Dia: 29 de outubro de 2018

“Desafiamos a força que gravita em torno do lulismo no Nordeste”, avalia Kadu Ciarlini, vice de Carlos Eduardo na disputa pelo Governo

Candidato a vice de Carlos Eduardo (PDT), o publicitário Kadu Ciarlini (PP) se pronunciou em suas redes sociais sobre o resultado do segundo turno:

“Muito obrigado Rio Grande do Norte!

Agradeço o gesto de confiança de mais de 750.000 pessoas, eleitores que tiveram o gesto de confiança e votaram em mim e em Carlos Eduardo, esse grande gestor que merece o aplauso pela determinação e luta, também foi um gigante.

Desafiamos a força que gravita em torno do lulismo no Nordeste. Fomos o único Estado desta região a disputar de forma acirrada contra uma candidatura petista ou de algum correligionário.

Me sinto orgulhoso de ter encampado essa luta e de termos chegado aonde chegamos.

Por isso meu mais profundo agradecimento a você que está lendo esta mensagem e aos mais de 750.000 pessoas que acreditaram em nós. Sigo adiante com a convicção e a alegria de ter buscado contribuir com o meu estado, minha região e meu país.

Desejo a Senadora Fátima sucesso e que consiga cumprir suas promessas de campanha.

Aos meus amigos e seguidores, um forte abraço!

Há muito RN, Mossoró e Oeste pela frente!

Seguirei empunhando a bandeira e a luta pela inovação na gestão pública pois este é o caminho para o futuro que traz soluções e benefícios nas áreas mais essenciais para a população!

Vamos seguir em frente! #novasideias #muitoObrigadoRN #753.015vezesobrigado”

Bolsonaro só venceu Haddad em 3 cidades do Rio Grande do Norte no 2° turno

Derrotado por Fernando Haddad (PT) em todos os estados da região Nordeste – além de Pará e Tocantins, no Norte -, o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) só venceu em 3 das 167 cidades do Rio Grande do Norte no segundo turno das eleições presidenciais. Eleito com 55,13% dos votos válidos em todo o País, Bolsonaro só ficou à frente de Haddad no RN em Natal, Parnamirim e Carnaúba dos Dantas. No primeiro turno, Bolsonaro teve melhor desempenho no Estado: venceu em 5 cidades. Além de Natal, Parnamirim e Carnaúba dos Dantas, ele teve maioria em Mossoró e Parelhas.

Neste domingo, o melhor desempenho do presidente eleito aconteceu em Parnamirim, na Grande Natal. Na cidade, Bolsonaro teve 59,96% dos votos válidos, ou seja, 55.904 votos, contra 40,04% de Haddad (37.327). Em Natal, Bolsonaro ganhou por margem menor: 52,98% contra 47,02%, isto é, 220.770 contra 195.938 votos. Em Carnaúba dos Dantas, no Seridó, o placar foi de 50,12% a 49,88% para Bolsonaro sobre Haddad.

Fernando Haddad, hegemônico no Nordeste, venceu em 164 cidades potiguares. Proporcionalmente, suas maiores votações ocorreram nos municípios de Venha-ver e Paraná, ambos na região Oeste: 92,45% e 91,71% dos votos válidos, respectivamente.

Considerando apenas o Rio Grande do Norte, Haddad venceu com 63,41% dos votos válidos (1.131.027), contra 36,59% de Bolsonaro (652.562). Entre os eleitores que compareceram, 1,54% votou em branco (29.990) e 6,68% anularam (129.752). A abstenção foi de 18,14%, isto é, 430.383 deixaram de comparecer às urnas.

Confira o resultado nos dez maiores colégios eleitorais:

Natal – Bolsonaro 52,98% x 47,02% Haddad
Mossoró – Haddad 59,22% x 40,78%
Parnamirim – Bolsonaro 59,96% x 40,04% Haddad
São G. do Amarante – Haddad 55,7% x 44,3% Bolsonaro
Ceará-Mirim – Haddad 74,69% x 25,31% Bolsonaro
Macaíba – Haddad 63,12% x 36,88% Bolsonaro
Caicó – Haddad 64,87% x 35,13% Bolsonaro
Assu – Haddad 77,18% x 22,82% Bolsonaro
São José de Mipibu – Haddad 62,38% x 37,62% Bolsonaro
Currais Novos – Haddad 61,17% x 38,83% Bolsonaro

Agora RN

Em nota, Carlos Eduardo deseja êxito à governadora eleita Fátima Bezerra

A assessoria de Carlos Eduardo Alves (PDT) escreveu nota assinada pelo ex-prefeito, se pronunciando sobre o resultado das urnas.

Segue a nota:

Quero expressar profunda gratidão aos norte-rio-grandenses que confiaram em nossas propostas, nossas ideias, na nossa capacidade administrativa e deram o seu voto ao 12, na confiança de que, das urnas, nasceria um Rio Grande do Norte pautado pela ética, a gestão eficiente e a tolerância zero com a corrupção.

Fizemos uma campanha limpa e propositiva. Baseada na coragem e no sentimento de mudança, na nossa história que transformou Natal numa capital capaz de orgulhar seus filhos e seus visitantes.

