Dia: 18 de março de 2019

A enfermeira Alana Andréa desistiu de ser a nova diretora do Hospital Regional de São Paulo do Potengi

Alegando questões particulares a enfermeira Alana Andréa Azevedo dos Santos, recém-nomeada pelo Governo do Estado, diretora do Hospital Regional de São Paulo do Potengi, desistiu da missão de comandar a referida Unidade Hospitalar. a Informação da desistência nos foi passada pelo pai da enfermeira, Professor Barba.

Teremos outras informações.

Silvério Alves

EMPARN divulga boletim pluviométrico de chuvas do RN; região Potengi choveu bastante

 

A Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte, EMPARN, divulga boletim pluviométrico de chuvas que aconteceram das 7:00hs do dia 15/03/2019 às 7:00hs de hoje, 18 de março.

Confira abaixo o boletim:

MESORREGIÃO OESTE POTIGUAR
Janduís (Emater) 29,0
Jucurutu(Emater) 27,5
Francisco Dantas(Emater) 25,0
Ipanguaçu (Base Fisica Da Emparn) 23,5
Porto Do Mangue(Prefeitura) 21,0
Parau(Prefeitura) 17,3
São Francisco Do Oeste(Prefeitura) 17,1
São Rafael(Emater) 11,3
Parana(Emater) 9,5
Messias Targino(Prefeitura) 8,7
São Rafael(Particular Ii) 7,9
Felipe Guerra(Prefeitura) 6,0
Patu(Particular) 6,0
Pendencias(Ana) 5,5
Ipanguaçu (Emater) 4,3
Luis Gomes (Delegacia) 4,3
Tibau (Prefeitura) 4,1
Lucrécia (Emater) 4,0
Rodolfo Fernandes(Prefeitura) 4,0
Riacho de Santana(Emater) 3,0
Campo Grande (Particular 2) 2,8
Coronel João Pessoa (Emater) 2,1
Carnaubais (Emater) 2,0
Pau dos Ferros (Particular) 2,0
Assú (Particular) 1,5
Mossoró (Prefeitura) 1,3
Olho D’água dos Borges (Particular) 1,1
Encanto (Prefeitura) 0,9

MESORREGIÃO CENTRAL POTIGUAR
Acari (Particular) 59,4
Angicos (Prefeitura) 41,5
Lajes (Olho D´água dois Irmãos) 41,0
Guamaré (Lagoa Doce) 36,6
Jardim De Angicos (Emater) 32,0
Pedro Avelino (Base Fisica Da Emparn) 31,3
São Vicente (Emater(ex-particular)) 28,0
Santana do Matos (Emater) 20,0
Pedro Avelino (Particular) 19,8
Jardim do Seridó (Emater/passagem) 17,0
Parelhas (Emater) 14,5
São José do Seridó (Associacao Usuarios Agua) 12,0
São José do Seridó (Fz Caatinga Grande) 11,3
Lajes (Prefeitura) 9,0
Cerro Cora (Emater) 5,4
São Bento do Norte (Prefeitura) 4,0
São Fernando (Emater) 3,3
Florânia (Sitio Jucuri) 2,4
Santana do Serido (Emater) 2,0

MESORREGIÃO AGRESTE POTIGUAR
Parazinho (Emater – Ex-particular) 71,0
João Câmara (Centro Saude) 40,5
Bento Fernandes (Riacho Dos Paus-part.) 31,0
Ielmo Marinho (Prefeitura) 28,3
Monte Alegre (Emater) 21,0
Tangará (Emater) 10,8
Jaçana (Emater) 6,4
Barcelona (Particular) 6,0
São Bento do Trairi (Prefeitura) 5,7
São Pedro (Emater) 3,5
Rui Barbosa (Emater) 3,0
Boa Saúde (Emater) 2,4
Santa Cruz (Emater) 0,8

MESORREGIÃO LESTE POTIGUAR
Extremoz (Emater) 65,1
Natal 33,2
São Gonçalo do Amarante (Base Física da Emparn) 28,5
Maxaranguape (Particular) 22,5
Montanhas (Prefeitura) 17,7
Parnamirim (Base Física da Emparn) 17,5
Macaíba (Piripiri) 10,9
Espirito Santo (Prefeitura) 3,8

São Tomé: Grupo de Miguel Salustiano se fortalecendo cada vez mais para 2020

O grupo do vice-prefeito de São Tomé, Miguel Salustiano, que está rompido com o atual gestor, vem se fortalecendo cada vez mais para o pleito de 2020.

Nos bastidores da política, comentasse que o grupo de Miguel estará se fortalecendo [o grupo] com a vinda de alguns vereadores e lideranças políticas.

Pelo jeito as articulações política em São Tomé já deu início, Miguel é um nome forte da oposição e do PT para disputar a cadeira do Executivo municipal.

Como dizem os mais sábios: “Vamos aguardar os acontecimentos”…

Não conversavam: Kelps sugere que Álvaro e Fátima não cometam o mesmo erro que Carlos Eduardo e Robinson

O deputado Kelps Lima deseja que o prefeito de Natal, Álvaro Dias, e a governadora Fátima Bezerra, não cometam contra a população da Grande Natal o mesmo equívoco que os seus antecessores, Carlos Eduardo e Robinson Faria, cometeram nos últimos quatro anos.

“Durante quatro anos tivemos um prefeito e um governador que não se comunicavam. Eles não se sentavam para discutir os problemas do Estado e da região metropolitana de Natal. Isso foi muito ruim. Atrasou nossa economia, nosso transporte, maltratou a população”, explica Kelps.

“O prefeito de Natal toma decisões que afetam a vida de milhões de pessoas. E se ele estiver entrosado com o Governo do Estado, pode facilitar obras, gerir melhor políticas públicas e conseguir mais resultados com tempo menor e, às vezes, gastando menos dinheiro”, conclui Kelps.

