Dia: 7 de abril de 2020

RN possui 254 casos confirmados de coronavírus, 2430 suspeitos e 809 descartados; 8 óbitos

O Rio Grande do Norte possui 254 confirmados, 2.430 suspeitos em 135 municípios, 809 descartados e 8 óbitos confirmados para Covid-19. As informações são do Boletim Epidemiológico desta terça-feira(07).

O boletim epidemiológico no Rio Grande do Norte do dia anterior, essa segunda-feira(06), registrava 246 casos confirmados, 2.363 pacientes suspeitos, 774 descartados e 7 óbitos. Oito novos casos nas últimas 24 horas.

As cidades com casos confirmados do novo coronavírus são: Assú (8), Apodi (1), Areia Branca (1), Baía Formosa (1), Caraúbas (1), Carnaubais (1), Ceará-Mirim (3), Extremoz (5), Luís Gomes (1), Macaíba (2), Monte Alegre (1), Mossoró (63), Natal (116), Parnamirim (28), Passa e Fica (1), Santo Antônio (1), São Gonçalo do Amarante (11), São José de Mipibu (1), São Pedro (1), Taipu (1), Tenente Ananias (1), Tibau (1). Além destes, o Estado possui quatro confirmações de residentes em outras regiões do país, mas que foram atendidos no RN. ⠀

Os óbitos confirmados são de residentes em Mossoró (3), Natal (2), São Gonçalo do Amarante (1), Taipu (1) e Tenente Ananias (1). ⠀

Novas doações incrementam ações do IFRN de São Paulo do Potengi no enfrentamento à pandemia

Novas doações incrementam ações do IFRN no enfrentamento à pandemia

Álcool 70%, álcool em gel, copos, garfos e colheres descartáveis, desinfetante e detergente neutro, luvas de procedimento e de uso doméstico, máscaras, gorros e toucas descartáveis, papel filme e papel higiênico, sabão em pó e sabonete líquido…A longa lista descreve os itens que nem de longe lembram materiais de uso comum nas escolas. São, contudo, insumos descartáveis e de limpeza utilizados pelos campi do IFRN e que foram disponibilizados para instituições como o Hospital Maternidade Aluízio Alves, de Lajes, e o Hospital Regional Monsenhor Expedito, em São Paulo do Potengi. As doações vêm integrar atividades de enfrentamento à pandemia COVID-19 pelo IFRN.

Ações de saúde

Realizadas ao longo da semana pelos campi São Paulo do Potengi e Lajes, a doação de insumos oriundos dos setores de manutenção e de saúde dos campi tem o objetivo de ajudar, ainda que parcialmente, as necessidades das instituições e dos profissionais de saúde.

Outras ações nesse sentido vêm sendo realizadas nas demais unidades do IFRN. No Campus Santa Cruz, por exemplo, já foram produzidos e entregues 31 suportes de máscaras. O corpo de voluntários envolvidos na produção do material, formado pelos servidores Ana Luiza Palhano, Bruna Lucena, Edson Pereira e Rodrigo Barreto, espera o próximo dia 10, fazer e doar outras 50 máscaras.

Material de limpeza e higiene doados

Campus São Paulo do Potengi

Material Quantidade
Álcool 70% 20l
Álcool em gel 100l
Desinfetante 40l
Detergente neutro 50l
Gorros descartáveis 100 unidades
Hipoclorito 80l
Luva de procedimento 1.100 unidades
Máscaras descartáveis 200 unidades
Sabão  em pó 10kg
Sabonete líquido 50l

Município de Barcelona e Serra Caiada enviam projeto de calamidade pública para a Assembleia Legislativa

Os deputados vão votar na sessão remota desta terça-feira, 07, os decretos encaminhados pelos municípios de Apodi, Serra Caiada, Ceará Mirim, Extremoz, São Rafael, Pau dos Ferros, Santa Cruz, Serra do Mel, Doutor Severiano, São José do Campestre, Monte das Gameleiras, Umarizal, Baía Formosa, Afonso Bezerra, Barcelona, Santana do Matos, Campo Redondo e Lagoa de Pedras.

“A nova ferramenta vai facilitar o trabalho dos legisladores no período de pandemia que tem como efeito o isolamento social. O sistema permitirá a continuidade do trabalho dos parlamentares do Rio Grande do Norte, sem prejuízo ao poder público”, explicou o presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira.

