Reforma da Previdência: Secretário do Governo Fátima critica exclusão de Estados

Fotos: Comunicação/ALRN

O secretário estadual de Planejamento, Aldemir Freire, homem forte do Governo Fátima Bezerra (PT) nestes primeiros meses de gestão, criticou a retirada de estados e municípios da reforma da Previdência. Para o auxiliar da petista, a decisão dos deputados federais pode transformar o projeto em uma “meia reforma”.

A declaração do secretário foi publicada pelo jornal O Globo desta segunda-feira (08). “Ele calcula que, se os trechs retirados fossem mantidos, seu estado conseguiria economizar R$ 7,4 bilhões em dez anos, sendo R$ 1 bilhão só com a mudança na Previdência dos militares”, diz a reportagem.

“Não dá para se chamar reforma da Previdência um processo que deixa de fora estados, municípios e militares. No Rio Grande do Norte, o déficit da Previdência dos militares representa 10% do rombo previdenciário total (hoje em R$ 1,7 bilhão”, disse Aldemir ao jornal.

Um Comerntário

Deixe uma resposta