Colégio Gestor do Campus São Paulo do Potengi divulga medidas de racionalização dos recursos do Campus

O Colégio Gestor do Campus São Paulo do Potengi do IFRN, divulgou na última sexta-feira (24), um memorando circular que apresenta as medidas que deverão ser assumidas por toda a comunidade acadêmica em virtude do bloqueio orçamentário referente aos recursos de custeio das instituições públicas federais de educação, para que seja possível racionalizar as despesas do Campus com o intuito de garantir que as atividades possam ser desenvolvidas durante todo o ano letivo de 2019.

De acordo com o Diretor-Geral em exercício do Campus, Prof. Renato Dantas, “essas medidas são parte de uma série de ações que tem sido assumidas na tentativa de garantir a manutenção dos nossos serviços e demandam o fundamental esforço e a compreensão de cada um de nós que compomos essa instituição, no sentido de termos êxito frente as metas de racionalização dos nossos recursos”, destacou.

As principais orientações versam sobre o uso dos espaços do Campus. Entre as medidas, está o racionamento do uso dos aparelhos de ar condicionado que deverão ser colocados na temperatura de 23ºC e utilizados somente no horário das 08h40 às 16h20, no caso das salas de aula, e em horários específicos nos ambientes administrativos. Orienta-se ainda que os aparelhos sejam mantidos desligados nos períodos mais extensos possíveis e que as lâmpadas dos ambientes administrativos permaneçam desligadas até às 15h (exceto em casos justificados).

O empréstimo das instalações do Campus para outras instituições, por exemplo, será avaliado a cada caso e só ocorrerá mediante atendimento do disposto pela portaria n° 59/2011 do CONSUP/IFRN. Além disso, recomenda-se a racionalização do uso de espaços como o Auditório do Campus e do Ginásio Poliesportivo, que só poderá ser usado até às 17h e com os refletores desligados.

Além disso, o colegiado orienta que seja realizada a reavaliação de contratos em andamento, a suspensão da emissão de passagens, diárias e inscrições de servidores em eventos (exceto em ações sistêmicas) e do empréstimo de motorista e carros oficiais, bem como das requisições do uso de veículo oficial. Outras medidas versam ainda sobre o encerramento do expediente dos bolsistas, que deve ser alinhado ao dos servidores dos setores.

No âmbito acadêmico, a concessão de novas aulas de campo foi suspensa – somente as que já estavam planejadas e autorizadas serão realizadas – e as aulas realizadas nos laboratórios dos cursos de edificações, meio ambiente e informática que demandem uso de aparelhos elétricos com alta capacidade de consumo energético (computadores, muflas, estufas, capelas, destiladores, etc.), não devem ocorrer no horário compreendido entre 17h30 e 20h30. Soma-se a isso a orientação de que os docentes minimizem ao máximo a realização de atividades que requeiram material do almoxarifado e, ainda, adotem o envio eletrônico de materiais didáticos para estudantes (por meio do SUAP e/ou outras plataformas digitais), minimizando o uso de papel e impressões. No caso dos eventos, a Semadec, bem como os demais eventos acadêmicos, que requeiram recursos orçamentários estão suspensos/adiados.

No tocante as ações de pesquisa, o uso de veículos oficiais para a realização de pesquisas de campo será avaliado de acordo com a necessidade e o uso da sala disponibilizada para Grupos de Pesquisas deverá ser racionalizado pela coordenação de pesquisa, além de outras ações. O memorando circular traz ainda outras orientações que devem ser seguidas por todos os que fazem o Campus São Paulo do Potengi do IFRN e está disponível aqui.

Próximas ações

Além das medidas já apresentadas, uma série de reuniões deve ser realizada para discutir possíveis readequações e adoção de novas medidas de racionalização, além das já propostas, com todos os públicos do Campus. Uma dessas reuniões, ocorre na próxima quarta-feira (29) às 08h, com os pais dos estudantes do Campus e deverá discutir as medidas. “Entendemos que mudanças podem ocorrer e fazem parte do processo e por isso estamos abertos ao diálogo para que possamos enfrentar com parcimônia este momento desfavorável a nossa instituição”, declarou ainda o Diretor Geral do Campus.

Deixe uma resposta

Open chat