Dia: 23 de maio de 2018

Baixo desempenho nas pesquisas fez Kelps desistir do governo, confirma deputado

Ciro Marques

O deputado estadual Kelps Lima, do SOLIDARIDADE, não vai mais disputar o Governo do Estado e sim a reeleição na Assembleia Legislativa. E, longe de uma desculpa que justificasse a decisão sem poder causar prejuízo ao seu nome perante os eleitores, o próprio Kelps Lima confirmou que fez isso por conta do baixo desempenho nas pesquisas de intenção de voto. Ou seja: ele não teve voto suficiente para estar credenciado para uma disputa majoritária, por isso, achou melhor abrir mão.

“O Solidariedade optou pela retirada do meu nome como pré-candidato ao Governo do Estado. Fizemos o ciclo que foi combinado quando nosso nome foi apresentado. Que testaríamos por 60 dias e se não conseguíssemos aproximadamente 15% nas pesquisas eleitorais iríamos rever o projeto. Com o resultado da pesquisa da FIERN, onde ficamos com 5% resolvemos reunir a Executiva do partido na última sexta e ficou decidido que meu nome irá reforçar a chapa de deputado estadual própria do Solidariedade que tentará eleger 3 parlamentares”, afirmou Kelps Lima, justificando, via Facebook, a decisão do partido que preside no Rio Grande do Norte.

Apesar da desistência de ser o candidato, Kelps Lima confirmou que a sigla vai sim lançar um nome para a disputa. “Além da pré-candidatura de Magnólia Figueiredo o partido terá candidatura própria ao cargo de Governador e que o nome será escolhido até o final de junho. Não iremos nos aliar aos grupos políticos tradicionais e não vamos participar da troca de cargos por apoio político que está ocorrendo hoje no Governo do Estado e na Prefeitura de Natal”, garantiu o parlamentar.

País está retomando geração de emprego, diz Rogério Marinho ao lançar livro em Brasília

Já são mais de 315 mil empregos gerados apenas entre janeiro e abril de 2018. A retomada da geração de novos postos de trabalho no país é um dos destaques dos seis meses em vigor da nova lei trabalhista. Os números foram apresentados pelo deputado federal Rogério Marinho (PSDB), em solenidade realizada nesta terça-feira (22) na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), em Brasília. O evento marcou o lançamento do livro “Modernização das leis trabalhistas – o Brasil pronto para o futuro”, que foi escrito pelo tucano.

“O Brasil está aos poucos retomando a geração de emprego e o desenvolvimento econômico. Os números de janeiro a abril são positivos e a expectativa é que melhore ainda mais. A nossa legislação tirou o país do século passado”, disse Rogério Marinho em sua palestra, que antecipou o lançamento do livro. O parlamentar foi relator da modernização das leis trabalhistas na Câmara.

Na sua apresentação, Rogério destacou outros números que comprovam a melhoria causada pela nova lei ao país. Entre elas, também ganhou destaque a redução de quase 50% nas ações trabalhistas e na quantidade de pedidos apresentados nesses diversos processos. Outro dado que chama a atenção é a quantidade de demissões por acordo que foram feitos desde a entrada em vigor da legislação atual: mais de 40 mil.

Ainda em relação ao Judiciário, pela primeira vez em cinco anos houve uma queda na quantidade de ações à espera de julgamento. Entre 2014 e 2017, o estoque de processos passou de 1,5 milhão para 1,8 milhão. Ao final de fevereiro de 2018, porém, havia 1,7 milhão de ações no aguardo de sentença na primeira instância.

Por fim, a questão envolvendo o fim do imposto sindical obrigatório, que passou a ser opcional. Um dos pontos mais polêmicos da nova lei deu ao trabalhador o direito de escolher se contribui ou não com o sindicato de sua categoria. Com isso, a arrecadação das entidades caiu cerca de 80%.

No evento estiveram presentes o presidente da CNI, Robson Braga, o presidente da Fiern, Amaro Sales e o senador Garibaldi Alves Filho (PMDB), além de diversos presidentes de Federações de todo o país, senadores e deputados federais. Também marcaram presença os prefeitos de Nísia Floresta (Daniel Marinho), Tenente Laurentino Cruz (Sueleide Araújo) e Bom Jesus (Clecio Azevedo).

Na Procissão de Santa Rita, Agripino reforça compromisso com o município de Santa Cruz

Durante o encerramento, nesta terça-feira (22), da Procissão de Santa Rita de Cássia (Santa Cruz-RN), uma das mais tradicionais do Rio Grande do Norte, o senador José Agripino (RN) disse que não poderia deixar de participar do evento e frisou que tem lutado ao máximo para atender, por meio de suas emendas e da colaboração para a liberação de recursos federais, as reivindicações da cidade. A celebração reuniu centenas de fiéis de várias regiões do estado. Ao lado da prefeita Fernanda Costa (MDB), do deputado estadual Tomba farias (PSDB), do secretário de Habitação de natal, Carlson Gomes (DEM) e do pré-candidato ao governo do RN e ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PDT), Agripino caminhou pelas ruas do município e participou da missa na Igreja Matriz.

“Tenho um carinho especial pela cidade de Santa Cruz e faço o que posso para ajudar a prefeita Fernanda. Lutou ao lado dela em Brasília para promover o desenvolvimento do município. Meu gabinete está sempre de portas abertas quando ela está em Brasília e eu faço questão de ouvir dela as demandas mais urgentes que a prefeitura precisa resolver”, frisou Agripino. “Não são poucas as vezes que vamos juntos aos ministérios batalhar por recursos e para o atendimento dos pleitos da cidade. Santa Cruz conta com meu apoio, compromisso e empenho”, acrescentou.

Os festejos tiveram início na sexta-feira (13) com vasta programação religiosa, como orações, novenas e quermesse. Neste ano, um dos principais objetivos da Procissão foi, além de evangelizar os fiéis, angariar recursos para construir a Casa Paroquial.