Foram quatro gestões fixadas no coração e na alma de sua gente.

Abri mão de meus quase três anos de mandato como prefeito por saber que, ao homem público verdadeiro, não é permitida a omissão da luta.

O Rio Grande do Norte chegou ao fundo do poço nos últimos quatro anos.

Me propus mudá-lo, percorrendo no calor, nas noites e madrugadas, o itinerário da esperança numa gestão voltada a todos, sem lados ou preconceitos ideológicos.

Agradeço a toda a equipe que esteve conosco, ao meu partido, o PDT e aliados, o PP, o DEM, o MDB, o Podemos e, no segundo turno, a relevante presença do PSL.

Agradeço a toda minha família, em especial à minha mulher Andréa, uma demonstração guerreira de amor em cada instante da jornada. Agradeço aos meus filhos pelos dias em que não pude estar com eles, trabalhando para que cada filho do Rio Grande do Norte compreendesse nossa mensagem.

Cabe-me exercer a missão delegada pelo povo do meu Estado.

Irei cumpri-la.

À minha adversária, sinceros votos de êxito.

Na minha vida pública, aprendi a ganhar e a perder.

Desistir, nunca! Jamais!

Que Deus nos proteja e a todo o Rio Grande do Norte.

Carlos Eduardo

“Vamos tirar o Estado da grave crise em que se encontra”, diz Fátima após eleita

Eleita neste domingo (28), Fátima Bezerra (PT) é a nova governadora do Rio Grande do Norte, única mulher no cargo no país. Depois do resultado, ela recebeu a imprensa para coletiva e afirmou que esta eleição marca a história política do Estado.

“Expresso aqui meu agradecimento a Deus e ao povo do Rio Grande do Norte, que foi o grande protagonista desse processo eleitoral”, afirmou Fátima. “Eu já via nas ruas um sentimento de mudança, e as urnas comprovaram isso”.

A governadora eleita agradeceu, ainda, ao seu partido, o PT, ao PCdoB do vice Antenor Roberto e ao PHS da senadora eleita Zenaide Maia. “Quero também agradecer aos apoios que recebi nesse segundo turno, que vieram pela porta da frente, que entenderam que a candidatura da senadora Fátima era a melhor opção”, ressaltou, citando os presentes na coletiva, nas pessoas do presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira; da deputada Márcia Maia; dos deputados eleitos Ubaldo Fernandes e Eudiane Macedo; dos professores Carlos Alberto e Robério Paulino, do PSol; e do presidente da Câmara Municipal de Natal Raniere Barbosa e Karla Veruska.

Fátima lembrou do desafio que será governar o Estado a partir de 2019. “Vamos iniciar uma nova era política, tirar o Estado da grave crise em que se encontra, trazer paz, emprego e prosperidade ao nosso povo”.

RESULTADO REGIÃO POTENGI/PRESIDENTE: Haddad venceu em todos os municípios do Potengi

O candidato derrotado no 2° turno das eleições de 2018 o Fernando Haddad (PT), venceu em todas as cidades pertencentes a região Potengi.

Haddad obteve 35.848 votos válidos na região. Enquanto Bolsonaro teve 16.975 votos. Maioria de 18.873 para Haddad.

Na 008 Zona Eleitoral que tem as cidades de São Pedro, Santa Maria, Riachuelo e São Paulo do Potengi, Haddad teve 14.349 votos (66.08%) e Bolsonaro 7.367 votos válidos (33.92%).

Confira a votação da região Potengi para Presidente:

VEJA A VOTAÇÃO DA DISPUTA PARA A PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA NA REGIÃO POTENGI – 2° TURNO – ELEIÇÕES 2018
 

MUNICÍPIOS

FERNANDO HADDAD (PT)

JAIR BOLSONARO (PSL)

MAIORIA

Barcelona 2.028 1.093 935
Bom Jesus 3.855 1.755 2.100
Ielmo Marinho 5.734 1.851 3.883
Lagoa de Velhos 1.619 658 961
Riachuelo 3.298 1.263 2.035
Ruy Barbosa 1.630 868 762
Santa Maria 2.376 816 1.560
São Paulo do Potengi 5.364 4.140 1.224
São Pedro 3.311 1.148 2.163
São Tomé 3.805 2.484 1.321
Sem. Elói de Souza 2.828 899 1.929
TOTAL NA REGIÃO POTENGI
  35.848 16.975 18.873

 

RESULTADO REGIÃO POTENGI: 10 municípios do Potengi Fátima venceu; apenas 1 Carlos Eduardo venceu

Neste domingo (28) a população Brasileira foram as ruas e em seus locais de votação para depositarem seu voto de confiança aos candidatos que estavam concorrendo o 2° turno das eleições de 2018. No Rio Grande do Norte não foi diferente, com mais de 1 milhão de votos a nova governadora do RN é Fátima Bezerra (PT).

Na região do Potengi, Fátima ganhou em 10 municípios e apenas em 1 Carlos Eduardo venceu.