General Girão diz que está curado da Covid-19: “muito obrigado pelo apoio”

Cleia Viana / Câmara dos Deputados

O deputado federal General Girão (PSL-RN) disse nesta segunda-feira (6) que está curado da Covid-19, infecção causada pelo novo coronavírus. Em uma publicação no Twitter, o parlamentar apresentou um exame com resultado negativo para o vírus e agradeceu pelo apoio recebido desde que foi diagnosticado com a doença.
“Eu estou curado da Covid-19. Muito obrigado pelo apoio de todos! Seguiremos na missão de ajudar o Brasil a vencer essa guerra! Brasil Acima de Tudo!”, escreveu o deputado, que, por ter 64 anos, está no grupo de risco para a infecção.

O parlamentar revelou que estava com o novo coronavírus no dia 20 de março. Dois dias depois, ele chegou a ser internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular de Brasília. De acordo com sua assessoria, a internação foi por “cautela”, já que ele se submeteu a uma cirurgia cardíaca no ano passado. Em nenhum momento ele apresentou febre ou dificuldade para respirar. No dia 24, ele recebeu alta.

Agora RN

Bolsonaro tem 3 opções para o lugar de Mandetta

Luiz Henrique Mandetta estava adorando tudo isso. Alçado a liderança política nacional, elogiado pela oposição, o ministro da Saúde se sentia à vontade até para ignorar as opiniões, mesmo toscas, do presidente da República. E não resistia, com sua palavra fácil e tom gentil, à tentação de fazer política em cada coletiva. Exagerou. O presidente chegou ao Planalto, nesta segunda (6), decidido a demitir Mandetta. Mas a turma do “deixa disso” agiu e o esperto ministro decidiu propor a flexibilização do isolamento nos locais com 50% da capacidade de saúde liberadas.

Mandetta até ousou prestigiar o governador goiano Ronaldo Caiado, que na véspera havia rompido com seu chefe. Não tinha perigo de dar certo.

Bolsonaro tem três opções para o lugar de Mandeta: o ex-ministro da Cidadania e deputado Osmar Terra (MDB-RS) está na “pole position”.

Outra opção é seu amigo pessoal almirante Antonio Barra Torres, diretor da Anvisa e ex-vice-diretor do Hospital Naval Marcílio Dias, no Rio.

A médica Nise Yamaguchi, terceiro nome, defende o isolamento vertical e, como Bolsonaro, é entusiasta da cloroquina, remédio contra malária.

O almirante Antonio Barra Torres, diretor da Anvisa, é forte para ministro da Saúde. Eles se conheceram quando Torres foi vice-diretor do Hospital Naval Marcílio Dias, no Rio, que recebeu recursos de emendas do então deputado Bolsonaro. Como o amigo presidente, gosta de motos e tiros.

Mandetta será mesmo demitido. Político experiente, o presidente da República sabe que vai apequenar sua autoridade, mantendo o atual ministro no cargo. E criando uma opção a ele na corrida presidencial.

CLÁUDIO HUMBERTO

Governo pode liberar nesta terça aplicativo para informal pedir auxílio de R$ 600 e começar os pagamentos já nesta quarta

O governo federal promete apresentar nesta terça-feira um aplicativo de celular e uma página na internet para que trabalhadores informais que não estão na base de dados do Cadastro Único (CadÚnico), como beneficiários do Bolsa Família, possam requerer o auxílio financeiro emergencial que o governo promete pagar a partir desta semana.

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, afirmou na segunda-feira que os trabalhadores informais que têm conta na Caixa Econômica Federal e no Banco do Brasil deveriam começar a receber o auxílio de R$ 600 a partir desta terça, mas o governo não tinha publicado, até o inicio da noite, qualquer ato formal que autorizasse esse pagamento. O decreto presidencial com os detalhes da medida, base legal que permitirá à Caixa dar prosseguimento aos desembolsos, não foi divulgado na segunda-feira nem o cronograma de pagamento.

A Caixa avisou que divulgará o calendário nesta terça. Lorenzoni afirmou, em entrevista à rádio Gaúcha na segunda-feira, que o pagamento começaria nesta terça com os trabalhadores inscritos no CadÚnico, gerido pelo Ministério da Cidadania. Para isso, a Dataprev, estatal responsável pelo processamento de dados do INSS, está extraindo do cadastro quem são os trabalhadores que podem receber o auxílio.

