Dia: 12 de agosto de 2019

Projeto de Lei do vereador Israel Mafra é aprovado na Câmara Municipal de Barcelona

Mais um projeto de lei de N° 69 do atuante vereador do município de Barcelona, Israel Mafra, é aprovado na Câmara Municipal. O projeto dispõe sobre a divulgação da listagem de medicamentos disponíveis e em falta da rede municipal de saúde e dá outras providências.

“Esta iniciativa visa à disponibilização de forma acessível de todos os medicamentos que o Poder Público oferece, democratizando assim a informação e o acesso a estes medicamentos. Objetivamente, quando o cidadão chegar a uma unidade de saúde, poderá já saber de prontidão se o medicamento que precisa pode ser adquirido gratuitamente ou não, e caso tenha esse direito, poderá requerer o mesmo, democratizando ainda mais este acesso”, disse Israel Mafra.

O projeto segue para a sanção e publicação do Prefeito Neto Mafra.

SINTE Regional Potengi fará paralisação nesta terça (13) em São Paulo do Potengi

O SINTE Regional do Potengi realizará na manhã desta terça-feira, 13, no município de São Paulo do Potengi mais uma paralisação em defesa da Educação. Nesta terça também será a Paralisação Nacional que tem como pontos de pauta a luta contra desmontes na educação pública e defesa do direito à aposentadoria e dos direitos sociais.

A partir das 08:30h O SINTE Potengi sairá em caminhada até o Banco do Brasil de nossa cidade.

UERN: Além de cortar R$ 3,6 mi, Governo Fátima zerou recursos para investimentos

UERN: Além de cortar R$ 3,6 mi, Governo Fátima zerou recursos para investimentos

O Governo Fátima Bezerra (PT) cortou 100% dos recursos previstos para realização de qualquer tipo de investimento na Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN). A informação é do próprio reitor da instituição, Pedro Fernandes, em entrevista ao Jornal de Fato neste domingo (11).

Ao ser questionado qual o tamanho do contingenciamento promovido pela administração estadual e quais áreas atingiu, o reitor respondeu o seguinte: “Nós temos folha de pagamento, nenhum por cento; custeio, que são essas despesas do dia a dia, 33%; em investimentos, 100%. Investimento é a compra de um carro, é uma nova construção, isso na fonte 100, a fonte do Governo do Estado, mas eu trago só um número aqui: nesses seis anos em que lá estamos, apesar de termos aprovado em torno de R$ 50 milhões de orçamento para o investimento, nós só pagamos R$ 2 milhões. Não é que a gente esteja devendo os R$ 48 milhões; é que a gente não comprometeu, como eu disse. Já do Governo Federal, em busca de emendas, de projetos, de convênios, a gente conseguiu, em assinando o convênio da emenda de R$ 20 milhões, que foi a emenda agora de 2018, a gente vai chegar a R$ 60 milhões de recursos captados, mas eu faço questão de dizer o que é essa universidade neste estado, porque ainda existe aquela celeuma de que Estado não tem que ter ensino superior, esse tipo de coisa.”

Pedro Fernandes também confirmou que a UERN tem recebido cerca de R$ 300 mil a menos do que necessita para quitar seus compromissos mensais, e que a redução tem afetado o pagamento de alguns serviços. A instituição deixará de receber pelo menos R$ 3,6 milhões só de custeio este ano. O reitor também confirmou que a empresa terceirizada que garante a segurança dos prédios da universidade está com seu contrato atrasado, mas mantendo o pagamento dos funcionários em dia.

Grande Ponto

Open chat