“Bolsonaro está indo mal por conta própria”, diz FHC

De sapatênis marrom e meia verde-abacate, Fernando Henrique Cardoso recebeu O Estado de S. Paulo na segunda-feira passada, no centro de São Paulo, para falar do tema de seu mais recente livro: a juventude. Contou entusiasmado que tem ido caminhar na Avenida Paulista aos domingos, quando a via é fechada para os carros, e disse que tem procurado se adaptar ao modo de pensar das redes sociais, nas quais procura sempre se manter presente. “Eu tenho 87 anos. Quando nasci, a vida era diferente. E daí? Bom não é o passado, é o futuro”, disse o sociólogo e presidente do Brasil por dois mandatos (1995-1998 e 1999-2002).

FHC queria deixar a política partidária de lado na conversa e se concentrar apenas no lançamento de Legado para a Juventude Brasileira, uma coautoria com a educadora Daniela de Rogatis. Porém, ao abordar as redes sociais, acabou analisando o uso do Twitter pelo presidente Jair Bolsonaro: “É muito difícil pensar ‘tuitonicamente’, você pode, no máximo, emitir um sinal”. Para o ex-presidente, a democracia exige raciocínio e a rede social é operada por impulso.

Questionado diretamente sobre o comportamento de Bolsonaro e de seus filhos (Flávio, Eduardo e Carlos) nas rede sociais, FHC se disse preocupado com o envolvimento da família no “jogo do poder” porque “leva o sentimento demasiado longe” e disparou: “Eu acho perigoso. É abusivo, polariza (…) Nós estamos assistindo ao renascimento de uma família imperial de origem plebeia. É curioso isso. Geralmente, na República, as famílias não têm esse peso”. Segundo ele, “Bolsonaro está indo mal por conta própria”.

O caminho de Álvaro Dias seria o PDT

Interlocutores aliados ao prefeito de Natal Álvaro Dias (MDB) orientam que ele troque de legenda para candidatar-se à reeleição nas eleições de 2020. De preferência, assuma a presidência estadual do PDT do Rio Grande do Norte onde já esteve filiado. Como prefeito de uma Capital, o presidente nacional da legenda, Carlos Luppi o receberia de braços abertos. E não correria o risco do atual presidente e ex-prefeito Carlos Eduardo Alves controlar um partido que corre o risco de não apoiá-lo.

Hoje, Carlos não apóia Álvaro de jeito nenhum.

Robson Pires

ABC sofre, mas vence Santa Cruz de Natal por 1 a 0 e segue vivo na Copa RN

Pedro Vitorino / Agência PhotoPress

O ABC enfrentou o Santa Cruz de Natal neste domingo, 17, na Arena das Dunas, em jogo válido pela 6ª rodada do returno do Estadual, e conseguiu a vitória pelo placar de 1 a 0. O gol da vitória foi marcado por Neto, aos quatro minutos do primeiro tempo.

Depois de cruzamento que partiu da esquerda com o lateral Jonathan, Rodrigo Rodrigues tentou de cabeça, a bola explodiu na trave e, no rebote, Neto apareceu para completar para o fundo das redes. Foi o único gol registrado ao longo dos 90 minutos de jogo.

Com o triunfo, o Alviengro chegou aos sete pontos conquistados e ficou na 4ª colocação na classificação. Já o Santa Cruz de Natal continuou com três pontos, na sétima colocação. A próxima partida do ABC na competição está marcada para a quarta-feira, 20, contra o ASSU, às 20h30, no Frasqueirão. Com informações do Agora RN.

RN pode perder R$ 8,3 bilhões sem alteração na cessão onerosa dos royalties

O secretário estadual de Planejamento e das Finanças, Aldemir Freire, utilizou suas próprias redes sociais para fazer um alerta. O Governo do Rio Grande do Norte corre o risco de perder R$ 8,36 milhões nos próximos anos caso não sejam mudados os critérios de repartição dos royalties do excedente da cessão onerosa.

Os dados fazem parte de documento enviado pela Confederação Nacional dos Municípios ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre. Mais uma tentativa de pressionar a casa a votar o projeto que muda a divisão dos recursos. “O governo do estado perderia R$ 5,7 bilhões e os municípios potiguares outros R$ 2,66 bilhões. Mas além dessas perdas podemos computar outros riscos: 1) perda de R$ 1 bilhão se bônus de assinatura não for repartido; 2) perda com a isenção do IRPJ para as empresas de exploração”, disse Aldemir.

GRANDE PONTO

O MDB e sua grave crise de moral e identidade

O MDB velho de guerra está cansado, sem norte. Na Câmara, com bancada reduzida para 34 deputados, a mais inexpressiva da sua história, o partido que já foi liderado por Ulysses Guimarães sofre crise de identidade. É que os novos deputados eleitos em 2018 não querem saber das velhas lideranças, representadas pelo seu atual presidente nacional, Romero Jucá. Nem mesmo as cumprimenta. O partido não tem nem mesmo interessados em assumir sua presidência.

Perdidos, os antigos do MDB não sabem nem mesmo a quem se dirigir. Não há líderes que se destaquem, entre os novos do MDB.

Para entender o que acontece, Jucá se reuniu antigas lideranças do velho MDB, como Moreira Franco, mas ninguém sabe o que fazer.

O governador Ibaneis Rocha (DF) aceitaria presidir o partido, mas o estatuto veda essa função aos que ocupam cargos no Executivo.

A cúpula do MDB apelou ao ex-presidente Michel Temer para assumir o comando do partido. Ele recusou: afastou-se da política para sempre.

CLÁUDIO HUMBERTO