— Quem tem conta na Caixa deve começar a receber a partir de amanhã (hoje), quem tem conta no Banco do Brasil, a mesma coisa, o crédito cai direto na conta e, entre terça-feira e quarta, a gente já distribui para o resto da rede bancária — disse o ministro, acrescentando que essa primeira rodada deve contemplar entre 10 milhões e 18 milhões de trabalhadores.

De acordo com o ministro, o governo também pretende acelerar os pagamentos para os informais que estão fora do Cadastro. Neste caso, a Caixa precisa pôr à disposição um aplicativo de celular e uma página na internet para que os trabalhadores possam se cadastrar.

A expectativa, segundo o ministro, é rodar os dados dentro de 24 horas e começar os pagamentos na quarta-feira. Ele afirmou que o aplicativo está em fase final de validação e deve começar a funcionar hoje pela manhã. Os beneficiários do Bolsa Família, que já têm renda, começam a receber a partir de 16 de abril, de acordo com o calendário regular.

Uma minuta de decreto, à qual O GLOBO teve acesso, estabelece que mulheres e trabalhadores mais idosos terão prioridade para receber o pagamento do auxílio nas famílias com renda até três salários mínimos. A lei permite que duas pessoas por família possam receber. Na sequência, vêm os membros com menor renda individual.

Para os trabalhadores que estão fora do cadastro, haverá cruzamento de dados, sobretudo de renda própria e do grupo familiar. As assessorias do Ministério da Cidadania e da Caixa não deram informações sobre o pagamento até o fechamento dessa edição.

O GLOBO

Mandetta virou estrela

Luiz Henrique Mandetta, além de ter esmagado Jair Bolsonaro nas pesquisas, esmagou-o também no terreno preferido dos bolsonaristas lelés: as redes sociais.

A empresa Bites, num levantamento citado por Thaís Oyama, calculou que o número de tuítes em defesa do ministro chegou ontem à noite a 489 mil. Os ataques a ele foram compartilhados apenas 81 mil vezes.

O ANTAGONISTA

PSDB será a maior bancada na Câmara Municipal de São Paulo do Potengi

A imagem pode conter: Kekeu De Titico, Allysson Lindálrio, Assis Araújo e Marli Dias, pessoas sorrindo

Com o fechamento da janela partidária, o PSDB em São Paulo do Potengi que tem como líder o prefeito do município, Naldinho, contará com a maior bancada na Câmara de vereadores. Temos informações que os vereadores Allysson Lindálrio, Kekeu, Marli e Assis Araújo se filiaram ao PSDB do deputado e presidente estadual da sigla no RN, Ezequiel Ferreira.

A composição de partido na Câmara é da seguinte forma: PT– 1 vereador; SD– 2 vereadores; PSDB– 4 vereadores; MDB– 3 vereadores e Avante– 1 vereador.

BASTIDORES DA POLÍTICA: Política de Ielmo Marinho e suas adesões

De acordo com segundas informações que tivemos, a política de Ielmo Marinho está pegando fogo, no fechar das janelas para as filiações, 4 vereadores saíram da base aliada e foram para o pré-candidato Fernando. Até a vereadora dentista Drª Vitória, que era do partido do prefeito, saiu da base aliada. Mistério mesmo, é o motivo que levaram os vereadores a isso, o prefeito jura que não sabe, os vereadores dizem de forma genérica que é “por um Ielmo Marinho melhor”.

O que ninguém diz é como é esse melhor, qual o projeto do vereador Fernando que encanta os pré-candidatos a vereadores, a ponto de abandonarem a base aliada do prefeito? Até agora nenhum vereador apresentou ainda uma justificativa coerente.

Até o presidente da câmara, vereador Júnior do Mercadinho, que sempre foi rival do vereador Fernando, na sua comunidade, foi para o lado dele, deixando seus eleitores sem entender o que está acontecendo. Insinuações e provocações subliminares de benefício financeiro para os vereadores não faltam, só que até agora não existem provas concretas.

Com a palavra o vereador pré-candidato Fernando, que é empresário do ramo de roupas, um setor que passa por uma crise financeira que atinge a todos que trabalham nesse ramo.

Open chat