Primeiro-ministro do Iraque diz que Suleimani estava em Bagdá em missão de paz

O primeiro-ministro do Iraque, Adel Abdul Mahdi, afirmou que o general iraniano Qassim Suleimani estava em Bagdá em uma missão de paz quando foi assassinado pelas forças americanas na sexta-feira (3).

Mahdi disse que ele e Suleimani haviam marcado uma reunião para que o comandante levasse uma resposta do governo do Irã a uma mensagem dos sauditas e afirmou que o Iraque estava mediando a negociação de paz entre os dois países, com apoio dos Estados Unidos. Grande parte das tensões na região derivam da rivalidade entre os dois países.

Na última sexta (3), um ataque de drone ordenado pelo presidente americano, Donald Trump, matou Suleimani e outras nove pessoas perto do aeroporto de Bagdá, entre eles o iraquiano Abu Mahdi al-Muhandas, comandante de um grupo de milícias xiitas que atuavam no Iraque, com apoio de Teerã.

Folhapress

Deixe uma resposta