Dia: 21 de maio de 2018

Erivan de Seu Elino poderá mais uma vez ser pré-candidato a Deputado Estadual

De acordo com informações do Blog do Potengi, o Prefeito em exercício do município de São Paulo do Potengi, Erivan Alves Farias conhecido popularmente como Erivan de Seu Elino, externou em conversas o interesse que seu Partido o PSC, tem em colocá-lo novamente na disputa por uma cadeira na Assembleia Legislativa no pleito deste ano.

Do Blog

Erivan nas eleições de 2014 obteve 2.400 votos, sendo mais votado em São Paulo do Potengi com 1.380 votos. A nossa região tem 4 pré-candidatos a Deputado Estadual e 2 Federal.

Sendo eles: O Vereador João Cabral (PT), Miguel Salusto (PT), Jojó (São Tomé) e Erivan (PSC), ambos pré-candidatos a Estadual.

Andson Farias (PRP) e Dona Cacilda (SD) ambos Federal.

Atuais regras de campanha eleitoral dificultam renovação de candidatos

Acostumados às regalias da vida pública, deputados e senadores pretendem continuar na política e dificultar a entrada de novos nomes no Congresso Nacional. Cerca de 80% dos parlamentares eleitos pretendem continuar na carreira — 67 pessoas no Senado e 434 na Câmara. Alguns, ainda que fora do Parlamento, buscam novos cargos, como o de presidente da República e governador. Seis meses após a aprovação da reforma política, cuja bandeira era justamente a renovação, poucos movimentos devem ser concluídos no pleito de 2018. As vagas que sobrarem, serão preenchidas por quem já tem capital político e, até, pelos herdeiros de votos.

Compilando os resultados de três pesquisas, o Correio fez um levantamento sobre o futuro dos parlamentares na política (veja quadro abaixo). Muitos, ainda que investigados na Lava-Jato, pretendem se manter em cargos eletivos. “Faço palestras sobre isso o tempo todo. O empenho dos políticos profissionais em continuar nessa trajetória não favorece quem ainda quer chegar a esse mundo. Aliado a isso, teremos uma eleição mais curta, menos dinheiro, menos tempo na tevê e a falta de interesse da população”, conta o advogado Daniel Falcão, especialista em direito eleitoral e professor do Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP).

O professor acredita que, pelas mudanças na reforma política, até a divisão do fundo de campanha beneficia os mais antigos. “Foi tudo feito de maneira a beneficiar quem já está no poder. Existe má-vontade até dos partidos em colocar novas pessoas, visto que tem gente com capital político e votos herdados disponível no mercado”, complementa Falcão. A PEC que alterou o sistema eleitoral traz 40 dias a menos de campanha, menos tempo na tevê e mudanças na cláusula de barreira. Assim, quem não atingir números de votos ou de pessoas eleitas não terá direito à propaganda em 2022. “Você acaba matando os mais novos”. Doações por empresas estão proibidas desde as eleições municipais de 2016, o que deixa os candidatos mais dependentes das estruturas partidárias, a não ser os que podem financiar a própria campanha.

Instituída em 1998, durante o mandato de Fernando Henrique Cardoso (PSDB) como presidente da República, a reeleição teve seu auge em 2006. Como resultado daquele pleito, 79% dos governadores continuaram em seus cargos durante mais quatro anos. Eram outros tempos: a economia ajudava e a eleição ainda contava com dinheiro privado para bancar as produções exageradas que ocorriam à época.

O cientista político Ivan Ervolino, criador da startup de monitoramento legislativo Siga Lei, acredita que a renovação será difícil de acontecer. “Falta oxigenação, infelizmente. Quem está com o poder entranhado não consegue mais deixar para lá. Quem tem poder para mudar isso é a sociedade, mas o jeito é buscar novas ideias em plataformas a que nem todo mundo tem acesso, como a internet.”

Segundo especialistas, o uso da rede, longe de garantir a democratização do acesso à campanha, será usado com maior facilidae por quem já detém mandato, com um trabalho iniciado em redes sociais. Esses candidatos terão também maior facilidade para incrementar o uso dos meios eletrônicos, já que terão acesso a mais recursos dos partidos.

Caciques com poder suficiente para indicar aliados e parentes não deixam as vagas abertas para novatos ou outsiders. Na eleição de 2014, 290 dos 513 deputados já integravam a legislatura anterior e se reelegeram. Dos outros 223, apenas 24 —4,7% da Casa — de fato nunca havia trabalhado ali. O resto entra na cota dos herdeiros de votos, dos que já tiveram mandatos anteriores como deputado ou atuaram em outra esfera do Legislativo ou do Executivo.

