“Realmente foi mais uma queda significativa” disse Prefeito de Ielmo Marinho sobre a queda da receita do Royalties

Em conversa com este Blogueiro, o Prefeito de Ielmo Marinho, Dr° Cássio, mostrou-se indignado com a queda de cerca de 40% dos Royalties, receita que entrou hoje, fazendo com que os prefeitos que recebem essa receita, reavaliem seus pagamentos a fornecedores e prestadores de serviços. Com isso, Cássio nos falou que houve um desequilíbrio nas contas de perdas de mais de 70% das suas receitas ordinárias.

“Realmente foi mais uma queda significativa, uma receita que já faz parte dos nossos planejamentos para pagamentos de custeio, fomos pego de surpresa e temos que rever todos os pagamentos novamente para remanejar gastos na nossa cidade, o município sofre com as quedas de receitas em plena pandemia, o governo federal divulga ajuda mais até agora tem só tirado recursos nossos e as ajudas que chegam não dão nem para suprir os custos que tivemos com a pandemia” avalia Dr° Cássio, prefeito de Ielmo Marinho, uma das cidades muito prejudicada com a queda dessa receita do Royalties de petróleo.

Os royalties é uma compensação financeira devida à União aos estados, ao DF, e aos municípios beneficiários pelas empresas que produzem petróleo e gás natural no território brasileiro: uma remuneração à sociedade pela exploração desses recursos não renováveis.

Apodi perdeu R$ 220.000; Carnaubais R$ 220.000 e Ielmo Marinho perdeu R$ 170.000, tudo em relação ao mês passado. O Barril que girava em torno de 60 a 70 dólares chegou a 15 dólares esse mês. Caso essa queda continue será uma quebradeira geral dos municípios em todo Brasil, principalmente os do Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta

Open chat