Dia: 3 de abril de 2020

Dois secretários municipais de São Paulo do Potengi pedem exoneração para concorrer ao Legislativo

Em tempos de coronavírus, com as atenções do mundo inteiro voltadas para a pandemia global, jamais vista na história da humanidade, no nosso país um significativo número de pessoas, prepara-se para disputar as eleições municipais de outubro vindouro, para vereadores, vice-prefeitos e prefeitos, caso o pleito não seja adiado devido o vírus.

Portanto, vale dizer que o Calendário Eleitoral está em pleno desenvolvimento, e quem perder as datas, ficará para trás se a eleição não for adiada, como já tem vários setores da sociedade brasileira defendendo que seja. Por exemplo: A Lei Eleitoral determina que em certas situações, quem exerce cargos de confiança no Serviço Público, tem até hoje, 4 de abril, para se exonerar da função, caso pretenda concorrer a um cargo eletivo.

Quem deseja disputar a eleição municipal de 2020, também tem até amanhã (4), para se filiar ou mudar de legenda partidária.

Em São Paulo do Potengi, dois secretários municipais solicitaram exoneração de seus cargos, para poder concorrer a uma cadeira na Câmara de Vereadores de nosso Município. São eles: Rodrigo Amaro, secretário municipal do Meio Ambiente e Dailva Bezerra da Silva, secretária municipal de Saúde.

Blog Silvério Alves

VÍDEO: ‘Vi a morte tão próxima’, diz vereador com Covid-19 após deixar hospital

Grande Ponto: O vereador de Natal, Raniere Barbosa (Avante), recebeu alta hospitalar nesta quinta-feira (02) após ficar 7 dias internado para se tratar de coronavírus. O parlamentar gravou um vídeo agradecendo pelas orações e relatando os dias difíceis pelos quais passou no hospital.

“Digo a todos que se cuidem, fique em casa, higienização das mãos, é uma doença letal, invisível, posso dizer a vocês o quanto passei mal, o quanto eu via a morte tão próxima”, disse Raniere.

Assista:

Prefeito de São Gonçalo do Amarante confirma exame positivo para Covid-19, e faz tratamento em casa, sob isolamento

Foto: Divulgação

O prefeito de São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal, Paulo Emídio, comunicou nesta sexta-feira(03) o exame positivo para Covid-19. ” Meus amigos, recebi hoje o resultado do teste que fiz para COVID-19 desde que passei a sentir sintomas da doença: deu positivo. Estou em tratamento em casa, junto com Terezinha que também foi contaminada. Estamos sem maior gravidade até o momento. Apenas o incômodo dos sintomas que são duros”.

O prefeito, inclusive, reforçou que está sem contato social há mais de uma semana. ” Estou sem contato social há mais de semana. Desde que surgiram os primeiros sinais, me recolhi com Terezinha e passei a me cuidar. Apesar dos dias difíceis, consigo algum momento de alívio para acompanhar os acontecimentos e decidir as medidas que temos tomado no combate ao vírus em nosso município”, disse.

Por fim, Paulinho deixou um recado para a população de São Gonçalo do Amarante: “Os sintomas que tenho sentido aumentam a convicção do quanto todos devemos nos resguardar. E do quanto nós, autoridades, devemos lutar para que as pessoas não sejam atingidas por este vírus e não tenham que passar pelo que eu, Terezinha e tantas outras pessoas estamos passando. Agradeço aos que se preocupam e aos que nos mandam preces. Tudo vai passar e vamos sair disso mais fortes e ainda mais próximos”.

Blog do BG

Sindicato dos Médicos do RN entra com liminar para suspender licitação do Hospital de Campanha do Estado na Arena das Dunas

Nesta sexta-feira (3) o Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte (Sinmed/RN) entra com uma liminar para suspender a licitação aberta pelo Governo do Estado para montagem de um Hospital de Campanha na Arena das Dunas.

A licitação custará R$ 37,1 milhões aos cofres públicos e prevê o contrato com uma organização social para cuidar do equipamento que vai disponibilizar 180 novos leitos pelo período de seis meses como suporte aos pacientes em tratamento do Coronavírus.

O processo já é alvo também de investigação por parte do Ministério Público Estadual que analisa a legalidade do ato.

“Consideramos totalmente equivocada essa ação do Governo. De um lado temos mais de 200 leitos novos a serem abertos em dois hospitais públicos, o da Polícia Militar e o Deoclécio Marques de Parnamirim, que ficarão para a população após a pandemia. Temos o Hospital Rui Pereira em desativação já com dois andares ociosos e o Regional de Canguaretama ainda fechado por falta de condições sanitárias. Do outro o executivo propõe um hospital improvisado por seis meses ao custo de quase R$ 40 milhões. É um absurdo e demonstra a total falta de uma coordenação para abordar esse momento extremamente delicado”, contesta Geraldo Ferreira, presidente do Sinmed/RN.

Segundo levantamento do sindicato, o Hospital da PM está com 150 leitos novos já prontos, sendo 130 de enfermaria e 20 de UTI, faltando apenas mão de obra para que entrem em funcionamento. O Hospital Deoclécio Marques também tem 80 leitos novos de enfermaria praticamente prontos para serem utilizados, precisando só das camas e acabamentos. Sem contar nos 200 disponíveis nos hospitais privados do Estado que já trabalham com o SUS.

“Além disso soma-se a decisão de tirar os queimados do setor onde eram tratados no Hospital Monsenhor Waldredo Gurgel para colocá-los em um local inadequado. Vale salientar que é o único setor de queimados do Estado. E por fim o fechamento da porta aberta do Hospital João Machado jogando os pacientes da saúde mental para a rede básica. É crime em cima de crime na saúde pública do Rio Grande do Norte”, finaliza o presidente do Sinmed/RN.

Fonte: Sinmed RN

Sesap confirma 4ª morte por Covid-19 no RN; infectados são 176 e casos suspeitos 2.288

A Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte confirmou, na manhã desta sexta-feira (3), a quarta morte causada pelo novo coronavírus no estado. A vítima foi uma mulher de 90 anos, residente em Mossoró. É a terceira morte ocorrida em Mossoró, na região Oeste do estado. A outra morte foi registrada em Natal.

O Rio Grande do Norte possui 176 casos confirmados. Destes, 171 são residentes em 15 cidades potiguares e cinco são de pessoas residentes em Fortaleza (2), Manaus (1), Recife (1) e Salvador (1), que foram atendidas no RN e que já retornaram para suas cidades. ⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Ao todo, são 2.288 casos suspeitos em 134 municípios e de outras regiões do Brasil (pessoas que receberam atendimento em serviços de saúde do RN). Outros 465 casos já foram descartados.

Mortes

  • A terceira morte causada pelo coronavírus no Rio Grande do Norte foi confirmada na noite desta quinta-feira (2), também em Mossoró. A vítima foi o técnico em enfermagem Luiz Alves de Brito Sobrinho, de 48 anos, que estava internado em uma Unidade de Terapia Intensiva de um hospital privado. Luis era servidor da Prefeitura de Areia Branca e do Hospital Maternidade Almeida Castro, em Mossoró.
  • Também em Mossoró, morreu o professor da Universidade Estadual do RN (UERN), Luiz de Souza, de 61 anos.
  • Em Natal a vítima foi o gastrólogo e empreendedor Matheus Aciole, de 23 anos. Matheus é a vítima mais jovem que teve a morte pela Covid-19 confirmada no Brasil até o momento.

Agora RN

Open chat