Rogério Marinho crítica governo Mácron e a França: “Exemplo de país entregue às corporações”

FOTO: ADRIANO MACHADO

O secretário de Previdência, Rogério Marinho, recorreu ao Twitter neste domingo, 12, para atacar a decisão do presidente da França, Emmanuel Macron, de retirar o aumento da idade mínima necessária para a aposentadoria dos trabalhadores franceses de sua proposta de reforma previdenciária. “Exemplo de país entregue às corporações, e declina paulatinamente para o caos da ingovernabilidade”, tuitou o secretário. “Viva o Brasil”, completou ele.

Alvo de protestos há meses, o texto de reforma da Previdência francês previa o aumento de 62 para 64 anos a idade para se requerir aposentadoria, ponto retirado da proposta no sábado 11, como anunciou o primeiro-ministro Edouard Philippe em carta dirigida aos sindicatos. O anúncio foi feito no momento em que dezenas de milhares de pessoas protestaram por toda a França, pela quinta vez em pouco mais de um mês, contra a reforma do sistema previdenciário, uma das promessas eleitorais mais ambiciosas de Macron.

Veja

Deixe uma resposta

Open chat