Presidentes das Assembleias Legislativas do NE repudiam declaração de Bolsonaro

Imagem: Marcos Corrêa/PR

Colegiado de presidentes de Assembleias Legislativas dos Estados do Nordeste (ParlaNordeste) recebeu com “repulsa” e chamou de preconceituosas as declarações do presidente Jair Bolsonaro, que se referiu aos governadores da região com o termo “paraíbas”.

Na sexta-feira (19), em conversa com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, sem saber que estava sendo gravado, Bolsonaro disse: “Daqueles governadores de Paraíba, o pior é o do Maranhão. Não tem que ter nada para esse cara”. A conversa ocorreu pouco antes de começar o café da manhã do presidentes com correspondentes internacionais e o áudio foi captado pela TV Brasil, canal oficial do governo, que transmitiu o encontro na íntegra.

“O Colegiado de Presidentes de Assembleias Legislativas dos Estados do Nordeste (ParlaNordeste) recebeu, com repulsa, as declarações preconceituosas do presidente da República, Jair Bolsonaro”, disse o ParlaNordeste em nota.

Na nota, o colegiado destaca que a região é a terceira maior economia do País e que seus 53 milhões de habitantes têm orgulho de viver “não só na Paraíba, mas também, no Maranhão, em Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí”. O ParlaNordeste ainda saúda o trabalho realizado pelos nove governadores da região e diz que vai lutar contra todo tipo de retaliação e função de diferenças políticas ou preconceito.

“Exigimos respeito e não abriremos mão do cumprimento dos deveres do Governo Federal para com a nossa região”, finaliza a nota.

Deixe uma resposta

Open chat