governadores cumpriram?”, cobrou Vasconcellos.

Revista Forum / BlogdoFM

BARCELONA/RN: chapa definida, Neto Mafra e Diogo Marques

O clima de eleição já domina boa parte das cidades do Rio Grande do Norte. Em Barcelona, a 96 km da capital Natal, o atual prefeito Neto Mafra (PSDB) vai para a reeleição e já definiu o candidato a vice, que será o vereador Diogo Marques (PSDB), reeleito para legislar na Câmara Municipal nas eleições de 2016.

Neste sábado (08), eles anunciaram oficialmente a definição da chapa em reunião privada.

Neto Mafra e Diogo Marques, devem enfrentar o atual vice-prefeito Fabiano Lopes (PSD), que rompeu com o prefeito meses depois da posse, e desde então começou a dizer que seria candidato contra o ex-aliado em 2020.

O município de Barcelona tem pouco mais de 3.900 habitantes de acordo com dados do IBGE do último ano de 2019. É mais um município onde PSDB e PSD devem se enfrentar nas eleições municipais de 2020.

Blog RN1

Open chat