Regionalização: Sesap otimiza realização de partos na região do Mato Grande

Buscando melhorar a realização dos partos habituais e cesáreas na 3ª Região de Saúde (Mato Grande) uma equipe da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) visitou ontem (19) os municípios de Guamaré e Macau para discutir apoios e pactuações – parcerias – que permitam o fortalecimento dos serviços.

Com o secretário de saúde do município de Guamaré, Francisco Diógenes, foi discutida a possibilidade de aumento do quantitativo de leitos da Obstetrícia Clínica e Cirúrgica do Hospital Municipal Manoel Lucas de Miranda, de maneira que possam ser aumentados os números de partos habituais/cesarianas realizados na unidade hospitalar. A equipe colocou para a gestão a condição do apoio técnico/financeiro através de pactuações futuras – Programação Pactuada Integrada (PPI) – com mais municípios da microrregião.

O Governo do RN, através da Sesap, dará também o apoio técnico/financeiro para que a unidade hospitalar atinja o quantitativo de 1.440 partos/ano e fará o levantamento do número de atendimentos de municípios não-pactuados, de maneira que os recursos via PPI possam ser transferidos para o município de Guamaré. O município, por sua vez, fará o levantamento do custo da obstetrícia hoje e após a ampliação dos atendimentos.

Em Macau, foi discutido com o prefeito Túlio Lemos e o secretário interino de saúde, Kleber Barreto, que o Hospital Municipal Antonio Ferraz necessitará aumentar o quantitativo de leitos para também atingir a condição de realização de 1.440 partos/ano. Já está em tramitação o processo de convênio que agilizará e efetivará a realização dos procedimentos dos partos habituais/cesarianas.

“A região do Mato Grande tem uma previsão de realização de 5 mil partos este ano. Estamos organizando essa divisão por municípios: Ceará Mirim, Guamaré, Macau, Lajes, entre outros, de maneira que o parto habitual dessa região não pressione os serviços da 1ª Região de Saúde (Agreste) e da 7ª Região de Saúde (Metropolitana), fortalecendo a regionalização dos serviços de saúde”, explicou Carlos Eduardo Costa, coordenador de Operacionalização de Hospitais e Unidades de Referência da Sesap.

Participaram das visitas as equipes da Coordenadoria de Promoção a Saúde (CPS), Rede Cegonha e III Unidade Regional de Saúde Pública (URSAP/João Câmara).

Deixe uma resposta