“Gente com quatro, cinco mandatos seguidos e com extensa vida política não entra nessa conta da renovação. São políticos profissionais que ficarão ali enquanto não houver uma iniciativa popular através do voto. Precisamos de gente interessada disposta a votar em quem trouxer novas ideias”, finaliza Ervolino.

“Foi tudo feito de maneira a beneficiar quem já está no poder. Existe uma má vontade até dos partidos em colocar novas pessoas, visto que tem gente com capital político e votos herdados disponível no mercado”

Daniel Falcão, advogado, especialista em direito eleitoral.

SEM VAGAS

A Reforma Política foi aprovada para dificultar renovações no Congresso. Estudos mostram que os “políticos profissionais” não querem abrir mão do mandato. Com poucas cadeiras disponíveis, os partidos sequer abrem espaço para lançar novos nomes.

Senado Federal

Total: 81

Não vão concorrer: 14

Em dúvida: 4

Candidatos a:

Presidente da República: 2

Governador (a): 22

Vice-governador (a): 2

Senador: 37

Investigados na Lava-Jato: 23

Câmara dos Deputados

Total: 513

Não vão concorrer: 79

Em dúvida: 69

Candidatos a

Presidente da República: 1

Governador: 6

Vice-governador: 3

Deputado federal: 355

Investigados na Lava-Jato: 55

CORREIO BRAZILIENSE

Partido Avante mobiliza pré-candidatos pelo interior

O pré-candidato a deputado estadual Edílio Lobo e a pré-candidata a deputada federal Karla Veruska cumpriram agendas neste final de semana em Natal, Senador Eloy de Souza e Boa Saúde participando de festar em alusão ao Dia das Mães.

Edílio Lobo, que já vendeu alimentos nas praias para sobreviver e que até hoje empreende no setor de seguros, destacou a importância de se ter uma renovação da política.

“Nós temos os mesmos problemas há vários anos, temos os mesmos políticos há varios anos e esses problemas não foram resolvidos. Eu sei como é estar passando por dificuldades e ter que se virar para por comida em casa. Por isso precisamos de políticos que tenham mais atenção com a gente. A campanha vai vir e precisamos pensar bem em quem vamos votar”, disse.

O pré-candidato a deputado estadual foi convidado pelo partido para disputar a campanha desse ano e tem realizado visitas a amigos, familiares e colegas de partido com o objetivo de viabilizar a candidatura.

Franklin Capistrano confirma intenção de disputar mandato de deputado estadual

O vereador de Natal Franklin Capistrano (PSB) confirmou ao Diretório Estadual do partido, nesta segunda-feira (21), sua intenção de disputar mandato de deputado estadual. A confirmação foi feita ao presidente da legenda, deputado federal Rafael Motta, e ao vice-governador Fábio Dantas, pré-candidato da sigla ao Governo do Estado.

Franklin Capistrano está no seu sétimo mandato como vereador de Natal, tendo exercido, recentemente, a Presidência da Câmara Municipal. Ele é psiquiatra, escritor e tem atuação junto à Igreja Católica. “Trata-se de um grande parlamentar, com história no partido, feitos na vida pública e condições de representar os potiguares na Assembleia Legislativa”, declarou Rafael Motta.

O pré-candidato a deputado estadual afirmou que tem sido motivado pelos seus eleitores e segmentos que representa no legislativo municipal. “São palavras de reconhecimento do nosso trabalho e de incentivo, que fazem a gente querer ampliar a representação que exercemos hoje, fortalecendo Natal na Assembleia Legislativa”, afirmou Franklin Capistrano sobre a confirmação ao PSB estadual.

“Não queremos ser conhecidos como o país da propina”, diz Moro nos EUA

Foto: Sáshenka Gutiérrez / EFE

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava-Jato em Curitiba, afirmou em discurso na Universidade de Notre Dame, nos Estados Unidos, que o Brasil tem avançado no combate à corrupção.

O magistrado, que foi o principal orador na formatura da universidade, citou o ex-presidente americano Theodore Roosevelt ao destacar que o Brasil não se envergonha de estar expondo sua corrupção, definida por ele como “endêmica ou até mesmo sistêmica”.

“Não queremos ser conhecidos como o país da propina, mas como uma democracia forte”, pregou o juiz, lembrando que a Lava-Jato já atingiu grandes empresários, ministros e até um ex-presidente, em referência a Luiz Inácio Lula da Lula.

Segundo ele, as investigações mudaram a mentalidade dos brasileiros: “há pouco tempo atrás a corrupção parecia invencível”, destacou. Moro fez menção a tentativas de interromper as investigações:

“Muitos criminosos e seus aliados não querem mudar o status quo de corrupção e impunidade. Eles são muitos e poderosos. Apesar disso, a investigação, os processos e julgamentos estão ocorrendo. Todos estão sob a proteção da lei. Mas isso também quer dizer que ninguém está acima dela, destacou.

