Dia: 10 de janeiro de 2020

Novos conselheiros tutelares de São Paulo do Potengi são empossados

Os 5 novos Conselheiros Tutelares e seus suplentes que atuarão no município de São Paulo do Potengi a partir de 2020 foram empossados nesta sexta-feira (10). Assumiram o mandato: Honaiara Silva, Túlio Medeiros, Ângela Medeiros, Valquíria Farias e Andson Faria. Os novos conselheiros tutelares vão atuar na defesa e garantia dos direitos das crianças e adolescentes, residentes em nosso município, no período de 2020 a 2024.

A posse foi realizada na Secretaria Municipal de Educação, tendo a presença do Secretário de Administração, Alexandre Herculano; o Secretário de Agricultura, João Maria; a primeira-dama, Vênus Cavalcanti; José Dias, Chefe de Gabinete; os vereadores Assis Araújo e Telma Faria e outras autoridades.

Além dos novos Conselheiros, tomaram posse como suplentes Edson Varela e Vera Lúcia.

Emparn registra chuvas em pelo menos 44 municípios potiguares entre quinta e esta sexta; veja onde “caiu mais água”

O boletim pluviométrico da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte(Emparn), referente ao período das 07h da manhã dessa quinta-feira (09) até 07h da manhã desta sexta-feira (10) registrou a ocorrência de chuvas em 44 dos 173 postos de coleta instalados no RN.

O município de Lagoa Nova, localizado na mesorregião central potiguar, foi o que mais choveu, de ontem para esta sexta-feira(10). O volume foi de 48,5mm.

O segundo maior volume de precipitações foi registrado em Olho D´água dos Borges, com 47 (Oeste Potiguar) e o seguinte foi João Dias com 33mm. Na capital potiguar choveu 29,1mm.

OESTE POTIGUAR

Olho D’agua Dos Borges(Particular) 47,0
João Dias(Emater) 33,0
Venha Ver(Emater) 32,0
Apodi(Prefeitura) 30,0
Baraúna(Emater) 23,6
Pilões(Prefeitura) 20,0
Rafael Fernandes(Emater) 18,1
Serrinha Dos Pintos(Prefeitura) 17,0
Portalegre(Particular) 14,8
Riacho Da Cruz(Emater) 14,7
Viçosa(Prefeitura) 13,8
Lucrécia(Emater) 13,0
Tenente Ananias(Emater-st Mororo) 13,0
Martins(Particular) 8,2
Umarizal(Fazenda Camponesa(partic)) 8,0
Itau(Particular) 5,0
Rafael Godeiro(Emater) 2,9
São Francisco Do Oeste(Prefeitura) 1,1

CENTRAL POTIGUAR

Lagoa Nova(Emater/st. Humaita) 48,5
Jardim Do Serido(Emater/passagem) 31,0
São João Do Sabugi(Emater) 7,0
São José Do Seridó(Fz Caatinga Grande) 6,0
Parelhas(Emater) 5,5
Bodo(Emater/trf p/delegacia) 5,1
Carnaúba Dos Dantas(Emater) 4,4
Caico(Acude Itans) 4,2
Caiçara Do Rio Dos Ventos(Particular) 3,0
Ouro Branco(Sindicato Trab.rurais) 3,0
Cruzeta(Base Fisica Da Emparn) 2,3
Caicó(Emater) 1,9
Caicó(Acude Mundo Novo-emparn) 0,8
Pedro Avelino(Base Fisica Da Emparn) 0,5

AGRESTE POTIGUAR

Monte Alegre(Emater) 12,0
Coronel Ezequiel(Particular) 3,0
Santa Maria(Sind.trab.rurais) 2,0
João Câmara(Centro Saude) 1,9
Barcelona(Particular) 1,0
Monte Das Gameleiras(Emater) 1,0
Parazinho(Emater – Ex-particular) 0,5

LESTE POTIGUAR

Natal 29,1
Ceará-Mirim 20,0
São Gonçalo Do Amarante(Base Fisica Da Emparn) 14,0
Parnamirim(Base Fisica Da Emparn) 6,9
Baia Formosa(Destilaria Vale Verde) 0,4

Por assinaturas da ‘Aliança’, Bolsonaro deve visitar capitais do Nordeste governadas pela esquerda

O presidente Jair Bolsonaro vai intensificar sua atuação como garoto-propaganda do partido que pretende criar, o Aliança pelo Brasil. Na tentativa de conseguir arrecadar até março as 491,9 mil assinaturas necessárias para colocar o partido de pé a tempo de estrear nas eleições municipais, Bolsonaro deve viajar para 21 Estados até o fim de fevereiro e participar pessoalmente da coleta de apoio em alguns desses locais, principalmente no Nordeste. Segundo a direção da legenda em criação, 100 mil assinaturas foram recolhidas até agora.

A executiva nacional do Aliança pelo Brasil se reuniu nesta quinta-feira, 9, com coordenadores locais e definiu um calendário de atos até fevereiro em todas as capitais. Bolsonaro deve participar da maior parte deles. O presidente disse para a cúpula do partido que quer se engajar pessoalmente na coleta de assinaturas e estar presente à abertura das cerimônias em São Paulo, cidade mais populosa do País, e em Estados do Nordeste comandados por governadores de esquerda. Bolsonaro acredita que o Aliança precisa demonstrar força nas regiões que ele considera ter hoje um grande eleitorado de esquerda.

Estadão Conteúdo

Open chat