Fátima venceu em: Barcelona, Bom Jesus, Ielmo Marinho, Lagoa de Velhos, Riachuelo, Ruy Barbosa, Santa Maria, São Paulo do Potengi, São Pedro e Senador Elói de Souza. Carlos Eduardo só venceu em São Tomé, e com uma diferença pequena de apenas 50 votos.

Na soma dos 11 municípios considerados do Potengi, Fátima teve 32.573 votos (61%), contra 20.951 votos (39%) de Carlos Eduardo. Maioria da petista na região foi de 11.622 votos.

Confira as cidades e total de votação: 

 

VEJA A VOTAÇÃO DA DISPUTA PARA O GOVERNO DO ESTADO REGIÃO POTENGI – 2° TURNO – ELEIÇÕES 2018

 

MUNICÍPIOS

FÁTIMA BEZERRA (PT)

CARLOS EDUARDO (PDT)

MAIORIA

Barcelona 1.892 1.273 619
Bom Jesus 3.469 2.227 1.242
Ielmo Marinho 5.197 2.431 2.766
Lagoa de Velhos 1.592 672 920
Riachuelo 2.783 1.838 945
Ruy Barbosa 1.494 1.060 434
Santa Maria 2.217 991 1.226
São Paulo do Potengi 5.143 4.495 648
São Pedro 2.812 1.765 1.047
São Tomé 3.206 3.256 -50
Sem. Elói de Souza 2.768 943 1.825
TOTAL NA REGIÃO POTENGI
  32.573 20.951 11.622

 

Bolsonaro vence segundo turno e é eleito o novo presidente do Brasil

Bolsonaro vence segundo turno e é eleito o novo presidente do Brasil

Os eleitores brasileiros foram às urnas neste domingo, dia 28 de outubro de 2018, e decidiram que Jair Messias Bolsonaro será o próximo presidente da República Federativa do Brasil.

Candidato ao Planalto pelo PSL, Bolsonaro venceu o segundo turno das eleições com 55,13 % dos votos, contra 44,87 % do adversário Fernando Haddad, do PT.

Capitão reformado do Exército e deputado federal há 27 anos, Bolsonaro assumirá o cargo executivo no dia 1º de janeiro de 2019, quando receberá das mãos de Michel Temer, em Brasília, a faixa presidencial.

Campanha

Jair Bolsonaro liderou as pesquisas de intenção de voto durante toda a campanha eleitoral. Na reta final, ele chegou a perder alguns pontos, mas mesmo assim venceu.

Antes do primeiro turno, no dia 6 de setembro, ele sofreu um ataque a faca durante um ato em Juiz de Fora (MG) e teve de passar por dois procedimentos cirúrgicos. Com a saúde debilitada, o capitão reformado passou a fazer campanha junto aos eleitores somente nas redes sociais, além das propagandas gratuitas de rádio e TV. Bolsonaro também evitou os debates contra Haddad no segundo turno, mesmo tendo liberação médica para participar.

Nono presidente da “Nova República”

Jair Bolsonaro será o 9º presidente da “Nova República”, que começou em 1985, após a Ditadura Militar. De lá até hoje, o Brasil foi governado por Tancredo Neves*, José Sarney (1985 – 1990), Fernando Collor (1990 – 1992), Itamar Franco (1992 – 1995), Fernando Henrique Cardoso (1995 – 2003), Luiz Inácio Lula da Silva (2003 – 2011), Dilma Rousseff** (2011 – 2016) e Michel Temer*** (2016 – 2018)

* Tancredo tinha posse marcada para o dia 15 de fevereiro de 1985, mas a cerimônia não chegou a acontecer porque o então presidente eleito ficou doente na véspera e acabou falecendo em 21 de abril do mesmo ano.

** Dilma, a primeira mulher a ocupar o cargo de presidente da República, teve o mandato interrompido no dia 31 de agosto, após um processo de impeachment.

*** Temer, vice de Dilma Rousseff, assumiu o Planalto após o impeachment da petista.

Notícias ao Minuto

Temer: tenho convicção de que Bolsonaro fará um governo de muita paz e harmonia

O presidente Michel Temer (MDB) disse acreditar que seu sucessor eleito neste domingo, Jair Bolsonaro (PSL), fará um governo de “muita paz e harmonia” e irá pacificar o País. “Tenho convicção de que ele fará um governo de muita paz e harmonia que é o que nosso País necessita”, disse Temer, nesta noite, no Palácio da Alvorada. Momentos antes, Temer havia telefonado para cumprimentar o capitão reformado pela vitória nas urnas, em uma conversa breve.

Ainda durante seu pronunciamento, Temer disse que a transição entre os governos terá início amanhã e que o processo já está todo formatado. O processo será feito fisicamente no prédio do Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB), em Brasília. O emedebista disse que ofereceu a Bolsonaro e sua equipe a Granja do Torto também, caso o presidente eleito ache necessário.

Sobre as eleições, Temer ressaltou que o povo exerceu neste domingo “seu poder”, “com tranquilidade e soberania”.

Temer assumiu a Presidência da República de forma definitiva em 31 de agosto de 2016, após o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) da qual ele era o vice.