Jácome: “Povo é quem vai dizer se meu nome é forte para o Senado Federal”

Ciro Marques/AGORA RN

O deputado federal Antônio Jácome, do partido Podemos, será o candidato a senador da chapa encabeçada pelo ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT) e que tem o senador Garibaldi Alves Filho (MDB) como candidato à reeleição. A confirmação foi feita em evento realizado na última sexta-feira, 29, no Hotel Holliday Inn, em Natal, com a presença de lideranças políticas de Natal e do interior.

E, citando Deus, mas não falando que representa o segmento evangélico, nesta entrevista ao Agora RN, o deputado federal Antônio Jácome antecipou como será pautado o seu trabalho caso chegue ao Senado e explicou como foi o diálogo com o grupo de Carlos Eduardo, Garibaldi e do senador José Agripino (DEM) para compor a coligação.

CANDIDATURA AO SENADO

“É um desafio muito grande, e o povo é quem vai dizer se o nome é forte, se é competitivo. Mas com muita fé no coração, com Deus na frente, vai dar tudo certo. Hoje é, repito, uma reunião de agenda partidária. Vou anunciar a decisão de ser pré-candidato ao Senado da República numa coligação que inicialmente já conta com cinco partidos. Mas até a convenção, esperamos a ampliação desse leque de alianças com outros partidos”.

CONVITE PARA A CHAPA

“O convite partiu deles, certamente pelo reconhecimento e respeito à minha história e trajetória política. E foi uma iniciativa e um gesto de muito desprendimento do senador José Agripino, que percebeu que isso poderia fortalecer esse projeto de governo. Senti confiança e firmeza e, por isso, estou aceitando o convite”.

JOSÉ AGRIPINO

“Ele que me convidou para conversar. Ele que tomou a iniciativa. Repito, num gesto de grandeza, de muito desprendimento. Não condicionou absolutamente nada”.

JACÓ JÁCOME

“Jacó (filho dele) é um pré-candidato a deputado estadual pelo PSD. Não ocorreu em nenhuma desobediência partidária. Vai ser coerente como sempre foi na sua história, até pelo aprendizado que ele tem com o pai, com 30 anos de vida pública. Não creio que alguém possa cometer alguma atrocidade política a ponto de impedir que o RN possa ter, entre os que pleiteiam a Assembleia, um nome com a dedicação, com a vontade dele”.

ROBINSON FARIA

“O Podemos sempre foi um partido independente. Eu tenho relação pessoal com o governador Robinson Faria. Sou amigo dele. Colega de Câmara Federal do filho dele, Fábio Faria. Mas a política exige, pelas circunstâncias, que você tome, algumas vezes, posições divergentes. E esse momento chegou. Com muito respeito, sempre vou respeitá-lo procurando preservar a amizade que construímos ao longo de muitos anos”.

PROPOSTAS E IDEIAS

“Estou como parlamentar há mais de 20 anos. Vou continuar minhas bandeiras de luta, que são as bandeiras da área da saúde: a questão da gestão e do gerenciamento do SUS, que é o maior sistema de saúde do mundo. E, no Senado, que é uma casa moderadora, revisora, nós vamos levar toda essa experiência e o preparo adquirido nesses 30 anos de vida pública para ser um grande senador pelo Rio Grande do Norte”.

Deixe uma resposta