Ao fim do discurso, o juiz aconselhou os estudantes a não se esquecerem da importância do respeito às leis.

Ao falar para os formandos, Moro citou as familiaridades entre as histórias de Brasil e Estados Unidos. Segundo ele, os dois países foram colônias, viveram o flagelo da escravidão e tiveram seus povos formados por imigrantes de diversas origens.

O Globo

Começa hoje serviço de aposentadoria por idade pela internet ou telefone

A partir desta segunda-feira, aposentadorias por idade e salário-maternidade urbanos poderão ser concedidos automaticamente pela internet, no site Meu INSS, ou pelo telefone 135. A expectativa do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é que de 15% a 20% dos pedidos possam ser atendidos imediatamente por esses canais, sem a necessidade de comparecer presencialmente às agências.

Como fazer

O pedido poderá ser concedido automaticamente, no caso da aposentadoria por idade, caso os solicitantes tenham completado pelo menos 15 anos de contribuição e tenham a idade mínima de 60 anos, se forem mulheres, e 65, homens. Além disso, o segurado não pode estar aposentado.

Já o salário-maternidade poderá ser concedido automaticamente para as mães após o nascimento dos filhos. O sistema checará a certidão de nascimento da criança e o vínculo empregatício da mãe. Os benefícios solicitados antes do parto não serão atendidos imediatamente; serão encaminhados pelo próprio sistema para a análise.

Caso se enquadrem nos requisitos, os processos serão concluídos em até 30 minutos, após a análise do próprio sistema, que consultará automaticamente os bancos de dados disponíveis para verificar as informações.

O atendimento por telefone funciona de segunda a sábado, de 7h às 22h. No início da manhã e fim do dia ou início da noite, segundo o INSS, a demanda é menor e os horários podem ser aproveitados pelos segurados. A ligação é gratuita de telefone fixo ou público e tem o preço de ligação local pelo celular.

VEJA

Rogério Marinho consegue mais R$ 2,2 milhões em ambulâncias e gabinetes odontológicos para municípios do RN

Mais uma ação do deputado federal Rogério Marinho (PSDB) a favor da saúde pública dos municípios potiguares. Por meio da atuação do parlamentar, vários municípios do Rio Grande do Norte receberão ambulâncias e outras cidades terão vans para deslocamento de pacientes. Além disso, gabinetes odontológicos serão instalados em diversos municípios do Estado. Somado, o investimento é superior a R$ 2,2 milhões. Os recursos já foram pagos as Prefeituras e a compra dos veículos está em processo de licitação.

“Todos nós somos testemunhas das dificuldades financeiras enfrentadas por praticamente todos os municípios do RN, o que prejudica diretamente a oferta de um bom sistema de saúde pública. Estamos trabalhando para superar este problema, e estes recursos, somados a outros que já obtivemos, permitirão uma melhoria no atendimento para a população que mais precisa”, disse Rogério Marinho.

O parlamentar já havia liberado anteriormente cerca de R$ 15 milhões para o setor, distribuído para diversas cidades potiguares investirem na manutenção das unidades básicas de saúde. Com mais estes recursos para veículos e gabinetes odontológicos, já são mais de R$ 17,2 milhões liberados por Rogério Marinho junto ao Ministério da Saúde para diversas cidades potiguares.

Entre os municípios beneficiados agora com a aquisição de uma ambulância estão Angicos, Caicó, Carnaubais, Espírito Santo, Maxaranguape, Nísia Floresta, Santa Maria, São Bento do Norte, São José de Mipibu, São Tomé, Serra Negra do Norte, Senador Georgino Avelino, Taipu, Tenente Laurentino Cruz e Vera Cruz. Já Marcelino Vieira foi contemplado não apenas com uma ambulância, mas também com uma van de transporte eletivo. Macaíba é outra cidade que receberá a van.

Os gabinetes odontológicos foram destinados para as cidades de Angicos, Baraúna, Caicó, Ceará-Mirim, Espírito Santo, Maxaranguape, Nísia Floresta, Santa Maria, Santana do Matos, São José de Mipibu, São Tomé, Severiano Melo, Serra de São Bento, Serra Negra do Norte, Senador Georgino Avelino, Taipu, Tenente Laurentino Cruz, Vera Cruz e Macaíba, esta última receberá dois gabinetes. As cidades de Carnaubais, Lagoa Salgada, Grossos, Poço Branco e São Bento do Trairi também receberão o investimento, mas ainda aguardam a liberação do pagamento.